Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Arrendamento > Como diminuir a taxa de condomínio

Como diminuir a taxa de condomínio

Visitas: 6
Comentários: 2
Como diminuir a taxa de condomínio

Como diminuir a taxa de condomínio, é assunto debatido entre condôminos em todos os edifícios, quando o condominio é constituido de prédios, como nos condomínios constituídos por casas. Esse é um tema que sempre é abordado nas reuniões mas que nem sempre, todos os condôminos ou seus respectivos representantes comparecem e a ata é aprovada pela menoria. A participação nas assembléias de condominio são de suma importância na tomada das decisões, é ali que se determina como e em que será empregada as taxas, quais as prioridades. É sabido que as maiores altas são devido ao acréscimo dos valores dos serviços de fornecimento de água, luz e aumento salarial de funcionários, no mais, é importante considerar as prioridades de eventuais serviços e mão-de-obra.

Quando a pessoa indicada para atuar como síndico não estiver apto para gestão ou se os custos com mão de obra e taxas elevadas por assim dizer, seria interessante consultar e analisar, a possíbilidade da contratação de uma empresa gestora de condomínios. A empresa contratada deve ter experiência nesse tipo de administração para lidar com toda parte jurídica e financeira apresentando relatório contínuo das atividades sempre que solicitada.

Para que se consiga reduzir a taxa de condomínio, cada condômino precisa contibuir fazendo sua parte, com medidas simples e concientização de todos, é perfeitamente possível alcançar pequenas reduções que farão diferença como um todo. Então vamos a elas:

Vamos começar pela água evitando o desperdício: cada um deve usar a água com mais atenção, ou seja, ao tomar banho, desligar o chuveiro para se ensaboar, ao usar a máquina de lavar, não liga-la para lavar poucas peças, esperar um poco para lavar maior quantidade. No jardim, se tiver; regar as plantas pela manhã ou à tarde, nunca quando o sol estiver quente e não lavar a calçada com a mangueira d'agua, melhor ainda se puder adotar um sistema de recolhimento e armazenamento da água de chuva para regar o jardim.

Com os funcionários, montar um quadro de horário no qual não seja necessário que hajam horas extras, pois é um pagamento excedente.

Tratando-se do elevador, sendo mais de um, procurar deixar apenas um de cada vez em funcionamento, se for um prédio com muitos apartamentos, observar os horários de maior fluxo e estabelecer a utilização dos dois nesses períodos como por exemplo, no início da manhã até às dez e no fim da tarde das cinco às vinte horas.

É interessante experimentar tais medidas e comparar as despesas, ao menos as taxas principais de água e luz tendem a sofrer redução de gastos.


Sílvia Baptista

Título: Como diminuir a taxa de condomínio

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 6

796 

Imagem por: Carolyn Coles

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    05-05-2014 às 06:18:41

    Os maiores problemas que são ocasionados com os condomínios é devido a falta de diálogo, comunicação. Tem que haver clareza nas informações, reuniões para esclarecimentos e toda a informação que envolva dinheiro.

    ¬ Responder
  • lucikele quirinolucikele quirino

    05-04-2012 às 02:21:14

    bom gostaria de saber oque eu faço pois a fiaçao do meu banheiro desde quando aluguei a casa e a quaze um mes meu chuveiro avia parado de fucionar ai achei que tinha queimado mais troquei a resistencia e nao fucionol ai comprei outro chuveiro mais nao fucionol ai me vei na cabeça que o problema e na fiaçao entao liguei para o proprietario da casa e ele me disse que a responsabilidade era minha oque faço por favor espero respostas logo pois nao aguento mais tomar banho de caneco

    ¬ Responder

Comentários - Como diminuir a taxa de condomínio

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Carolyn Coles

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios