Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Dinheiro soluciona problemas?

Dinheiro soluciona problemas?

Categoria: Outros
Visitas: 4
Comentários: 1
Dinheiro soluciona problemas?

Nesse mundo contemporâneo consumista e capitalista em que vivemos temos a forte tendência a pensar que somos o que temos, que valemos pelo que ostentamos ou, ainda, que dinheiro resolve tudo. Para muitos, a falta de dinheiro é sinônimo de infelicidade. Os males da sociedade estão em se pensar e tentar ser o que não se é. As pessoas valem pelo que elas têm a oferecer para as outras e não pelo que elas acumulam para elas próprias. A ideia de que dinheiro e bens solucionam problemas é equivocada. Dinheiro e bens são necessários, é hipocrisia negar isso, mas não devem constituir-se na mola propulsora das atitudes que temos.  O que adquirimos ao longo do tempo e com nosso esforço e trabalho é digno de ser nosso, devendo ser uma consequência do que somos e de como agimos desde que saibamos valorizar nossas conquistar sem esquecer dos outros ao nosso redor.

Há valores que precisam ser revistos e re-elaborados. A aquisição de bens e produtos que não serve para proporcionar uma melhor qualidade de vida, mas sim para ostentar um status ou uma ideia de superioridade sobre as demais pessoas, precisa ser modificada. Hoje em dia o pensamento de muitos é que é mais válido e importante se ter dinheiro, e possibilidade de desfrutar exorbitantemente do valor acumulado, do que investir na aquisição de conhecimento e na formação pessoal e profissional. O que acontece hoje é que muitos têm uma visão de curto prazo. Não conseguem prever o dia de amanhã, preocupando-se em gastar no dia de hoje, sem elaborar e planejar um futuro para si e para os outros ao seu entorno.

Quem só pensa em acumular dinheiro pensando que ele pode resolver tudo, acaba perdendo os melhores momentos da vida e talvez, quando resolver desfrutar desses momentos, possa ser tarde demais ou mais difícil. Já aqueles que valorizam os gastos elevados e ostentam aquisições desnecessárias, podem se deparar futuramente com situações de desespero, ocasionadas pela falta do tão valorizado dinheiro. Obviamente precisamos dos valores financeiros para sobreviver e também temos direito a proporcionarmo-nos aquisições materiais necessárias e outras não tão essenciais assim. O que não devemos fazer é pensar e agir como se fosse o dinheiro o sujeito responsável pela construção do nosso eu. Pelo contrário, é o valor financeiro que deve ser subjugado a nós.

Quando usamos parte do nosso dinheiro com o objetivo de crescermos como pessoas, adquirindo conhecimento e experiência, conquistando espaço por meio de investimentos e empreendimentos pessoais, estamos fazendo bom uso do valor comercial. Nesse caso o dinheiro será o responsável por garantir uma vida mais calma e segura. É provável que se passe por dificuldades e que barreiras se apresentem, mas se terá suporte para superar os obstáculos com sabedoria.

Portanto, para solucionar de fato os problemas, não podemos depositar no dinheiro nossas expectativas de resolução. Devem ser pensadas alternativas viáveis para a resolução de problemas na falta das notas. Dinheiro ajuda a viver melhor, mas está longe de resolver todas as questões humanas.


Rosana Fernandes

Título: Dinheiro soluciona problemas?

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 4

726 

Imagem por: NeoGaboX

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Luiz Guilherme Prats

    24-11-2013 às 11:30:56

    Pessoas que dão importância excessiva ao dinheiro, são vis e de caráter duvidoso. Tudo para elas é quantificável e medido por sonante moeda.
    Eles tendem a ver os demais da mesma forma como veem a si mesmos; com os mesmos valores distorcidos.
    Como não fazem bom juízo de si e dos outros, vivem em permanente insatisfação e mal-disfarçada guerra contra os demais. Nesta categoria achamos muitos cafajestes e babacas.

    ¬ Responder

Comentários - Dinheiro soluciona problemas?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Imagem por: NeoGaboX

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios