Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Decoração > Decoraçao De Interiores

Decoraçao De Interiores

Categoria: Decoração
Visitas: 2
Decoraçao De Interiores

Se você já se cansou das paredes lisas e sem graça da sua casa, ou simplesmente sente vontade de mudá-las por algo com mais textura. O que você está esperando para mudá-las?

As paredes contribuem muito com a decoração e conforto do seu lar, lhe permite jogar com a luz e a sensação de espaço, você pode criar estilos e se focar nos detalhes criando um desenho único.

Nesta ocasião vamos nos concentrar na pintura das paredes, com várias técnicas com as que você poderá usar para decorar por sua conta o espaço.

Esponjado:
Esta técnica se realiza ao dar suaves golpes sobre a parede com a ajuda de uma esponja com tinta. A parede que você vai mudar deve estar previamente pintada com tinta a base de água ou mare e deve estar seca antes de começar a aplicação.

A tinta da esponja deve ser diluída com água e devemos nos certificar de que não goteie ao molhar a esponja para conseguir o efeito desejado.

Gotelê:
É o acabado que se caracteriza pelo efeito do relevo em forma de gotas, se realiza com tinta a base de água ou plástica. Existem diversas técnicas caseiras para realizá-lo, a maioria utiliza tintas grossas ou ásperas com aplicações de rolo ou escovas de plástico.

Trapeado:
Esta técnica é muito simples: deve se aplicar sobre a parede, tinta com um pincel e expandi-la com um pano ou um pedaço de tecido áspero.

Marmorizado:
Também existem técnicas que buscam imitar alguns materiais, como o caso do marmorizado, no qual consiste em primeiro lugar ter a superfície de uma cor lisa, depois deve se passar um pano evitando que fique uniforme antes que seque e finalmente desenhar linhas finas com um pincel fino para assemelhar o mármore, borrar as linhas para que fique mais real.

Esta técnica é um jogo de contrastes, você só precisará molhar o pincel com tinta e esfregar com outro pincel seco salpicando então sobre a parede, o resultado fica ainda melhor quando as cores de ambas as tintas contrastam.

Estucado:
Para a técnica do estucado se usa uma pasta feita de cal e mármore pulverizado, você deve envernizar com aguarrás ao terminar de aplicá-lo.

Craquelado:
Consiste em misturar pó de giz e tinta acrílica obtendo assim um acabado com efeito de rachaduras.

Espalhado:
Na técnica de espalhado podemos imprimir a ilustração que quisermos se recorta um molde de metal com a forma que se busque fazer, aplica-se a tinta e com cuidado se retira o molde.

Estas são algumas técnicas que lhe darão um toque diferente e único as suas paredes. Lembre-se de consultar nas lojas especializados os produtos que mais se aproximem dos resultados que você busca.


Miguel Pereira

Título: Decoraçao De Interiores

Autor: Miguel Pereira (todos os textos)

Visitas: 2

377 

Comentários - Decoraçao De Interiores

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Superstições Náuticas

Ler próximo texto...

Tema: Barcos
Superstições Náuticas\"Rua
Todos temos as nossas manias e superstições. Não que se trate de comportamentos compulsivos, mas a realidade é que mesmo para quem diz que não liga nenhuma a estas coisas, as superstições acompanham-nos.

Passar por baixo de uma escada, deixar a tesoura, uma porta de um armário ou uma gaveta aberta ou até deixar os sapatos em posição oposta ao correcto, são das superstições mais comuns. As Sextas-feiras 13 também criam alguma confusão a muita gente, mas muitos são os que já festejam e brincam com a data.

Somos assim mesmo, supersticiosos, uns mais do que outros, mas é uma essência que carregamos, mesmo que de forma inconsciente.

Existem no entanto profissões que carregam mitos mais assustadores do que outros, e por exemplos muitos actores não entram em palco sem mandar um “miminho” uns aos outros.

Caso de superstição de marinheiro é dos mais sérios e se julga que se trata só de casos vistos em filmes de piratas, desengane-se. Os marinheiros dos dias de hoje carregam superstições tão carregadas de emoção quanto os de outros tempos.

Umas mais caricatas do que outras, as superstições contam histórias e truques. Por exemplo, contra tempestades, muitos marinheiros colam uma moeda no mastro dos navios.

Tal como fazem os actores, desejar boa sorte a um marinheiro antes de embarcar, também não é boa ideia. Os miminhos dados antes de entrar em palco também servem para o efeito.

Dar um novo nome a um barco é uma péssima ideia para um marinheiro. Dizem que muitos há que não navegam em barcos rebaptizados.

Lembra-se que os piratas de outros tempos utilizavam brincos? Pois isto faz parte de uma superstição. Dizem que os brincos evitam que se afoguem.

Entrar com um pé direito na embarcação é sinal de bons ventos. Tal como acontece com muitos de nós, os marinheiros também não gostam de entrar de pé esquerdo.

Já desde remotos tempos se dia que assobiar traz tempestades. Ora aqui está um mote dos marinheiros, pelo que se assobiar numa embarcação, arrisca-se a ter chatices com o marinheiro.

Verdades ou mentiras, as superstições existem e se manter os seus próprios mitos acalma um marinheiro, então que assim seja. Venham as superstições náuticas que cá estamos para as ouvir.

Já agora uma curiosidade ainda maior. Dizem que se tocar a gola de um marinheiro passará a ter sorte. Será verdade ou foi um marinheiro que inventou?

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:Superstições Náuticas

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 06:39:27

    Não acredito em superstições de forma alguma.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios