Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Fidelize os seus clientes

Fidelize os seus clientes

Categoria: Empresariais
Visitas: 4
Comentários: 1
Fidelize os seus clientes

Num mercado de forte concorrência, a importância de preservar os bons clientes é crucial para a saúde de uma empresa, para tal é preciso fideliza-los de forma a mantê-los “fiéis às origens”. O processo de fidelização de clientes não é nada fácil, visto que cada um procura sempre soluções mais vantajosas e com uma oferta cada vez maior a pressão sobre os clientes e os “bombardeamentos” de comerciais dos nossos concorrentes são cada vez maiores, com ofertas revolucionarias na busca de angariar novos clientes.

A relação que se estabelece com os clientes é uma das mais eficazes formas de fidelização, uma relação com o cliente quase familiar é muito difícil de quebrar sobretudo quando a relação negocial se mantém à algum tempo e se criam condições especiais que um novo fornecedor dificilmente poderá oferecer, como condições especiais de pagamento ou relações de troca bilaterais (cliente-fornecedor, fornecedor-cliente), em que se corre o risco de perder um cliente ao trocar de fornecedor, esta é uma forma muito difícil de contornar.

Outra forma de conseguir a fidelização de clientes, é marcar pela diferença, o que pode ser feito de várias formas:

Inovação, isto é, apresentar produtos novos com características diferentes, inovadoras e sobretudo que revelem ser prestáveis e capazes de conferir uma nova utilidade proporcionando vantagens comparativas aos produtos concorrenciais, contudo o custo da inovação tem de ser justificado, pois caso contrário corre risco de não penetrar no mercado;

A diferença pode também ser marcada pela qualidade, que é cada vez mais importante devido à aproximação de preços que a concorrência provoca, a diferenciação ocorre pela qualidade, um cliente que se encontre satisfeito e reconheça que é servido com elevados padrões de qualidade tende a fidelizar-se e a renunciar facilmente “ás investidas” a que é sujeito com receio de não ser tão bem servido como outrora fora habituado;

A imagem da empresa é muito importante e o marketing que faz em redor dos seus clientes mesmo sem ser directamente com a intenção de vender, também é um factor consistente para a fidelização de clientes. Um acompanhamento personalizado do cliente, dando conta das novidades que ocorrem, promoções entre outras novidades, via e-mail, correio e mesmo enviando comerciais com listas de clientes para acompanha-los e estar sempre a par das suas necessidades e prontamente propor soluciona-las, também é um meio para a fidelização de cliente.



Vitor Costa

Título: Fidelize os seus clientes

Autor: Vitor Costa (todos os textos)

Visitas: 4

806 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    11-07-2014 às 01:10:59

    Manter a qualidade nos serviços, bonspreços, muitas promoções, bom atendimento, enfim, um arsenal de estratégias para que atenda às necessidades dos clientes, mantendo-os sempre fiéis.

    ¬ Responder

Comentários - Fidelize os seus clientes

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios