Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Sintomas desencadeados pela conjuntivite

Sintomas desencadeados pela conjuntivite

Categoria: Saúde
Comentários: 1
Sintomas desencadeados pela conjuntivite

Olhos vermelhos lagrimejantes isso pode ser conjuntivite, conheça todos os cuidados que você deve ter com esta doença. Ela é a causa de muitos faltarem à escola e ate mesmo o trabalho. Com sintomas bastante incômodos a conjuntivite merece atenção. Entenda o que ela pode desencadeia e seus tipos e tratamentos. A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva ocular, uma membrana fina e transparente que envolve a parte branca do olho. Existem 3 tipos de doenças de acordo com as formas de contagio. Elas são: conjuntivite infecciosa desencadeada por uma bactéria ou vírus e altamente contagiosa: conjuntivite alérgica, geralmente em pessoas predispostas, com histórico de outras alergias; a conjuntivite tóxica é resultado de contato direto com algum agente tóxico, com este exemplo colírios, fumaça de cigarro ou maquiagem.

Dentre os principais sintomas desencadeados pela doença estão olhos vermelhos e lagrimejantes, presença de secreção, inchaço nas pálpebras, visão borrada e intolerância a luz. Na conjuntivite viral a secreção é esbranquiçada e em pequena quantidade, com o tratamento, tende a cessar em 15 ou 20 dias. Já a conjuntivite bacteriana apresenta secreção abundante de cor amarelada, que desaparece de 5 a 7 dias após iniciado o tratamento. O tratamento é feito, na maioria das vezes, apenas com colírio, que devem ser receitado pelo médico, já que de acordo com a causa existe um tratamento específico. Por essa razão, ao notar os primeiros sintomas da doença, procure um especialista e siga o tratamento recomendado. Jamais faça uso de pomada, colírio ou compressa sem orientação médica, pois podem agravar o quadro clinico.

Não é uma tarefa fácil, mas algumas medidas são capazes de reduzir as chances de contrair a doença. a prevenção da conjuntivite infecciosa consiste em evitar o contato com pessoas contaminadas, evitar levar as mãos aos olhos e, principalmente a higienização das mãos e dos olhos. A alergia exige não entrar em contato com o que a desencadeia. É altamente contagioso. Mas comum na versão, sua transmissão acontece a partir do contato direto com pessoas doentes ou objetos contaminados. Os ambientes fechados facilitam a propagação da doença. Ela geralmente é acometida nos dois olhos, mas nem sempre ao mesmo tempo. Para preveni-la: evite compartilhar maquiagem e toalhas de rosto; lave sempre as mãos com freqüência e nas as coloque nos olhos; é bom sempre usar óculos quando for mergulhar para nadar ou óculos de proteção caso você trabalhe com produtos químicos.

Waldiney Melo

Título: Sintomas desencadeados pela conjuntivite

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 0

675 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Moises mattosMoises mattos

    13-04-2010 às 20:14:11

    Olá, lí o seu texto sobre conjuntivite, gostaria se possível me orientar pois apareceu simtomas parecidos com os que vc falou.Olhos lacrimejantes, vermelhidão na parte branca, e na parte inferior dos olhos. Apenas no olho direito. (Local onde se verifica a anemia) Agradeço se puder me ajudar. Obrigado...

    ¬ Responder

Comentários - Sintomas desencadeados pela conjuntivite

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios