Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Decoração > Biombos: Vamos jogar às escondidas

Biombos: Vamos jogar às escondidas

Categoria: Decoração
Comentários: 5
Biombos: Vamos jogar às escondidas

Estruturas arquitectónicas maravilhosamente concebidas, os biombos tanto dão para brincar às escondidas como às descobertas, tais podem ser as surpresas que albergam.

O que se encontra atrás de um biombo é sempre uma incógnita. Ainda que, por vezes, se desenrole ali uma espécie de jogo de sombras chinesas, que o suspense torna mais apetecível.

Os biombos sociais separam ricos de pobres, cultos de ignorantes, citadinos de pacóvios, … Já os políticos são moldados no sentido de ocultar fraudes e dissimulações, falsidade, contas públicas reais e o descontentamento do povo.

Os biombos do machismo e do feminismo tendem a mascarar e reverter direitos e deveres que, ao fim e ao cabo, são exactamente iguais. Os familiares, por seu turno, pretendem camuflar realidades de todos conhecidas e/ou vivenciadas, embora hipoteticamente não assumidas.

Finalmente, os biombos hospitalares desmascaram a doença, a nu, geralmente em cima de uma marquesa, sem que sequer se questione o paciente acerca das suas preferências estadísticas (então se a pessoa é republicana tem agora de estar deitada sobre uma marquesa?!...).

Seja como for, o importante é que cada um encontre os seus biombos na vida, de modo a proteger o seu espaço, para que, em caso algum, se torne o “b(i)ombo” da festa!


Rua Direita

Título: Biombos: Vamos jogar às escondidas

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • Wallace RandalWallace Randal

    09-10-2012 às 12:58:52

    Machismo e feminismo não são opostos. O feminismo luta pela igualdade de gênero, pelos direitos seja da mulher ou do homem. A frase no texto não ficou clara, colocando os dois termos no mesmo patamar. Todos nos temos nosso biombos, não há dúvidas. Lidar com os biombos alheios pode ser uma experiência não muito agradável. Continue a escrever, Rua Direita! Promover o conhecimento é muito importante, ainda mais de forma acessível e de qualidade.

    ¬ Responder
  • Ana SebastiãoAna Sebastião

    09-10-2012 às 11:45:44

    Gostei do paralelismo dos biombos face às realidades de cada um na vida quotidiana. Com quantos biombos nos depararemos? Quantas questões se levantarão à nossa curta caminhada pelos meandros vida terrena? Quantas duvidais? Quantas ilusões? Naturalmente muitas são os biombos que se nos levantam, e muitas as realidades que se nos descobrem quando os afastamos, o que na realidade importa é que assumamos uma posição de corajosos descobridores, confiantes no que de bom poderemos encontrar.

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    08-10-2012 às 21:53:49

    Os biombos começaram por ser uma peça fundamental servindo como separação entre dois espaços. No entanto e com o passar do tempo, os biombos passaram a fazer parte da decoração e muitos são aqueles que não imaginam um espaço em casa sem ter um. Confesso que não sou uma apaixonada por biombos, mas se designe em ferro forjado aliado a um bonito pano fizerem as delicias, sou suspeita e deixo-me encantar.

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    08-10-2012 às 20:50:09

    eu adoro biombos, sou mesmo uma fanática e gosto de ir ao Museu do Oriente e a ficar a deslumbrar as figuras que aparecem e desaparecem do plano.gostava de ter muito um em casa, mas às vezes isso não é possível pelo simples facto que é muito caro. eu até compreendo porque: são objectos lindíssimos que podemos usar como exemplo a demarcar várias zonas distintas da casa. claro que copiei esta ideia de uma revista.

    ¬ Responder
  • André BelacorçaAndré Belacorça

    08-10-2012 às 19:24:29

    existem biombos mesmo bonitos, para decoração são imensos os procurados, para alguns lugares da casa, fazendo algumas formas interessantes e que sim, dão para jogar às escondidas, quem não se escondeu atrás de um quando era pequeno?eheh.. instrumento de brincadeira por vezes por parte dos pequenos e decoração para os grandes.

    ¬ Responder

Comentários - Biombos: Vamos jogar às escondidas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Estratégia do arco-íris

Ler próximo texto...

Tema: Serviços
Estratégia do arco-íris\"Rua
Pessoas comuns estão a descobrir novas estratégias que supostamente fazem dinheiro rápido. Mas, a verdade da questão é que, isso é quase impossível. Ao longo de sua jornada de negociação, vai experimentar algumas vitórias e derrotas. Então, vejamos uma das estratégias que irá produzir mais vitórias do que derrotas: a estratégia do arco-íris. Esta é uma estratégia muito poderosa que qualquer um pode utilizar, especialmente novatos lá fora. Se é novo no comércio de opções binárias e gostaria de ganhar dinheiro online, esta é a estratégia ideal para si.

A estratégia do arco-íris envolve um período de 6, 14 e 26 períodos, períodos de média móvel exponencial. Estes permitem filtrar os movimentos menores no mercado e dar-lhe uma visão clara da tendência.

O mercado está numa tendência alta quando o período de 6 EMA está no topo dos 14 períodos EMA e dos 26 períodos EMA. A tendência baixa ocorre quando as EMA cruzam-se. Agora, os 26 períodos EMA devem estar no topo da EMA de 14 períodos. Em tendências altas, os comerciantes devem concentrar-se principalmente em opções de compra.

Uma opção de compra pode ser acionada quando o preço para baixo remonta à EMA 14 e começa a mover-se para cima. Uma opção de venda pode ser acionada quando o preço refaz para cima, e os períodos EMA 14 começam a mover-se para baixo.

As vantagens desta estratégia é que muitos dos sinais são precisos e não requerem muita análise para fazer um bom negócio. Com a gestão de risco adequada, pode fazer desta a sua principal estratégia. Mas, antes de tomar essa decisão, saiba que existem algumas desvantagens. O preço às vezes pode ir além dos 14 períodos de EMA. Alguns comerciantes podem não saber como reagir a isso.

Além disso, mesmo se os mercados são tendências, ainda existe a possibilidade de dar sinais falsos, mas com a gestão de riscos aplicadas, esses sinais falsos não causam muito dano. Combinar esta estratégia com coisas como Fibonacci, linhas de tendência ou médias móveis podem ajudar a reduzir as chances de perdas.

Em geral, a estratégia do arco-íris é um grande indicador. Ele faz maravilhas nos mercados de tendências e é muito fácil de usar para os comerciantes de todos os níveis. No fim de contas, é apenas uma questão de fazer uma boa gestão de risco. É uma ótima estratégia para iniciantes começarem a usar e obterem vitórias, experiência e bastante dinheiro.

Pesquisar mais textos:

Jerónimo Diogo Magalhães

Título:Estratégia do arco-íris

Autor:Jerónimo Diogo Magalhães(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios