Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Venda > Venda o seu imóvel com sucesso

Venda o seu imóvel com sucesso

Categoria: Imóveis Venda
Visitas: 2
Comentários: 2
Venda o seu imóvel com sucesso

Em tempos de crise, em que a maioria das pessoas perdeu ou vai perder poder de compra, o comércio de imóveis está a ressentir-se sobremaneira. Se a capacidade aquisitiva decresce, naturalmente que se pensa mais em fazer face a despesas correntes do que em apelar à Banca para contrair empréstimos. Para além das prestações a despender mensalmente, acaba por se subscrever uma sujeição incondicional a taxas de juro muito variáveis e, para quem não anda a par das notícias da alta finança, imprevisíveis. Não obstante, aqueles que não se ressentiram por aí além ou, ao invés, até beneficiaram com o clima de instabilidade, esta altura afigura-se como propícia para a aquisição de imóveis, pela possibilidade de colher proveitos decorrentes da adaptação da oferta às reais circunstâncias do mercado.

Se a dinâmica já não correspondia na íntegra às expectativas, agora piorou muito bem. Operar pequenos arranjos ou modificações passíveis de valorizar os imóveis e de os tornar mais atraentes (através, por exemplo, de uma inspecção pré-venda) representa uma dica importante e é susceptível de marcar a diferença. Para o cálculo de uma avaliação razoável do preço, podem consultar-se os classificados dos jornais ou recorrer-se a uma imobiliária. Estas agências, que têm a responsabilidade de anunciar a propriedade à venda, organizar visitas de potenciais interessados e zelar pela regularização de toda a documentação compreendida no processo, costumam cobrar entre seis a oito por cento do valor da transacção.

Se, por outro lado, se pretender vender por conta própria, é necessário comprovar a propriedade, bem como apresentar toda a papelada inerente ao edifício, incluindo a atestação de não existir nenhuma penhora ou hipoteca, que constituiriam restrições ao negócio. A certidão de ónus reais será a única despesa do proprietário com certificados.

Neste caso, deve anunciar-se por meio de placas (embora determinados condomínios não o permitam), jornais de grande tiragem e sítios na Internet.

Convém é que haja alguém com disponibilidade para atender o telefone que se dá como contacto. Mandar os compradores para a caixa de correio de voz ou constrangê-los com adiamentos sucessivos no que se refere ao atendimento não é boa ideia e vai contra todas as leis do marketing, que definem o cliente como prioridade absoluta, numa perspectiva (ridícula q.b., porque tudo o que é demais tem demasia…) de quase endeusamento. Ao contrário do que se apregoa, ele não tem sempre razão e talvez agradeça que lhe façam notar isso. «Nem tanto ao mar, nem tanto à terra»: há um bem que uma das partes quer alienar e a outra manifesta desejo de obter, e há procedimentos obrigatórios a cumprir e condições negociáveis. Sendo assim, e tratando-se de adultos, o que se procura é um consenso que favoreça os envolvidos.

Maria Bijóias

Título: Venda o seu imóvel com sucesso

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

626 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    05-05-2014 às 23:40:54

    As dicas foram excelentes em como vende o imóvel com sucesso, obrigada!

    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • antonio augusto bertramiantonio augusto bertrami

    12-10-2010 às 14:23:18

    quero compra para novela walcyr carrasco aprazo de 100 reis

    ¬ Responder

Comentários - Venda o seu imóvel com sucesso

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios