Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Venda > Participe num leilão de imóveis para comprar ou vender

Participe num leilão de imóveis para comprar ou vender

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Imóveis Venda
Visitas: 15
Comentários: 1
Participe num leilão de imóveis para comprar ou vender

Um leilão de imobiliário consubstancia uma maneira rápida, pública e transparente de realizar negócios relativos à compra e venda de habitações, lojas, terrenos, escritórios e todo o tipo de imóveis. É uma forma negocial alternativa, com preços, regra geral, significativamente mais baixos do que os praticados pelo mercado, porque inclui, normalmente, bens penhorados pelos bancos por falta de pagamento dos empréstimos.
À semelhança do que acontece em leilões de outras naturezas, os imóveis entram na praça com um preço inicial, habitualmente muito convidativo, a partir do qual são efetuadas as licitações, vencendo a melhor oferta.

A compra de casas em leilão constitui uma preferência crescente, mormente numa altura em que a crise económica dita uma “poupança a quanto obrigas”. Não obstante, nestes eventos é possível adquirir residências de luxo e de sonho por quantias bastante mais acessíveis. Talvez por isso a concorrência seja cada vez maior e os valores de arrematação consideravelmente superiores aos de entrada em leilão, alguns na ordem dos 40 por cento! As vantagens de comprar num leilão imobiliário contemplam ainda a possibilidade de escolher, de um extenso conjunto de imóveis, aquele(s) que se deseja(m), assegurando, através da cobertura de outras hipotéticas ofertas, a compra desse imóvel. O valor atribuído é uma referência subjetiva e varia de acordo com a sensibilidade de cada indivíduo.

Há pessoas que resgatam mais do que um imóvel no mesmo leilão. Trata-se de investidores no setor imobiliário, gente que pretende lograr rendimentos mais simpáticos do que os relativos a depósitos bancários, certificados de aforro e outros produtos financeiros similares. Os mercados bolsistas gozam, neste momento, de um desprestígio assustador e é preferível arriscar em algo mais sólido que sugira perspetivas mais animadoras. Mesmo assim, a maioria dos inscritos em leilões de casas tem como intuito arranjar uma para seu próprio usufruto.

Qualquer pessoa pode participar num leilão, dado que estes eventos são públicos. O leiloeiro arrecada cinco por cento do valor do imóvel arrematado. Se os imóveis foram vendidos como ocupados, é o arrematante que terá de se responsabilizar pela desocupação e despesas inerentes. As dívidas de impostos ou taxas anteriores à venda serão assumidas pelo Banco. Caso não seja assim, a informação constará do edital do leilão.

A data, a hora e o local dos leilões são, por norma, publicados nos meios de comunicação social, com uma antecedência próxima de um mês à respetiva realização. É tempo suficiente para organizar a agenda… e a conta bancária, não acha?


Maria Bijóias

Título: Participe num leilão de imóveis para comprar ou vender

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 15

784 

Imagem por: mach3

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    06-05-2014 às 17:45:17

    Há muitos tipos de leilões. Até mesmo, leilões de passagens aéreas o que oferece muito mais economia. Já os leilões de imóveis é uma boa oportunidade de compra quando atingem o preço que buscamos. É preciso avaliar em todos os ângulos.

    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Participe num leilão de imóveis para comprar ou vender

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Imagem por: mach3

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios