Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Just in time

Just in time

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Empresariais
Comentários: 1
Just in time

Just in time é um termo administrativo que, ao pé da letra, pode ser traduzido como “bem a tempo”. Just in time é uma ferramenta surgida em meados dos anos 70, pela Toyota Motor Company. Esta ferramenta nasceu da necessidade de um sistema de produção flexível à demanda de cores e tipos de veículos, para a produção mais rápida e personalizada. O sistema Just in time pode ser adaptado para todo o tipo de empresa, sendo conhecido em todo o mundo e altamente popularizado no Japão.

O Planejamento e controle Just in time visa atender à demanda instantaneamente, com qualidade perfeita e sem desperdícios. O Just in time significa produzir bens e serviços exatamente no momento e que são necessários – não antes para que não transformem em estoque, e não depois para que seus clientes não tenham que esperar. Pode-se adotar este tipo de medida para um melhor aproveitamento em qualquer empresa, eliminando todo o tipo de desperdício, com envolvimento de todos tendo como resultado um aprimoramento contínuo e evolutivo. O desperdício pode ser definido como qualquer atividade que não agrega valor. Segundo a Toyota, empresa japonesa, há 7 tipos de desperdício, os quais acredita-se na possibilidade de serem aplicáveis em vários tipos de operações diferentes – tanto de serviço como de manufatura:

- Superprodução (produzir mais que o necessário).
- Tempo de espera (eficiência das maquinas e mão de obra)
- Transporte (mudanças no arranjo físico, aprimoramento)
- Processo (aprimorar operações que geram desperdício no processo)
- Estoque (grande alvo para eliminação deve-se eliminar a causa)
- Movimentação (aprimorar moldes e dispositivos para não atrasar mão de obra)
- Produtos defeituosos (custo do material e parte do custo de mão de obra está envolvido na produção com qualidade ruim).

Esta abordagem Just in time coloca novas demandas importantes para a função de manufatura. Na verdade, o Just in time requer em ideia alto desempenho em todos os objetivos de desempenho da produção.

Os objetivos de desempenho variam de empresa para empresa. Mas no geral, são: a busca por qualidade, rapidez na produção, confiabilidade no produto, flexibilidade de produção e custo baixo.

O Just in time também é conhecido como Melhoria Contínua, Produção Sem Estoques, Eliminação de desperdícios, entre outros.


Wallace Randal

Título: Just in time

Autor: Wallace Randal (todos os textos)

Visitas: 0

664 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Vicente SilvaVicente

    02-07-2014 às 18:53:55

    Excelente! Não sabia sobre esse termo que já deve estar bem influente em muitas empresas. "Just in time" é uma forma muito eficaz de ter seu trabalho feito na hora certa e sem prejuízos. Fantástico!

    ¬ Responder

Comentários - Just in time

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios