Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Mobiliário > Como escolher um colchão

Como escolher um colchão

Categoria: Mobiliário
Visitas: 2
Como escolher um colchão

Ter uma boa noite de sono, dormir numa cama bem macia e aconchegante, é o desejavel para o refazimento físico. Para isso, é bom ter um colchão que atenda nossas necessidades, temos às vezes o hábito de dizer que a cama está dura, ou, parece que dormi com a cama nas costas, embora saibamos que estamos nos referindo ao colchão.

O sono para ser reparador, tem a ver com a qualidade e não somente com a quantidade das horas em que ficamos deitados, a qualidade do colchão influencia diretamente até em nosso humor, pois uma noite de sono mal dormida, não estimula a produção dos hormônios necessários e prejudica o desenvolvimento das atividades do dia.

Ao comprar um colchão, deve-se esolher com atenção, comprar o primeiro que vê pode ser um problema mais tarde. Levar em conta em que tipo de colchão se sente melhor é fundamental, o colchão não deve ser exessivamente macio, ou seja; muito mole nem muito duro. Quando se fala em colchão ortopédico não tem que ser duro como uma pedra. Na verdade, todo colchão deveria ter função ortopédica, independente da escolha.

A função do colchão ortopédico é ser anatômico, melhor dizendo, é não ser extremamente duro, por ser uma caixa como alguns que foram lançados mas se adaptar a anatomia de quem deita sem afundar onde se tem maior peso corporal, o afundamento do colchão quando sofre a pressão do peso, danifica e causa dor ao corpo. Já no colchão de espuma, como dissemos antes, se for muito mole danifica a coluna, a espuma deve ter densidade proporcional ao peso e altura da pessoa que ira domir nele. A verificação da densidade do colchão é muito importante, muitos colchões saem da fábrica com os indicativos de densidade, afim de facilitar para o comprador.

Na escolha de um colchão de molas, deve-se consultar qual o tipo de molas ele é constituído, as molas precisam oferecer qualidade de resistência ao peso/pressão corporal, elas, as molas, devem oferecer resistência para estabilizar o corpo sem oferecer danos.

A melhor maneira de escolher um colchão é testa-lo e considerar sua capacidade de resistência, não ao tempo de vida útil, isso cada um tem que oferecer de acordo com sua composição, mas resistência e conforto anatômico proprocional a cada um, por isso é fundamental conhecer a densidade. Existe uma tabela que auxilia na escolha da densidade.

A escolha do cochão deve ser analisada sob esses pontos e avaliar o que melhor se adequa a necessidade de cada um, após a escolha, é hora de ter um bom sono.


Sílvia Baptista

Título: Como escolher um colchão

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 2

671 

Imagem por: bedzine

Comentários - Como escolher um colchão

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: bedzine

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios