Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Dicas de beleza natural

Dicas de beleza natural

Categoria: Beleza
Dicas de beleza natural

Toda mulher tem seus truques para se manter bonita. Conhecer as lojas certas para comprar roupas bonitas e baratas, usar aquela marca especial de maquiagem e frequentar determinado salão de beleza são alguns desses truques, mas é possível ficar ainda mais linda com alguns segredinhos bobos e baratos, que podem ser usados em casa mesmo.

Receitas caseiras para cuidar do rosto

Foto: Thinkstock

1 – Gelo para fixar a maquiagem: a pele humana é formada por milhões de poros, que podem atrapalhar na hora da maquiagem. Se você não possui um primer para ser usado antes da base, do corretivo e do pó, o gelo é seu melhor amigo. Com algumas pedrinhas embrulhadas em um pano limpo e macio, você tem uma compressa para usar no rosto. Pressione levemente, sem esfregar. Isso fechará os poros e permitirá que a maquiagem fique mais “profissional”.

2 – Esfoliante para uma pele lisinha: para remover as impurezas acumuladas na pele e também as células mortas, nada melhor que uma boa esfoliação. Quando não se tem o creme certo, no entanto, não é preciso gastar fortunas em um consultório de estética. Basta misturar um pouco de mel e açúcar, criando uma máscara esfoliante barata e simples. A receita deve ser aplicada no rosto, massageando em seguida.

3 – Camomila para desinchar o rosto: quando dormimos mal ou passamos vários dias trabalhando ou estudando além da conta, é normal que nossa pele nos denuncie. Para aliviar a vermelhidão e diminuir o inchaço do rosto, experimente chá de camomila. Basta preparar o chá normalmente e colocá-lo na geladeira por uma noite. Na manhã seguinte, molhe um algodão no chá e passe no rosto, principalmente nas áreas inchadas, como as olheiras, por exemplo.

4 – Mamão e mel para hidratar: é possível hidratar a pele sem precisar de cremes industrializados. Uma boa receita é amassar um pedaço de mamão e misturá-lo a um pouco de mel. A máscara deve ser aplicada no rosto e deixada por alguns minutos, para que possa agir. Depois, basta lavar o rosto com água corrente.

5 – Água para uma pele bonita: um spray de água mineral ou água de coco pode ser usado no rosto para ajudar a manter a pele com uma boa aparência. Outra boa dica é mergulhar o rosto em água gelada para ajudar a esconder olheiras, inflamações e inchaços.

Tratamentos naturais para o seu cabelo

Foto: Thinkstock

6 – Azeite de oliva para controlar o volume: mulheres quem têm os cabelos oleosos precisam ter cuidado com essa dica, mas o azeite de oliva pode ser usado como finalizador natural nos fios. Aplique umas gotinhas na palma da mão e espalhe nos fios, de leve, para controlar volume e hidratar. Loiras também precisam ser cuidadosas, porque a pigmentação esverdeada do azeite pode interferir na cor dos cabelos.

7 – Talco para disfarçar a oleosidade: é claro que o melhor remédio para um cabelo sujo ainda é o xampu mas, se você precisa sair de casa e não tem tempo para isso, o talco é um grande aliado para disfarçar a oleosidade dos fios. Aplique um pouco junto á raiz do cabelo, espalhando com um pente em direção às pontas. Mas não exagere – assim que puder, lave os cabelos porque, se usado em excesso, o talco pode ter o efeito contrário e deixar o aspecto ainda mais “sujo”.

8 – Abacate e ovo para hidratar: amassando meio abacate, uma gema de ovo e duas colheres de mel você obtém uma máscara com alto poder de hidratação. Basta espalhar nos fios e cobrir com uma touca de alumínio ou elétrica, deixar agir por 30 minutos e retirar a máscara em seguida.

9 – Leite para combater a ação do cloro nos fios: mulheres com cabelos loiros podem ter problemas com o cloro usado nas piscinas. Essa substância interfere na cor dos fios e pode deixa-los esverdeados mas, para eliminar o problema, basta lavar o cabelo com leite. Utilize uma vasilha para recolher o líquido, que poderá ser utilizado diversas vezes – até que você tenha eliminado por completo o problema.

10 – Babosa contra a oleosidade: a receita é simples e eficaz, basta raspar a “gelatina” contida nas folhas e babosa e espalhá-la pelo couro cabeludo. Deixe agir por alguns minutos e retire com água fria.

Truques para ficar com o corpo radiante

Foto: Thinkstock

11 – Fubá e mel para clarear axilas e virilha: misture duas colheres de sopa de fubá com duas colheres de sopa de mel. Espalhe a mistura na área desejada e massageie por alguns segundos, retirando em seguida. Repita o processo uma vez por semana.

12 – Açúcar para esfoliar: em um recipiente, misture uma xícara de chá de açúcar com cinco colheres de sopa de óleo de amêndoas. Em seguida, basta aplicar no corpo com movimentos circulares. Além de esfoliar, a misturinha ainda hidrata a pele.

13 – Mel e açúcar para cuidar de pés ressecados: misture duas colheres de sopa de mel e cinco colheres de sopa de açúcar. Massageie os pés com a mistura por cerca de dez minutos, enxaguando em seguida. Para finalizar, aplique um creme hidratante.

14 – Carqueja contra as varizes: uma vez que as varizes nada mais são que a manifestação de um problema de circulação, o chá de carqueja pode ajudar a melhorar essa função. Basta ferver algumas folhas de carqueja em um litro de água e tomar cinco vezes ao dia.


Miguel Pereira

Título: Dicas de beleza natural

Autor: Miguel Pereira (todos os textos)

Visitas: 0

196 

Comentários - Dicas de beleza natural

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Habitação – Evolução qualidade/Preço

Ler próximo texto...

Tema: Alojamento
Habitação – Evolução qualidade/Preço\"Rua
Hoje vivemos dias muito complicados do ponto de vista económico, uma vez que a nossa sociedade moderna consumista tem acarretado para as famílias a triste ideia de que temos que possuir tudo o que existe para ser possuído.

Relativamente ao assunto especifico da habitação, com o passar dos tempos, as pessoas têm adquirido as suas casas em função do que há no mercado, e este mercado tem evoluído de uma forma perigosa em termos de custos; o que quero dizer com isto, é que há vinte anos atrás, encontrávamos apartamentos no mercado, e tenho por base um apartamento T3 que tinha 3 quartos conforme a tipologia descrita, naquele tempo uma cada de banho, uma sala de estar/jantar conjunta e talvez uma varanda, hoje o mesmo apartamento terá os três quartos, a sala, duas casas de banho das quais uma poderá estar num dos quartos a que passou a chamar-se suite, este apartamento hoje, tem forçosamente que ter pré instalação para aquecimento central, lareira com recuperador de calor, e muito provavelmente aspiração central, ou pelo menos a pré instalação… Assim, quem compra um apartamento hoje, apesar das dimensões de cada divisão estarem diminuídas, o preço foi muito incrementado pelos extras, e depois há ainda que adquirir uma caldeira para fazer funcionar a tal pré-instalação de aquecimento central, os radiadores porque sem eles o dito não funciona, naturalmente o trabalho do técnico… há ainda que adquirir em muitos casos o aspirador propriamente dito para fazer funcionar a aspiração central, e algumas coisas mais, acessórios dos quais, antes não tínhamos necessidade.

Não quero dizer com isto, que estes equipamentos não são úteis, são, mas e aquelas pessoas que compraram os seus apartamentos há uns tempos, cujos espaços não dispunham destas “modernices” como viveram? Como vivem hoje? Provavelmente aqueles que tiveram disponibilidade económica para isso, colocaram nas suas habitações, aquilo que julgaram necessário, não colocaram aquilo que não lhes é útil de todo, por outro lado aqueles que não tiveram disponibilidade económica vivem sem os equipamentos em questão, ou colocam um equipamento à dimensão das suas possibilidades. O real problema é que os referidos equipamentos valorizaram muito mais as habitações em termos de preço de compra do que o valor real dos mesmos, e as pessoas, estão apagar vinte ou trinta anos, para não dizer mais, um bom valor acima do que pagariam sem estas coisas, além disso comprariam aquilo que quisessem e pudessem.

Para além do exposto, a qualidade de construção e acabamentos não melhorou, antes pelo contrário. Hoje o valor das casas está a decair rapidamente, e as pessoas em geral vivem em casas cujos valores atuais de mercado são muito inferiores ao que estarão a pagar durante muito tempo…

Naturalmente o mercado poderá mudar, mas não é esse o caminho que parece seguir.

Pesquisar mais textos:

Ana Sebastião

Título:Habitação – Evolução qualidade/Preço

Autor:Ana Sebastião(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    21-04-2014 às 17:09:01

    A compra seja de apartamento ou casa estão mais caras e nem sempre oferecem serviços como mostram na divulgação. Não é bom financiar, pois custará o dobro. Realmente, o melhor a fazer é buscar preços que têm condições de pagar ou aderir a um consórcio.

    ¬ Responder
  • Sofia Nunes 13-09-2012 às 17:07:44

    Na minha opinião e de acordo com o que tenho observado, a relação qualidade/preço das habitações está a melhorar. E isso não é necessariamente bom, uma vez que é resultado da crise económica. Como refere, o valor das casas está a descer, pelo que se pode comprar uma vivenda pelo preço que há uns anos era de um apartamento. O problema é que, apesar de as casas estarem mais baratas, os compradores não têm dinheiro.

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios