Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Aceite os desafios!

Aceite os desafios!

Categoria: Empresariais
Comentários: 1
Aceite os desafios!

Hoje em dia fala-se muito em design, renovação e novas linhas para conservar a vitalidade das empresas. Não admira. A envolvente macroeconómica está marcada por um clima de incerteza e insegurança. Há que repensar estratégias, bem como a forma como se aborda o mercado. Sendo este crescentemente concorrencial e competitivo, é preciso diversificar, mormente inovar, desempenhando o design um papel decisivo na inovação.

A elevada competitividade num mercado aberto e global obriga a uma constante actualização de conceitos, técnicas e segmentos-alvo. A globalização tem a virtude de encurtar distâncias, mas acarreta sérios problemas ao nível dos mercados, o que torna imperiosa a ampliação de iniciativas que constituam mais-valias e sejam factor de competitividade. A modernização tecnológica e o aumento da capacidade instalada são, em muitos casos, as premissas básicas. O investimento na qualidade, na formação e na flexibilização da estrutura produtiva apresentam-se como essenciais. Os trabalhadores devem ser vistos como verdadeiros e principais aliados nesta luta diária. Por outro lado, e sobretudo em determinados ramos de negócio, o desenvolvimento do conceito “marca” afigura-se como uma das soluções para escapar à pressão sobre os preços originada pela concorrência asiática.

Em alguns casos, será de grande proficuidade estabelecer protocolos comerciais com organizações de outros sectores para a realização de projectos de média e grande dimensão. A focalização no cliente, com simplificação dos processos de distribuição e logística permitirá optimizar a cadeia de valor, transferindo essas vantagens para os parceiros de mercancia.

Paralelamente, há que aferir se as pessoas têm realmente hábitos de consumo assim tão definidos. A diversificação do mix de produtos, numa perspectiva de renovar e inovar, costuma apresentar óptimos resultados. O segredo está em preencher as expectativas de cada leque de clientes, componentes de uma carteira que se pretende o mais alargada possível. Por exemplo, no que respeita ao segmento alto, a aposta vai no sentido da valorização dos elementos diferenciadores relativos ao design e aos materiais aplicados. Em segmentos mais baixos, procura-se combinar economia e funcionalismo. O objectivo é permanecer em constante mudança e surpreender até o cliente mais exigente.

Há que cimentar a posição alcançada nos mercados já conquistados e procurar outros, tendo em conta que as economias emergentes podem constituir grandes oportunidades de negócio. Pode ser necessário recorrer a fusões e aquisições para aumentar a massa crítica. De tudo, o principal é ver no comprador individual uma possibilidade comercial e saber concretizá-la, propondo a solução mais apropriada. Isto sim, é o desafio quotidiano de qualquer estrutura mercantil.



Maria Bijóias

Título: Aceite os desafios!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

610 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Kizua UriasKizua

    11-07-2014 às 18:06:13

    Gosto de desafios. Quando tenho uma meta na minha frente, faço de tudo para alcançá-la e quando uma acaba, quero logo outra. Acho que isso que faz a vida valer os minutos que se seguem. Desafie-se! Vá atrás de outros horizontes, você só tem a ganhar!

    ¬ Responder

Comentários - Aceite os desafios!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios