Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Cesariana planeada - será a melhor opção?

Cesariana planeada - será a melhor opção?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Comentários: 1
Cesariana planeada - será a melhor opção?

A prática da cesariana verifica-se desde a Antiguidade, quando a intervenção se destinava exclusivamente a salvar o bebé. A partir do século XIX, e com a evolução da medicina, também se começou a salvar a vida da mãe, juntamente com a do filho. Era, pois, encarada como uma intervenção de último recurso. Atualmente, e após um grande progresso ao nível da anestesia e assepsia, a cesariana apresenta riscos mínimos e é considerada uma cirurgia segura.

Talvez seja por este motivo que muitas mulheres solicitam ao seu médico que o nascimento do seu filho se realize através de cesariana e não de parto normal. O medo da dor, do surgimento de complicações durante o trabalho de parto ou a necessidade de manter um estilo de vida com qualidade (já que muitas mulheres são mães entre os 35 e os 39 anos) conduz, efetivamente, bastantes mulheres a optarem por ter os seus filhos desta forma artificial. Será de salientar que, sempre que não exista recomendação médica, o parto por cesariana deverá ser posto de lado, já que os bebés que nascem na sequência destes revelam uma tendência acrescida para sofrerem de problemas respiratórios (como asma), glicémicos e de adaptação ao meio ambiente (por alguma razão se designa também o parto vaginal de parto natural).

Existem, no entanto, uma série de situações em que a cesariana é decretada de emergência ou é antecipadamente programada. Assim, no decorrer de um parto normal, face a problemas de dilatação, ao enrolamento do cordão umbilical em volta do pescoço do bebé ou à presença de sofrimento fetal (detetada através de um monitor que indica o ritmo dos batimentos cardíacos do bebé), o médico obstetra pode decidir terminar o parto mais rapidamente. Durante a gravidez, pode detetar-se má posição do feto (posição sentada ou transversal) ou impedimento físico por parte da mãe para a passagem do bebé através do canal vaginal (bacia estreita ou infeção vaginal). Quando houve cesariana anterior, o médico estudará o caso específico da sua paciente e aconselhará um parto normal ou por cesariana.

Para evitar ter de passar por uma cesariana que acaba por prejudicá-la a si – a recuperação é mais demorada, muitas instituições não permitem que o seu marido a acompanhe e ficará com uma cicatriz para o resto da vida – e ao bebé – possibilidade de existência de complicações respiratórias –, deverá cuidar de si durante a gravidez, evitando ganhar muito peso e, durante o parto, deverá manter-se em posição vertical, sentada ou de pé, posição que tornará as contrações mais fortes e eficazes, diminuindo o trabalho de parto.

Isabel Rodrigues

Título: Cesariana planeada - será a melhor opção?

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 0

711 

Imagem por: MeaganJean

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Sofia NunesSofia Nunes

    15-09-2012 às 20:51:48

    Como bem refere, a cesariana não é recomendada a menos que existam complicações que o exijam. Sei que nos países nórdicos a quase totalidade dos partos é natural, não existindo tanta possibilidade de escolha como entre nós. É um assunto delicado. Pessoalmente considero que essa decisão deve caber à mãe. Considero o momento do parto natural como algo bárbaro para a mulher e devemos poder escolher sofrer menos. O bem-estar da mãe também é importante.

    ¬ Responder

Comentários - Cesariana planeada - será a melhor opção?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Estratégia do arco-íris

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Serviços
Estratégia do arco-íris\"Rua
Pessoas comuns estão a descobrir novas estratégias que supostamente fazem dinheiro rápido. Mas, a verdade da questão é que, isso é quase impossível. Ao longo de sua jornada de negociação, vai experimentar algumas vitórias e derrotas. Então, vejamos uma das estratégias que irá produzir mais vitórias do que derrotas: a estratégia do arco-íris. Esta é uma estratégia muito poderosa que qualquer um pode utilizar, especialmente novatos lá fora. Se é novo no comércio de opções binárias e gostaria de ganhar dinheiro online, esta é a estratégia ideal para si.

A estratégia do arco-íris envolve um período de 6, 14 e 26 períodos, períodos de média móvel exponencial. Estes permitem filtrar os movimentos menores no mercado e dar-lhe uma visão clara da tendência.

O mercado está numa tendência alta quando o período de 6 EMA está no topo dos 14 períodos EMA e dos 26 períodos EMA. A tendência baixa ocorre quando as EMA cruzam-se. Agora, os 26 períodos EMA devem estar no topo da EMA de 14 períodos. Em tendências altas, os comerciantes devem concentrar-se principalmente em opções de compra.

Uma opção de compra pode ser acionada quando o preço para baixo remonta à EMA 14 e começa a mover-se para cima. Uma opção de venda pode ser acionada quando o preço refaz para cima, e os períodos EMA 14 começam a mover-se para baixo.

As vantagens desta estratégia é que muitos dos sinais são precisos e não requerem muita análise para fazer um bom negócio. Com a gestão de risco adequada, pode fazer desta a sua principal estratégia. Mas, antes de tomar essa decisão, saiba que existem algumas desvantagens. O preço às vezes pode ir além dos 14 períodos de EMA. Alguns comerciantes podem não saber como reagir a isso.

Além disso, mesmo se os mercados são tendências, ainda existe a possibilidade de dar sinais falsos, mas com a gestão de riscos aplicadas, esses sinais falsos não causam muito dano. Combinar esta estratégia com coisas como Fibonacci, linhas de tendência ou médias móveis podem ajudar a reduzir as chances de perdas.

Em geral, a estratégia do arco-íris é um grande indicador. Ele faz maravilhas nos mercados de tendências e é muito fácil de usar para os comerciantes de todos os níveis. No fim de contas, é apenas uma questão de fazer uma boa gestão de risco. É uma ótima estratégia para iniciantes começarem a usar e obterem vitórias, experiência e bastante dinheiro.

Pesquisar mais textos:

Jerónimo Diogo Magalhães

Título:Estratégia do arco-íris

Autor:Jerónimo Diogo Magalhães(todos os textos)

Imagem por: MeaganJean

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios