Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > O que leva os relacionamentos ao fracasso?

O que leva os relacionamentos ao fracasso?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 6
O que leva os relacionamentos ao fracasso?

Quando pensamos em relacionamentos amorosos nos tempos atuais, nos deparamos com uma realidade preocupante. No último levantamento divulgado pelo IBGE, os números de divórcios cresceram 36,8% de 2009 para 2010. Na contrapartida, há anos a revista Veja divulgou uma pesquisa que apresentava 90% dos jovens considerando um casamento feliz mais importante do que construir carreira e ter filhos. Então, se o objetivo do relacionamento é ficar junto da pessoa amada e serem felizes, o que acontece na trajetória dos relacionamentos que os leva ao fracasso?

Uma das respostas está na dificuldade de se estabelecer o diálogo com o companheiro. Não cito aqui as coisas cotidianas, mas sobre o que realmente impacta em um relacionamento. O simples fato de não falar sobre o que os incomodam ou da ausência de atitudes ou posturas que consideram importantes, pode levar a desgastes desnecessários.

Este tipo de situação pode ser ilustrado pela seguinte história: “Um casal tomava café no dia de suas bodas de ouro. A mulher passou a manteiga na casca do pão e o entregou para o marido, ficando com o miolo. Ela pensou ‘Sempre quis comer a melhor parte do pão, mas amo demais meu marido e, por cinqüenta anos, sempre lhe dei o miolo. Mas, hoje quis satisfazer meu desejo, acho justo que eu coma o miolo pelo menos uma vez na vida’. Para sua imediata surpresa, o rosto do marido abriu-se num sorriso sem fim e ele lhe disse: Muito obrigado por este presente, meu amor. Durante cinqüenta anos, sempre desejei comer a casca do pão, mas como você sempre gostou tanto dela, jamais ousei pedir”.

Quantas “pequenas” coisas deixamos de dizer, ou melhor, deixamos de dividir com a pessoa amada. Devemos pensar no diálogo como o ato de dividir nossos desejos, aspirações, medos, dificuldades, gostos e até os detalhes mais simples como dizer que gosta de comer o miolo do pão.

Para isso devemos abandonar os velhos hábitos e crenças que nos bloqueiam, dificultando o exercício do diálogo, como por exemplo: “Se eu disser que não gosto disso, ele não vai me amar”; “Se eu disse que não gosto, ele vai ficar de cara feia a noite toda”.

Como podemos ter uma relação plena e feliz, se não estamos sendo nós mesmos, se estamos abrindo mão das coisas que são importantes em nossas vidas. É importante salientar que um dos maiores segredos para o sucesso do relacionamento, é saber ceder, fazer concessões para que ambos possam ter suas necessidades atendidas. E, para que isso ocorra de maneira saudável, trazendo bons frutos, é imprescindível que exista o diálogo.

Outro aspecto fundamental, onde a grande maioria dos casais se perde é na forma de falar. Dizer “Não aguento seus atrasos, dá próxima vez se for atrasar é melhor nem vir” faz com que verbalizemos sobre algo que nos incomoda, porém, dificilmente conseguiremos estabelecer um diálogo amigável e tampouco solucionar a situação.

Ao verbalizarmos sobre as situações que nos incomodam, devemos sempre ter em mente o cuidado ao falar. Primeiro para não magoarmos e segundo para alcançarmos o nosso objetivo de encontrar uma solução para o ponto em questão, que seja satisfatória a ambos e assim, modificarmos a frase para algo parecido com: “Amor, gostaria de dividir algo com você. Sempre que você se atrasa, eu fico aqui na porta sozinha esperando, e você sabe o quanto é perigoso. O que você acha que podemos fazer para melhorar isso?”.

A partir deste ponto estará aberto o diálogo, onde ele explica os motivos para chegar atrasado e juntos procuram uma solução que melhor atenda as necessidades do momento.

Para se chegar ao diálogo de sucesso listo 5 dicas:

1. O diálogo é a melhor ferramenta para aliviar, sentimentos e emoções, pois ao dividi-los com a pessoa amada, tiramos o peso de nossas costas, por isso, faça um acordo com a seu companheiro(a), de dividirem ao invés de guardarem para si, seus sentimentos, expectativas, dúvidas, etc;
2. Seja honesto(a) e sincero(a);
3. Tenha o cuidado que a pessoa amada merece, escolhendo as palavras, a forma e o melhor momento para conversar;
4. A prática leva a perfeição, então exercite o diálogo;
5. Resolva as situações de conflito, sem passar nem uma noite com situações mal resolvidas. Não durmam brigados, para evitar que aquela sensação do momento comece a cicatrizar no coração.

Como tudo na vida, os resultados são melhores quando se faz com amor, portanto, coloque amor e carinho em cada palavra e gesto e tenha sempre como objetivo principal, fazer o parceiro(a) feliz, crescendo e aprendendo juntos.


Robson Zukurov

Título: O que leva os relacionamentos ao fracasso?

Autor: Robson Zukurov (todos os textos)

Visitas: 6

635 

Comentários - O que leva os relacionamentos ao fracasso?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Secretária em vidro

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Mobiliário
Secretária em vidro\"Rua
A maior parte das casas tem um escritório para fazer os trabalhos relativos Á profissão ou outros. È uma divisão extremamente necessária para as pessoas se recolherem a trabalhar. Por isso o escritório deve ser um local com conforto e agradável. O ambiente torna-se extremamente importante para o recolhimento necessário e a concentração que certos trabalhos exigem. Se não se tiver no local de trabalho tem de construir-se em casa.

Em todas as profissões é útil ter uma secretária para colocar um computador portátil. Livros e outros acessórios. É uma peça de mobiliário que não se dispensa de forma nenhuma. Desde sempre que foi indispensável na escola, no escritório, na empresa. A sua funcionalidade é como a do computador que praticamente não se dispensa. Para onde se vá leva-se o computador portátil a servir de complemento.

No que diz respeito à secretária ela exige um bom material e design bonito. E de facto há secretárias muito belas desde o seu modelo ao material e design. Por exemplo uma secretária em vidro fica muito bem num escritório amplo de uma vivenda ou numa empresa particular bem decorada. Pode colocar-se também num pequeno escritório de um apartamento ou numa sala especial e decorada a gosto. Há quem prefira ter uma secretária num espaço pequeno especificamente para trabalho. Deste modo concentra-se mais nele e não pensa no que tem para fazer em casa. Ou seja, dá mais prioridade ao que eventualmente tenha que fazer numa secretária. Para além de ajudar a decorar e embelezar o espaço onde se coloca dá um certo ar de charme e gramou num ambiente. Se este for decorado com objectos bonitos de decoração e uma estante para livros dá um ar mais intelectual ao ambiente. Deste modo mais propício para o recolhimento.

Não é por acaso que muita gente prefere o seu escritório para passar as horas que dispõe no seu quotidiano ou fins – de - semana. É um local propício a pensar mais nos projectos, no trabalho e nos encargos da vida. Deste modo cada divisão da casa tem uma funcionalidade diferente e um ar distinto dos restantes.

Não quer dizer que uma secretária em vidro não fique adaptada noutro local que não seja para o trabalho de estudantes ou outros, ela pode ainda adaptar-se para embelezar ou harmonizar espaços que estejam por preencher numa casa maior ou outro local. Sem dúvida que a secretária em vidro não vai deixar mal nenhum espaço onde se coloque.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Secretária em vidro

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    20-04-2014 às 15:52:38

    Fantástico texto! A Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios