Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Dicas para o casamento não entrar em rotina

Dicas para o casamento não entrar em rotina

Categoria: Outros
Comentários: 2
Dicas para o casamento não entrar em rotina

Sempre que se fala em rotina, estabelece-se uma relação negativa com a palavra como algo terrível, que não devesse jamais ocorrer. Entretanto, ao observarmos a vida, percebemos que ela é parte intrínseca e importante para qualquer ser. Atividades diárias como alimentação, repouso, trabalho e estudo, precisam de uma programação para funcionar. Querendo ou não, é imperioso cumprir horários e seguir roteiros, pois disso depende nossa segurança. Até mesmo nosso organismo obedece a um roteiro.
Todos os ciclos vitais, como sono, respiração, digestão e pulso, precisam operar com regularidade para garantir a saúde.

Então, vê a rotina como algo prejudicial é um engano, e tentar desestabilizá-la, trará complicações à própria vida. Necessitamos não acabar com a rotina, mas garantir que tenha equilíbrio e que seja saudável. Além da segurança, haverá harmonia e bem-estar.

Nos relacionamentos não é diferente. A rotina é necessária e será bem vinda para o equilíbrio do casal, se houver respeito, honestidade, amor, sensibilidade e bom humor.
O que deve e precisa ser evitada é a regularidade do estresse, das intrigas, dos desentendimentos, da falta de respeito ao espaço alheio. Se o dia-a-dia está se tornando cansativo para os dois, é porque a rotina que se vive é opressora. É hora de parar e avaliar o que está faltando ou excedendo, e reajustar as relações com o parceiro.

Reflexões e ajustes são sempre caminhos para a saída. Compreender como está a intimidade, os contatos sociais, a emotividade do casal, a vida financeira, os momentos de lazer, as decisões objetivas e subjetivas, o relacionamento com os filhos, se os tiver. Trocar de tarefas com o parceiro, equilibrar responsabilidades, partilhar receios e dificuldades, buscar soluções em conjunto, conhecer profundamente um ao outro é ponto de partida para buscar as transformações necessárias para retirar da rotina o estresse, para ser capaz de reinventar o cotidiano, e torná-lo prazeroso, com pitadas de novidades, arroubos de surpresas e sabor de aventura, como se cada gesto, contato ou atividade que se repete acontecesse pela primeira vez.

Considere que se há problema real, ele não está na rotina que se vive, mas no relacionamento. Não há diversidade que cure uma relação recalcada de feridas e cicatrizes. Mudanças profundas precisam acontecer no convívio, não apenas nos afazeres diários.

Você não pode fugir para sempre da rotina, mas pode dosá-la com muito amor. Acredite: isto fará toda a diferença.


Hediene

Título: Dicas para o casamento não entrar em rotina

Autor: Hediene Hediene (todos os textos)

Visitas: 0

692 

Imagem por: izzie_whizzie

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • sula

    21-11-2017 às 13:59:05

    oi bom dia! estou casada a oito meses des o comesso meu esposo e frio não me dar carinhos não me beija na boca e guando dar e um Celinho por que cobro dele!nunca me elogiaa e se sai comigo não pode passar uma mulher que ele não para de admira-la me disse um diaa que eu não tenho nada que ele procurava mais tenho tudo que ele precisa.na intimidades sou eu que tenho que ter iniciativas ele nunca toca meu corpo ou admira!mais admira mulher piriguetes que anda guase pelada e meninas novas eu tenho 40 mais me cuido tenho 1metro e 59 de altuta peso 53 kilos ele tem 52 anos mais não me passa segurança em momento algum que me ama!me ajude entender esse homem por favor?

    ¬ Responder
  • giani rosa dias pareiragiani rosa dias pareira

    25-10-2011 às 19:28:00

    Morro c/ minha sogra dormimos no mesmo quarto e estamos casados a 3 mêses e ja estamos em crise; não fazemos nada e quando estamos sozinhos também não acontece nada;a maioria das vezes o que faço me ajude!!!

    ¬ Responder

Comentários - Dicas para o casamento não entrar em rotina

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: izzie_whizzie

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios