Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Venda > O sonho da casa própria

O sonho da casa própria

Categoria: Imóveis Venda
Visitas: 7
Comentários: 1
O sonho da casa própria

Saiba que comprar um imóvel no Brasil não é moleza. O tal sonho da casa própria, repetido exaustivamente pelas propagandas de banco, consorcio, imobiliárias e construtoras por ai, requer muitos cuidados, e planejamento e visão exata do que você quer e do que você pode. No Brasil é a onde existe uma das taxas de juros mais altas do mundo, e financiar uma casa não é tão barato, nem tem prazos de financiamento tão longos como nos Estados Unidos, mas pelo menos a burocracia dos financiadores tem diminuído. Esse resultado pode ser visto estaticamente.

Segundo a associação brasileira das entidades de crédito imobiliário e poupança (Abecip) de 2000 a 2006, o número de empréstimo de imóveis cresceu 430% chegando a mais de 9 bilhões em 2006 o sonho de sair do aluguel um discurso comum entre brasileiros e que alugar uma casa não vale apena. Essa visão, no entanto, nem sempre é a correta.

Comprar um imóvel é um investimento de risco com gastos maiores que os de um aluguel, principalmente no princípio. Além de uma entrada salgada, as mensalidades giram em torno 1,5% e 3% do valor do imóvel, dependendo do tipo de financiamento. O aluguel de uma casa gira em torno de 5% a 1% do valor do imóvel. Do outro lado, a casa própria, apesar dos sacrifícios, é um patrimônio que pode durar a vida toda, além de ser um investimento para futuros aquisições.

Vamos, então, entender como funciona a compra da casa própria no Brasil. E veja qual o melhor imóvel quando se pensa na compra de um imóvel, é comum as pessoas vislumbrarem imagens de seus sonhos: aquela churrasqueira no quintal arborizado, a ampla e ventilada varanda com uma linda vista, ou aquela cozinha nova, compacta e extremamente pratica.

Além da visão dos seus sonhos, que mostram suas preferências, é importante analisar outros fatores para decidir pela casa. Localização metragem do imóvel, divisão e idade da propriedade são alguns deles. A maioria desses fatores tem haver também com decisões pessoais, mais deve ser levados em conta. Se você tem filhos, a proximidade com boas escolas, e segurança e área de lazer dentro do condomínio.

Ou na vizinhança são alguns dos fatores que indicam uma boa localização de imóvel. Há também outros aspectos que valorizam a casa como a facilidade dos meios de transportes. Quem compra um imóvel próximo de uma estação de metro, ou de varias linhas de ônibus, sabe que esse item será interessante não só para você, mas também para facilitar a venda ou aluguel do imóvel no futuro.



Waldiney Melo

Título: O sonho da casa própria

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 7

672 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    06-05-2014 às 17:59:31

    É um sonho que toda família deseja. Com muito planejamento e vontade, a gente consegue!

    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - O sonho da casa própria

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios