Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Reconhecer os beneficios dos alimentos através das suas cores

Reconhecer os beneficios dos alimentos através das suas cores

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 2
Comentários: 3
Reconhecer os beneficios dos alimentos através das suas cores

Compreender o significado da cor dos alimentos é um passo muito importante para uma vida saudável. As cores dos alimentos dizem-nos muito sobre as propriedades de cada um na alimentação, indicam a presença de substâncias nutritivas, como antioxidantes, vitaminas e minerais.A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que pelos menos cinco porções de frutas, legumes e verduras estejam presentes nas refeições. Quanto mais colorido o prato, melhor. Mas a dificuldade da maioria das pessoas é aplicar esse ensinamento na rotina diária. Isso porque na maioria das vezes as pessoas não equilibram as suas combinações.Existem vários grupos definidos pela cor semelhante dos alimentos: vermelho, laranja/amarelo, roxo, verde, marrom e branco.Vermelho (a cor da força) - Tem Fontes de carotenóides, que são precursores da vitamina A, fortalecem os olhos e a pele, é bom para o coração e para a memória, previnem o cancro por causa do licopeno, fitoquímico encontrado em alguns alimentos deste grupo, ajuda também na prevenção do cancro na próstata.Exemplo: acerola, cebola vermelha, cereja, ciriguela, goiaba vermelha, grapefruit, maçã, melancia, morango, pêra vermelha, pimenta, pimentão vermelho, rabanete, romã, tomate e uva vermelha.Laranja/amarelo (reforçam as defesas) - Ricos em carotenóides e vitamina C, é um antioxidante fundamental para a proteção das células. Ajuda a manter a saúde do coração, da visão e do sistema imunológico. Mantêm o sistema nervoso saudável e ajudam a prevenir o cancro da mama, O betacaroteno também beneficia a visão noturna e atua no metabolismo das gorduras.Exemplo: abacaxi, abóbora, abiu, ameixa amarela, batata baroa, batata doce, batata inglesa, caju, carambola, caqui, cenoura, damasco, gengibre, kino, laranja, mamão, manga, maracujá, mexerica, moranga, melão, milho, nectarina, pêssego, pimentão amarelo, sapoti e tangerina.Roxo, preto e azulado (retardam o envelhecimento e cuidam do coração) - Contém niacina (vit.B), minerais, potássio e também vitamina C. Mantém a saúde da pele, nervos, rins e aparelho digestivo e retardam o envelhecimento. Previne também doenças cardíacas.Exemplo: alcachofra, almeirão roxo, alface roxa, alho roxo, ameixa preta, amora, azeitona preta, batata roxa, berinjela, beterraba, cebola roxa, figo roxo, framboesa, jaboticaba, jamelão, lichia, mirtilo, repolho roxo e uva roxa.Verde (limpeza do organismo) - Ricos em cálcio, fósforo e ferro. Promovem o crescimento e ajudam na coagulação do sangue, evitam a fadiga mental, auxiliam na produção de glóbulos vermelhos do sangue, além de fortalecer osso e dentes. Apresentam como efeitos terapêuticos a desintoxicação das células, a inibição dos radicais livres (que danificam as células e causam doenças), tem propriedades anticancerígenas, auxiliam na proteção do coração, protegem o cabelo e a pele e melhoram o sistema imunológico .Exemplo: abacate, abobrinha verde, acelga, almeirão, alface,azeitona verde, brócolis, cebolinha, coentro, couve, couve chinesa, couve de bruxelas, chuchu, ervilha, jiló, kiwi, limão, maxixe, mostarda, pepino, pimentão verde, quiabo, repolho, salsa, uva verde e vagem.Branco (fortalecimento) - Nos alimentos de cor branca encontramos as vitaminas do complexo B e os flavonóides, que atuam na produção de energia, no funcionamento do sistema nervoso e inibem o aparecimento de coágulos na circulação.Também contribuem na formação e manutenção dos ossos, auxiliam na regulação dos batimentos cardíacos e são fundamentais para funcionamento do sistema nervoso e dos músculos.Exemplo: aipim, aipo, alho, alho-poró, atemoya, aspargo, banana, batata baroa branca, cará, cebola, cogumelo, couve-flor, endívia, graviola, inhame, mangostin, nabo, pêra e pinhão.Marrom (regulador do intestino) - Ricos em fibras, e vitaminas do complexo B e vitamina E, os alimentos de cor marrom regulam o funcionamento do intestino, prevenindo problemas que vão desde a prisão de ventre até ao cancro. Também ajudam a controlar o colesterol e o diabetes e melhoram a flora intestinal. As sementes oleaginosas, incluídas neste grupo, são excelentes fontes do mineral selênio e de vitamina E, tendo efeito antioxidante, vasodilatador, anticoagulante e contra a fadiga.Exemplo: amêndoas, amendoim, arroz integral, aveia integral, avelã, canela, castanha, centeio, cevada, grão-de-bico, feijão, lentilha, nozes, pão integral, pinhão, soja, tamarindo e trigo.Podemos combinar estrategicamente as várias cores, assim, os alimentos da cor branca devem ser consumidos com elementos protéicos, como as carnes, pois são ricos em vitamina B6, substância que ajuda o organismo a usar melhor a proteína. Já os alimentos de cor verde, ricos em ferro, fazem uma boa combinação com os de cor laranja. Isso porque a vitamina C desses alimentos aumenta a absorção do ferro.

Cristina Queiros

Título: Reconhecer os beneficios dos alimentos através das suas cores

Autor: Cristina Queiros (todos os textos)

Visitas: 2

782 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    15-06-2014 às 19:45:32

    Tento deixar minha refeição a mais colorida possível. Morando só e trabalhando em casa é possível fazer isso de forma bem legal e melhor, diariamente!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    04-09-2012 às 22:10:15

    Gostei bastante. De facto quanto mais colorido for o prato, mais variedade se encontra nele. Boa sorte.

    ¬ Responder
  • Jose da SilvaJose da Silva

    02-09-2012 às 22:09:20

    boa ,muito legal

    ¬ Responder

Comentários - Reconhecer os beneficios dos alimentos através das suas cores

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios