Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Telemóveis > Diminua o valor da factura do telemóvel

Diminua o valor da factura do telemóvel

Categoria: Telemóveis
Comentários: 2
Diminua o valor da factura do telemóvel

Contas de telemóveis costumam surpreender com valores acima das expectativas, causando sério impacto no orçamento. Normalmente isso ocorre quando um jovem utiliza o serviço de telefonia, seja móvel ou fixa, pois é comum esquecer o tempo em conversas com amigos, que duram horas. Todavia, esse meio de comunicação se tornou um hábito tão arraigado quanto a necessidade de alimentar-se. Resolver problemas diários pelo telemóvel é quase vital. Então, como resolver o uso excessivo do celular e, em conseqüência, receber faturas mensais com valores mais agradáveis?

Os jovens não medem tempo ao telefone, nem se preocupam com valores de contas, o que significa que apelar para a consciência do filho não gera, necessariamente, resultados positivos. Então você pode tentar duas opções: a primeira é traçar limites e normas, quando seu filho receber seu primeiro celular. A segunda é responsabilizá-lo pela conta, fazendo com que pague o excesso, ou lhe privando do serviço, todas as vezes que extrapolar o combinado.

Se essa prática educacional falhar, recorra a medidas mais efetivas, junto à operadora. Peça o bloqueio de chamadas a cobrar, dos serviços interurbanos e internacionais. O valor da conta cairá bastante. Se a diferença ainda for pequena, faça outra solicitação, desta vez determinando uma quota mensal, com o conseqüente bloqueio quando o valor for extrapolado. Se seu filho consumir todo o crédito concedido para o mês, não efetuará qualquer chamada.

Há ainda alternativa de trocar o telemóvel de conta pelo controle total, que estabelece crédito mensal. Terminado o crédito, ligações só no mês seguinte, quando a fatura for paga e o serviço restabelecido. O modo pré-pago segue o mesmo raciocínio, sendo que, ao acabar o crédito, é possível pôr uma nova carga, antes do mês subsequente. Disponibilize um valor realista para telefonemas funcionais, mas só renove os créditos mês a mês. Seu filho reclamará, mas essa atitude o ensinará a manter as finanças saudáveis.

Antes de comprar celular para seu filho, conheça as tarifas das operadoras, para cada modalidade de chamada. Conheça aquela mais utilizada pelo seu filho e opte pela tarifa mais econômica. Fique atento às ofertas promocionais, e não se engane com vantagens ilusórias.

A pesquisa é uma aliada da economia em todos os níveis de consumo, e em todos os produtos ofertados no mercado. As variações de preço chegam a 50% de diferença. Não esqueça: vale a pena pesquisar.


Hediene

Título: Diminua o valor da factura do telemóvel

Autor: Hediene Hediene (todos os textos)

Visitas: 0

601 

Imagem por: prosto photos

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    05-11-2014 às 10:56:17

    Algumas operadoras fornecem um plano controle onde você gasta apenas dentro de um limite de valor. É bem melhor quando se quer diminuir a fatura do telemóvel. Ainda mais para quem usa muito, quem fala pelos cotovelos!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    03-06-2014 às 22:45:23

    É bom adquirir um plano controle e não aquele muito ilimitado, só se oferecerem uma promoção bem vantajosa. As contas de celular realmente causa uma dor de cabeça.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Diminua o valor da factura do telemóvel

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: prosto photos

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios