Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Clientes, Concorrentes e Fornecedores

Clientes, Concorrentes e Fornecedores

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Empresariais
Visitas: 150
Comentários: 1
Clientes, Concorrentes e Fornecedores

Em um plano de negócios, é necessário fazer um estudo aprofundado das ligações externas que a empresa terá, quando for aberta. Estas influências externas estão profundamente relacionadas com os clientes, fornecedores e concorrentes. O estudo e análise de tais elementos são fundamentais para conhecer o ambiente externo à empresa, diminuindo assim os riscos de fechamento por falta de atenção nos detalhes.

Os clientes são considerados pessoas jurídicas, que tenham uma boa imagem no mercado, onde alguns já atuam há muito tempo, não possuem filiais e a forma de pagamento se dá através de transações bancárias, cheques e à vista, que são meios comuns de pagamento.
O grupo de concorrentes é formado por organizações que atuam no ramo gráfico oferecendo produtos ou serviços iguais ou semelhantes aos que são oferecidos por esta empresa, visando a satisfação plena do consumidor.

Os concorrentes podem ser considerados como as empresas que fornecem um bem ou serviço semelhante ao da sua empresa. Mas está é uma forma errada de se enxergar, visto que empresas de outros ramos podem afetar o crescimento de mercado da sua. Por exemplo, se a tinta para impressoras fica barata, há possibilidade de crescimento das vendas das próprias impressoras.

De acordo com Kotler e Gary (1998), o planejamento de estratégias competitivas de marketing é efetivo quando a empresa descobre tudo o que for possível sobre seus concorrentes.

Este mercado pode ser analisado através das características das mercadorias ou serviços oferecidos, tais como: qualidade, preço, funcionalidade, confiabilidade, atendimento e aparência. Uma forma de testar os produtos e serviços é através de experimentos, objetivando o melhoramento dos mesmos, no sentido de aplicar as melhorias no próprio empreendimento, atingindo principalmente o mercado consumidor, onde o concorrente não estará presente.

Os fornecedores são responsáveis pelo suprimento da empresa, no que se refere a equipamentos, mercadorias, matéria-prima, etc. Tais componentes podem ser definidos mediante alguns critérios estabelecidos previamente pelo empreendedor, para o bom funcionamento da empresa, como: forma de pagamento, atendimento, qualidade, preço, prazo e forma de entrega, quantidade, assistência técnica, garantia e tecnologia.

É importante estabelecer um bom relacionamento de parceria com o fornecedor, a fim de garantir o abastecimento da empresa e assim satisfazer o mercado consumidor.


Wallace Randal

Título: Clientes, Concorrentes e Fornecedores

Autor: Wallace Randal (todos os textos)

Visitas: 150

812 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    02-07-2014 às 18:50:57

    São todos parceiros! Precisam estar bem alinhados e com o mesmo objetivo. Até porque sozinhos, não conseguimos. O sucesso vem cada um ajudando e colaborando com o outro.

    ¬ Responder

Comentários - Clientes, Concorrentes e Fornecedores

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios