Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Decoração > Cortinados e estores

Cortinados e estores

Categoria: Decoração
Visitas: 4
Comentários: 14
Cortinados e estores

Os cortinados e os estores protegem dos olhares indiscretos, quando para tal são concebidos. Sim, porque podem destinar-se simplesmente a diminuir a intensidade da entrada da luz.

Há-os de todos os tamanhos, cores e feitios, mas, olhando para uma janela, porta ou marquise, é possível delinear o perfil estético dos habitantes desse espaço (ou, em última análise, do (a) decorador (a)…).

Quando se vêem uns trapos dependurados, nos quais nem se consegue identificar exactamente um padrão, dando a sensação de terem resultado dos retalhos das rodilhas da cozinha, tem-se absoluta certeza de se estar na presença, ou de alguém com graves problemas oftalmológicos, ou, em casos menos sérios, de uma pessoa dita pacóvia.

Seria difícil imaginar uma casa sem cortinados nem estores.

Um ambiente assim desprovido de guarnição remete para uma certa desprotecção, ausência de privacidade, falta de segurança. Dá a impressão de que o aconchego do lar fica comprometido.

Sobretudo os cortinados, e nomeadamente se forem bem compridos, fazem imenso jeito quando se tem gatos jovens em casa; é aí que eles se adoram baloiçar, treinando as acrobacias que depois apresentam orgulhosos aos donos, sob o olhar, normalmente, indignado e furioso destes.

E são igualmente óptimos para as crianças brincarem às escondidas. Já para não falar do apoio fantástico que constituem para aquelas que começam a dar os seus primeiros passos…

O bom de cortinados e estores, para além de poderem favorecer bastante a ornamentação de um habitat, é que são reguláveis e adaptam-se a variadíssimos gostos, necessidades e desejos. 


Rua Direita

Título: Cortinados e estores

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 4

702 

Imagem por: mscaprikell

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 14 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    30-09-2014 às 23:34:13

    Os cortinados e estores precisam fazer parte da decoração da casa e são os que brilham também. Há toda uma junção de combinações de móveis e itens para a casa ficar linda e perfeita.

    ¬ Responder
  • Pedro gil FerreiraPedro gil Ferreira

    04-10-2012 às 08:58:03

    Tanto os cortinados como os estores contribuem para a harmonia e saúde de um ambiente.Dependendo da cor e estilo, eles fazem sobressaír a luz, o sol ou ao inverso ocultam-os quando são em demasia.Por isso eles são tão importantes que ninguém os dispensa nas janelas ou varandas.

    ¬ Responder
  • Anne TeixeiraAnne Teixeira

    04-10-2012 às 00:57:35

    De fato cortinas em geral sao bastante práticas e graciosas. Prefiro persianas, pois dependendo do tipo protegem mais da entrada de luz e não tem tanto volume.Claro que em casas com paredes altas fica lindo colocar uma cortina pomposa e cheia de tecidos esvoaçantes.As persianas automáticas são as mais legais. Novidade no mercado, abrem ou fecham com apenas um botão.É a tecnologia tomando conta dos mais singelos detalhes

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    02-10-2012 às 00:55:05

    Além de servirem como objetos de decoração, os cortinados e estores funcionam como um importante aliado para a nossa privacidade pois dão uma sensação de proteção e segurança.Eu prefiro os cortinados bem longos e de cores neutras pois casam bem com qualquer estilo de ambiente.Porém se quer manter sua privacidade mas ao mesmo tempo desfrutar da luz solar, o ideal é optar pelos cortinados e estores de lâmina que regulam a intensidade da luz.

    ¬ Responder
  • Ruben GonçalvesRuben Gonçalves

    30-09-2012 às 22:59:35

    Tantos os cortinados como os estores são de facto fundamentais num casa. Os cortinados são, na minha opinião, mais interessantes porque interferem diretamente com a decoração. Cortinados mais finos permitem uma melhor passagem de luz natural mantendo a sua privacidade, ainda assim talvez deva considerar ter uns mais escuros para os dias de muito sol.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    26-09-2012 às 21:24:18

    Cortinados e estores são imprescindíveis numa casa,para mim quanto mais protegerem nossa privacidade, melhor.Além de serem peças de decoração,os cortinados e estores servem como isolantes térmicos e acústicos.Uma casa com cortinados e estores bonitos, dá a sensação de um lugar bem mais aconchegante e seguro,e como disse a autora do texto, as crianças e animais de estimação adoram se enrolar e brincar nos cortinados, portanto é uma ótima opção

    ¬ Responder
  • Wallace RandalWallace Randal

    26-09-2012 às 19:44:22

    Muito bom seu texto, sou apaixonado por cortinas. São uma ótima pedida para deixar o ambiente com a nossa cara, e podemos encontrá-las das mais variadas formas: clássicas ou modernas, simples ou até mesmo personalizadas. AS personalizadas ficam muito legais em quartos jovens, e as com estampa mais clássica combinam com salas de estar ou salas de jantar. E realmente, cortinas longas e gatos não combinam mesmo!

    ¬ Responder
  • Pedro gil FerreiraPedro gil Ferreira

    26-09-2012 às 14:42:02

    Os cortinados e estores são importantes para harmonizar os ambientes.Eles deixam refletir ou eliminam a luz solar oe natural de acordo com o estado de espírito da pessoa.Para além de terem a cor adequada à tranquilidade, paz e cura devem estar combinados com o estilo de decoração da casa.

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    24-09-2012 às 14:00:16

    Antigamente os cortinados eram usados com muito mais frequência que nos dias atuais. Víamos como uma decoração excelente e único, mas chegou a modernidade, novas tendências e foram substituídas por outras, mas ainda se vê cortinados de muita elegância. Quando assistimos aquelas novelas antigas, é só o que apreciamos, pois são volumosos e cheios de charme e sofisticação. Ideais para abrilhantarem a decoração da sala. Parabéns pelo seu texto bem esclarecedor, com uma explanação melhor.

    ¬ Responder
  • Daiany Nascimento

    24-09-2012 às 12:39:31

    Realmente, acho que quando as cortinas são muito bem empregadas na decoração deixam o ambiente bem mais bonito, moderno e até mais aconchegante. Além do mais, fica mais fácil de controlar a iluminação local. Também acho que cada ambiente merece uma atenção especial quando o assunto é decoração, existem cores e tipos de cortinas ideais para cada ambiente da casa. Por isso, antes de investir em uma decoração, vale a pena pesquisar sobre o assunto.

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    23-09-2012 às 15:27:52

    Os cortinados ou os estores são elementos fundamentais numa decoração. Escolhê-los com padrões ou lisos pode ser muitas vezes uma verdadeira aventura, pelo que pede-se ponderação na escolha. De qualquer forma, uma casa sem cortinados é uma casa que nos parece vazia e sem vida, pelo que podem ser considerados essenciais.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    23-09-2012 às 13:29:41

    Gosto muito de decoração, sendo os estores e cortinados uns dos objectos que mais aprecio, principalmente porque se podem alterar conforme seja inverno ou verão. De facto, os cortinados de verão devem ser mais leves, feitos com um tecido mais fluido e claro, enquanto os de inverno devem ter cores mais sóbrias, ainda que não monótonas. Para além disto, os cortinados para o inverno não devem ser opacos, mas sim deixar passar a luz solar.

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    22-09-2012 às 17:25:25

    Cortinados ajudam a criar um ambiente mais intimista e reservado.Além do fato deles tornarem a decoração mais clássica e refinada.Existem em várias opções de cores e tecidos,podem ser colocados desde a cozinha até mesmo a sala.

    ¬ Responder
  • André BelacorçaAndré Belacorça

    21-09-2012 às 20:45:51

    Os cortinados e estores vai dependendo das cores escolhidas de cada divisão da casa, existem cortinados lindos e podemos por decorações neles espectaculares, que ficam bem, umas pessoas sabem decorar melhor que outras o aspecto da casa.

    ¬ Responder

Comentários - Cortinados e estores

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Imagem por: mscaprikell

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios