Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Energias Renováveis > A força do vento

A força do vento

Visitas: 18
Comentários: 3
A força do vento

A energia eólica constitui um fruto da generosidade do vento, que concede parte da sua potência às turbinas eólicas, permitindo a produção de corrente eléctrica. Trata-se, portanto, do vento ao serviço da modernidade. E, por enquanto, não consta que cobre comissão alguma…

Reza a História que já há 4000 anos a força do vento era aproveitada pelos egípcios para impulsionar barcos ao longo da água. Os moinhos de vento, por seu turno, surgiram, segundo estudiosos, entre 2000 a.C., na antiga Babilónia, e 200 a.C., na remota Pérsia. Afinal, do Oriente até vêm bons ventos…

A energia eólica traz muitas vantagens, mas a sua produção não é totalmente “limpa” do ponto de vista ambiental. Na realidade, ela produz grande poluição visual e sonora, e é considerada uma serial killer dos pássaros. Concorrência desleal…

Já toda a gente reparou que nos últimos anos a paisagem se alterou sobremaneira, com a crescente implantação dos carretéis eólicos, ostentando as suas imponentes pás.

Parecem quase plantações, ao jeito de “fazendas eólicas”. Até podia ser uma boa alternativa de reflorestação das montanhas, não fosse o inconveniente de não possuírem ramagem…

Uma vez produzida a electricidade, é necessário conduzi-la até às casas, escolas, fábricas e outros espaços onde é essencial. Aqui entram, geralmente, os problemas logísticos relacionados com as linhas de energia eléctrica para distribuição.

Bem, pelo menos não é transportada em camiões, senão parte das vezes íamos ficar com a energia retida em alguma greve de camionistas!

O que é preciso é muita calma, para as falhas de distribuição e para tudo na vida, não vá acontecer ficar-se com “corrente alternada” e começar-se a produzir energia cinética, por exemplo através da estalada.

É que, basicamente, gerar electricidade a partir do vento é só uma questão de transferir energia de um meio para outro… 


Rua Direita

Título: A força do vento

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 18

766 

Imagem por: Hammer51012

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Daiany Nascimento

    17-09-2012 às 19:59:09

    Se desde antigamente os estudos apontam que civilizações antigas utilizavam a força do vento como fonte de energia, seja ela para trabalhos mecânicos ou outros, qual a razão para que nós, estando na era da tecnologia, não adotemos esse tipo de fonte de energia para dar fim à poluição que o petróleo e seus derivados trazem para o meio ambiente? Esse tipo de reflexão deve-se realizar para que o planeta não sofra com atitudes humanas.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMelissa

    26-05-2012 às 13:33:27

    adorei isso!!!ele me ajudou a fazer meu trabalho para a faculdade!!!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãolarissa

    26-10-2010 às 23:13:29

    achei muito legal o assunto mas acho que deveria ter mas coisas como photos e historias

    ¬ Responder

Comentários - A força do vento

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: Hammer51012

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios