Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Materiais Construção > Mantenha-se sólido!

Mantenha-se sólido!

Visitas: 4
Comentários: 5
Mantenha-se sólido!

Qualquer construção exige uma vasta panóplia de materiais que, para apresentar um mínimo de qualidade, têm de ter um preço condizente. Isto para dizer que nada é barato e que há que desconfiar do que se nos deparar com uma vantagem assaz discrepante comparativamente às alternativas viáveis. No sector da construção, como aliás em muitos outros, é necessário estabelecer a razão de proporcionalidade custo/benefício, uma vez que se trata de um investimento mensurável e, em princípio, para toda a vida.

Há materiais indispensáveis e indissociáveis, e ainda bem, uma vez que existem relações de proximidade entre eles. Por exemplo, quem é a mãe da porta? É a mãe-Saneta! E o tio da parede? O tio-Jolo! E o que disse o tijolo à tijoleira? «Há um “ciumento” entre nós!» Bom, na verdade, muitas vezes era desejável haver realmente mais cimento entre eles, de modo a tornar a edificação mais sólida e fiável, porque o que acontece frequentemente é que, por falta dele, as paredes racham por tudo quanto é sítio… Depois, vem a humidade e toma conta do resto. Numa questão de algum tempo, ou se remendam as fendas, ou se acolherão as pingas de chuva em casa.

Para além dos materiais directamente implicados na construção em si, há outros que são uma espécie de intermediários para a aplicação dos primeiros. É o caso dos andaimes (palcos de quedas verdadeiramente acrobáticas, de onde é possível ter uma vista esplêndida sobre os transeuntes), de uma multidão imensa de acessórios de carpintaria, pintura, pavimentação, canalização, etcétera, e de um utensílio que está em tudo e para tudo: o escadote. Há quem diga que dá azar passar por debaixo dele. Assim à primeira vista, parece que o azar maior é vê-lo, e senti-lo, em cima do próprio pêlo!
Mas isso, claro, depende do conceito de infortúnio, que é subjectivo…
Seja como for, o importante é usufruir de um escadote de categoria superior. De outro modo, como se subiria na vida de forma consistente?

Se calhar, é por não terem atenção aos “degraus” que pisam que muitas pessoas andam para aí a querer passar por cima dos outros para trepar através do mérito alheio, socorrendo-se, não raras vezes, de esquemas pouco claros, lícitos ou dignificantes. O que geralmente acontece é que quanto mais sobem, maior é o tombo que dão. Trata-se de uma inevitabilidade inerente ao impulso de pretender dar passos mais largos do que as pernas…

Maria Bijóias

Título: Mantenha-se sólido!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 4

632 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • SophiaSophia

    12-05-2014 às 04:47:32

    Na construção de uma casa é muito importante contratar pessoas de confiança, que saibam realizar o serviço com qualidade!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • LAÉRCIO SOARES DE aRRUDALAÉRCIO SOARES DE aRRUDA

    23-09-2010 às 17:36:24

    @ODAIROSINSKI
    Tenho empresa estruturada de representaçãoa comercial no RJ,totalmente estruturada ,informatizada.Tel 21-24255976 e 99783124,grato,caso interesse.Laércio.

    ¬ Responder
  • ODAIROSINSKIODAIROSINSKI

    03-09-2009 às 19:29:11

    Tenho uma pequena industria de metais sanitarios no parana,, é uma linha popular,, quero lançar uma linha melhor e não parar com a que tenho querro ter outra mas com qualidade bem superior,,, digamos,, que não brigar com deca ou docol mais estar bem pertinho,, prescisso de um nome forte.. A atual´se chama metais famosa,,, sera que voce podeia me ajudar,, pois somos muito grato

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoEduardo Filipe R.

    15-03-2009 às 23:48:12

    Maria o teu texto ajudou-me a entender o meu trabalho de um anglo diferente. Olha amiga, tambem me fizeste rir. Como é possivel ao escreveres sobre materias de construção , fazeres me rir.

    Bastante positivo e diferente perpectiva de ver a construção.

    Muita força , com o cimento...

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAnonimo

    15-03-2009 às 21:54:12

    Sou construtor há varios anos. Tenho os meus serviços aqui anunciados ( por respeito não me identifico) e com o vosso apoio e divulgação consegui mais trabalho para este ano.

    Muito Obrigado equipa da ruadireita.

    ¬ Responder

Comentários - Mantenha-se sólido!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios