Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Concentrar-se Vem Por Meio Da Autossugestão E Do Hábito

Concentrar-se Vem Por Meio Da Autossugestão E Do Hábito

Categoria: Outros
Visitas: 2
Concentrar-se Vem Por Meio Da Autossugestão E Do Hábito

Definamos, antes de tudo, a palavra “concentração” no sentido em que é aqui empregada. Concentração é o ato de focalizar a mente sobre um de terminado desejo, até que os meios para a sua realização tenham sido elaborados e empregados com êxito.

Duas leis importantes entram na ação de concentrar a mente sobre um desejo determinado. Uma é a lei da autossugestão; a outra é a lei do hábito. A autossugestão focaliza na escolha do que pensar, independente dos meios externos. A própria pessoa instala em o que pensar ou não.

O hábito se origina do ambiente que nos cerca, do fato de fazer a mesma coisa da mesma maneira, repetidas vezes, ou de formular o mesmo pensamento, incessantemente. Uma vez formado, o hábito se assemelha a um bloco de cimento que endureceu no molde: é difícil de quebrar, rachar.

O hábito é a base de todo treinamento da memória, fato esse que podemos demonstrar facilmente, tentando lembrar o nome de uma pessoa que acabamos de encontrar, repetindo esse nome muitas vezes, até fixá-lo de todo na mente.

“Tão grande é a força da educação que podemos moldar o espírito e as maneiras dos jovens, dando-lhes a forma que nos agradar, e fixando tais impressões desses hábitos que eles permanecerão eternamente. Primeiro toleramos, em seguida nos apiedamos e finalmente, aceitamos”, disse já um grande filósofo, referindo-se à maneira pela qual os homens honestos chegam a perdoar o crime. Decerto, ao fazer esta afirmativa, esse filósofo tinha em mente a força do hábito.

O hábito pode ser comparado aos entalhes de um disco de fonógrafo, sendo a mente a ponta de agulha que os fere. Uma vez formado um hábito (pela repetição do pensamento ou da ação), a mente se acostuma a ele e segue-o como a agulha de um fonógrafo segue as estrias de um disco de cera, seja qual for a natureza desse hábito.

Começamos assim a perceber a importância que há em escolher com cuidado o nosso ambiente, porque o ambiente é o campo de onde se extrai o alimento para o espírito.

O ambiente fornece em grande parte o alimento e o material com que criamos o pensamento, e é o hábito que cristaliza e torna permanente esse material. Naturalmente, compreendemos que o “ambiente” é o total das forças que nos influenciam através de qualquer dos sentidos: visão, audição, olfato, tato e gosto.


Adriana Santos

Título: Concentrar-se Vem Por Meio Da Autossugestão E Do Hábito

Autor: Adriana Santos (todos os textos)

Visitas: 2

10 

Comentários - Concentrar-se Vem Por Meio Da Autossugestão E Do Hábito

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Ler próximo texto...

Tema: Beleza
Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente\"Rua
Com a chegada do verão, os cuidados com a pele precisam ser intensificados. É claro que, independente da estação, os cuidados com a saúde e beleza são fundamentais. Mas, no verão, alguns problemas de pele, principalmente da face, tornam-se mais frequentes e, com isso, surgem algumas preocupações. A boa notícia é que, a maior parte dessas preocupações podem ser amenizadas ou até mesmo solucionadas com dicas caseiras de cuidado com a pele.

Logo, certos cuidados como o uso regular de bloqueador solar é importantíssimo, não só para evitar manchas no rosto e no corpo, como também, para evitar doenças graves como o temido câncer de pele. Por isso, a boa hidratação, a limpeza correta da face e o uso de cremes faciais com proteção contra os raios ultravioletas UVA e UVB não podem ser menosprezados.

Outro detalhe relevante é a escolha da alimentação. Para ter uma pele saudável e bonita é preciso evitar o uso de certos alimentos. Sabe-se que os conservantes, corantes e similares, que estão sempre presentes nos alimentos industrializados provocam alergias e outros problemas. Essas substâncias podem fazer surgir ou intensificar doenças como o melasma, aquelas manchas escuras na face. E, essas manchas são sensíveis ao calor do sol e, dependendo da pele, o tratamento exige bastante tempo e recursos financeiros para cuidados e acompanhamento dermatológico.

Mas, você pode preparar em casa uma loção para limpar a pele, reduzir ou até mesmo remover essas manchas escuras. Você vai precisar de um pêssego maduro, um pouco de hidratante facial e uma bisnaga de Bepantol, que é um creme com vitamina A.

Dicas para preparar seu creme removedor de manchas na pele:

Primeiramente, faça o creme de pêssego: é só bater no Mix o pêssego com um pouquinho de água. Para facilitar, amasse o pêssego com uma colher antes de bater no Mix. Depois, peneire a massa de pêssego para o creme ficar mais homogêneo. Em seguida, misture a terça parte da bisnaga de Bepantol ao pêssego com uma colher, preferencialmente de madeira ou de plástico. Com um algodão e com movimentos suaves, aplique a loção no rosto e deixe agir por 40 minutos. Depois lave com água abundante. Evite o uso de esfoliante porque a pele ficará muito sensível. Essa loção pode ser usada até três vezes na semana. Não use sobras de creme.

Pesquisar mais textos:

Zilma Silva

Título:Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Autor:Zilma Silva(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios