Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Barcos > Tipos de barcos

Tipos de barcos

Categoria: Barcos
Visitas: 4
Comentários: 2
Tipos de barcos

Bons barcos devem atender aos requisitos básicos de qualidade, durabilidade e segurança, e podem ser feitos de materiais diversificados e por distintos métodos de fabricação.

O processo Ply-Glass cria produto insuperável, rígido, com pouco peso e isolamento térmico adequado. Embora talhados em corte longitudinal e cascos poligonais, desenhos apropriados e construção caprichada, permitem que estes barcos sejam bastante atraentes. O revestimento de resina de vidro, sobre a madeira compensada, reduz a vulnerabilidade, e o difícil lixamento externo evita a deterioração da madeira. Mesmo usadas intensivamente, estas embarcações dispensam manutenção frequente e duram decênios, sem quaisquer sinais de envelhecimento.

Economia e rapidez na construção são características do método Strip-Planking, que produz barco forte e durável. O casco, feito em seções, recebe revestimento de ripas preparadas separadamente e emendadas até o tamanho pretendido. A colagem e saturação requerem atenções especiais, com aplicação de resina nos lados externo e interno do casco. Tecidos de vidro reforçam a estrutura e proporcionam mais proteção, elevando a vida útil do barco, requerendo raras manutenções.

Para barcos mais sofisticados, o processo Laminado Moldado é o mais indicado e se resume na colagem de camadas de tábuas finas, em direções distintas. As superfícies, recobertas com epoxy, têm o tecido de vidro como reforço. Dispensando-se a estrutura transversal, a espessura do casco é reforçada e aplica-se verniz no acabamento. Os resultados são produtos leves e resistentes, de uma beleza ímpar.

Os de recreação são fabricados, preferencialmente, com Fibra de Vidro, e são mais valorizados. Pelo alto custo da matriz, são feitos em série. Amadoristicamente, o casco é produzido a partir de um modelo precário, e a laminação sobre molde já protegido, torna a embarcação mais duradoura.

Quando destinados a competições e cruzeiros são construídos pelo método Sanduiche que utiliza espuma de P.V.C. ou Balsa no enchimento, e é indicado em processos profissionais. Suas embarcações são leves e robustas, com adequado isolamento tanto térmico, quanto acústico.

Na Europa, os barcos em aço são os preferidos, especialmente para cruzeiros de longo percurso. A matéria-prima é barata, fácil de encontrar e garante um produto especialmente forte. Em caso de avarias é reparado rapidamente em qualquer região e sua vulnerabilidade à corrosão tem sido reduzida com camadas de epoxy.

No Brasil, há projetos para se substituir o aço. Embora mais caro e trabalhoso para soldagem, o alumínio torna os barcos mais leves, menos propensos à corrosão e mais velozes. Perfeitos.


Hediene

Título: Tipos de barcos

Autor: Hediene Hediene (todos os textos)

Visitas: 4

799 

Imagem por: wili_hybrid

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    23-04-2014 às 17:22:05

    Muito importante conhecer os diferentes tipos de barcos, pois assim é possível escolher o que mais a agrada, quais são os mais rápidos, de qual material são feitos, se é para viagens longas ou curtas. A Rua Direita adorou seu texto, bom mesmo!

    ¬ Responder
  • Allan RobsAllan Robs

    17-12-2010 às 01:37:06

    me avise por email.
    estou procurando saber deste barco, tem na sua foto, esquerda direita os 2 modelos, quanto pra ficar no ancoradouro, autonomia de quanto estas coisas.
    grato

    ¬ Responder

Comentários - Tipos de barcos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: wili_hybrid

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios