Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > A Primeira Gravidez

A Primeira Gravidez

Categoria: Outros
A Primeira Gravidez

A gravidez corresponde, regra geral, ao cumprimento de um sonho, à concretização do apelo da maternidade que a maioria das mulheres sente. Normalmente, decorre sem complicações mensuráveis, mas dado que a primeira vez de qualquer coisa é uma incógnita, por vezes torna-se difícil reconhecer a normalidade, ou não, de certas alterações. No caso de haver hemorragias, dores abdominais, vista turva, entre outros sintomas, não se espera que passe, vai-se imediatamente ao médico! Sobretudo nos três primeiros meses, podem ocorrer complicações que, se tratadas atempadamente, não acarretam consequências para a gestação nem para o bebé.

As perdas de sangue podem não constituir motivo de alarme, mas na impossibilidade de saber as causas sem observação clínica, e portanto, de aferir se se trata ou não de razão de alerta, as mulheres devem dirigir-se ao Centro de Saúde, nomeadamente se a perda for significativa (do tamanho de uma moeda).

Dores de cabeça fortes e visão turva podem sinalizar uma subida brusca da tensão arterial, tal como ver pontinhos luminosos. A grávida deve recorrer sem demora a um serviço de saúde, pois a tensão alta é susceptível de desencadear um episódio de pré-eclampsia (em que é possível que surjam edemas no rosto ou nas mãos), caso não seja tratada de imediato. Habitualmente, um regime alimentar adequado e a supressão de sal são suficientes para controlar essa vicissitude.

No decorrer dos primeiros meses da gravidez é natural que a temperatura aumente à volta de meio grau, relativamente à comum. Contudo, se por uma constipação ou outra doença, a gestante constatar uma temperatura superior a 39º, não hesite em procurar ajuda médica, pois a ascensão da temperatura é passível de provocar malformações no feto ou, inclusive, a sua morte.

Apesar de as infecções urinárias serem usuais durante a gravidez, dado que os altos níveis de progesterona dificultam o completo esvaziamento da bexiga nas idas à casa de banho, sempre que tal situação se verifique e que a urina patentear cor turva e odor forte, há que encaminhar-se para uma entidade de saúde.

Perante a ocorrência de quedas, com consequente aparecimento de dores abdominais, é indispensável uma ida ao hospital para confirmar que o feto se encontra bem. O mesmo se aplica a qualquer dor repentina que se sinta. Na verdade, esta pode advir de algum hematoma retroplacentário (acumulação de sangue entre a parede do útero e a placenta).

As náuseas e os vómitos costumam acometer as grávidas no primeiro trimestre. Acontecem pela manhã e controlam-se, usualmente, tomando algum alimento antes de levantar. Todavia, se os vómitos forem exagerados, a mulher tem de consultar o seu médico. A hiperemese gravídica, caracterizada por vómitos persistentes, pode ocasionar lesões no fígado, com a laceração e sangramento deste, para além de conduzir, eventualmente, a um quadro de desidratação grave. Mais vale prevenir do que remediar.



Maria Bijóias

Título: A Primeira Gravidez

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

794 

Comentários - A Primeira Gravidez

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios