Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Materiais Construção > Madeira, Plástico, Vidro ou Metal? Saiba o que são!

Madeira, Plástico, Vidro ou Metal? Saiba o que são!

Visitas: 54
Comentários: 5
Madeira, Plástico, Vidro ou Metal? Saiba o que são!

Cada um com a sua origem, com diferentes descobertas, de várias famílias, em suma, incomparáveis uns dos outros.

Qualquer um dos materiais (madeira, plástico, vidro ou metal) serve para coisas completamente diferentes, mas se verificarmos bem, também servem para o mesmo. Tendo em conta que os mais remotos antepassados bebiam em copos de madeira e metal, e que um armário pode ser feito em vidro ou em plástico, concluímos que nos deparamos com materiais tão diferentes, tão únicos, mas ao mesmo tempo tão idênticos.

Sendo o material mais utilizado em mobiliário, a madeira pode ser dividida em duas vertentes. A madeira dura e a madeira macia. Exemplo de madeiras duras é o pinheiro, a nogueira e a faia. Por outro lado, nas madeiras macias, temos o Choupo e o Salgueiro.

Através da madeira são criadas verdadeiras obras de mobiliários, mas serviu (e serve ainda em alguns lugares do mundo) para a construção de habitações. De uma multiplicidade de utilização, é a musa dos marceneiros, que de um robusto tronco podem criar uma verdadeira obra.

Não há qualquer dúvida que a madeira é um material resistente, mas quando se fala de resistência, o mote é dado ao metal.

De uma robustez inigualável, os metais dividem-se em várias vertentes. Nos metais temos o ferro, o alumínio, cobre, latão entre outros.

É obrigatória a sua utilização na construção civil e cada um dos tipos de metal identificado, reage de forma diferente. O ferro forjado enferruja com o tempo e se quer evitar esta reação, tem obrigatoriamente de iniciar a pintura com um primário específico (conversor de ferrugem) antes da pintura final. No entanto o alumínio é resistente e não se altera substancialmente mesmo sem ser envernizado.

Com o passar dos anos, o plástico impôs a sua originalidade. Pode ser colorido ou opaco, e no nosso dia a dia utilizamos os mais variados objetos deste material, dos mais variados feitios.

Resistentes a altas temperaturas, os plásticos ocupam lugares de destaque nas mais diversas utilidades.

E se temos por hábito dar água a uma criança num copo de plástico, nós adultos preferimos o vidro.

Considerado um sólido amorfo, o vidro é muitas vezes confundido com o cristal, ou pelo menos, uns quantos de nós já o tentou fazer. Inventado pelos Egípcios, este material pode ser utilizado em loiças, decoração e adornos, visto muitos pêndulos de colares são feitos de vidro colorido.

Portugal não escapou à indústria vidraceira, e temos na Marinha Grande a mais fantástica produção de vidro nacional.
Para diferentes tipos de artesãos, qualquer um destes materiais prima pela sua multiplicidade funcional. Quer para a construção civil, obras de arte, mobiliário, adereços ou para simples utilidades do dia a dia, estes materiais confundem-nos na hora de decidir.


Carla Horta

Título: Madeira, Plástico, Vidro ou Metal? Saiba o que são!

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 54

796 

Imagem por: Sean Hering Photography

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • SophiaSophia

    12-05-2014 às 04:44:22

    O mais interessante de todos esses itens são as suas funcionalidades e as várias formas de uso. Todos eles possuem a sua particularidade e se diferenciam em muitos aspectos, não sendo um melhor que o outro, mas eles se complementam na construção e realizam de forma eficaz de acordo com os objetivos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • priscila ferreira carli

    16-09-2012 às 16:05:34

    Tenho ulgumas perguntas para fazer que não consiguo encontra- las.

    O que sustenta um prédio? E de que material ele é feito? Justifique

    O que ficara quente quando encostar em um liquido quente, uma colher de plástico ou metal? Justifique

    O que é usado para fixar uma porta ao batente, mas que ainda permita que ela se movimente? De que material pode ser feito? Justifique

    ¬ Responder
  • saulo luiz dos santos batistasaulo luiz dos santos batista

    11-11-2009 às 12:10:14

    olá bom dia gostaria de faz*er uma pergunta vcs sabe como foi obritidos materiais como o vidro e o plastico

    por favor me envia a resposta OBRIGADO

    ¬ Responder
  • Anónimo SandroAnónimo Sandro

    10-04-2012 às 09:36:24

    você é noob ? vá ao google pato .

    ¬ Responder
  • rayannerayanne

    05-11-2009 às 22:30:47

    quero saber mais

    ¬ Responder

Comentários - Madeira, Plástico, Vidro ou Metal? Saiba o que são!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios