Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Capuchinho Vermelho

Capuchinho Vermelho

Categoria: Literatura
Visitas: 4
Comentários: 13
Capuchinho Vermelho

Era uma vez, uma menina muito doce e meiguinha, bastante curiosa e divertida… Era uma vez as histórias que nos encantavam na infância e que nos davam verdadeiras lições do certo e do errado.

Na nossa infância fomos banhados permanentemente por histórias de encantar e de aprender e a história do Capuchinho Vermelho é exemplo disso.

A história de uma menina muito obediente e bondosa, que devido à curiosidade própria da infância e da traquinice que nos acompanha na infância, se vê embrulhada numa pequena grande aventura que coloca a sua vida e a da sua avó em risco.

Sempre acompanhada pela sua capa vermelho vivo e da sua cestinha de verga, a Capuchinho Vermelho sai pela floresta com um revigorado lanchezinho para a avó que está doente. Antes de sair de casa é avisada pela mãe que não deve seguir caminho pela floresta mais profunda, pois, independentemente dos animais maravilhosos que ali poderá encontrar, é exactamente naquele local que o lobo mau costuma aparecer.

Sempre curiosa e desperta por conhecer novos animaizinhos da floresta, a Capuchinho Vermelho aventura-se pela floresta dentro sem ligar pouca importância às recomendações da sábia mãe. Ali, encontra o lobo mau que descobre que a avó da Capuchinho está doente e que a pequena da casa da velhota vai a caminho para lhe levar o lanche.

Sai o lobo então a correr para ocupar o lugar da avozinha e enganar a Capuchinho Vermelho. Perante esta situação, a Capuchinho treme de medo quando reconhece que quem se encontra na cama da avozinha é o lobo mau que a quer comer.

A celebre frase de – “É para te comer” é ainda hoje lembrada por todos nós e quando contamos esta história cheia de sabedoria e aprendizagem aos mais pequenos, esta frase salta à vista e damos-lhe todo o ênfase.

A história ensina os mais pequenos que a curiosidade leva à desobediência, e essa, pode colocar-nos na maior parte das vezes em algumas aventuras menos engraçadas.

Mas se já aqui, de forma muito reduzida explicámos a história da Capuchinho Vermelho e traduzimos a moral da mesma, não se esqueça de contar o resto da história, até porque acaba bem. O mais importante, e mais ainda se a criança for pequenina é que o caçador acabou por salvar a avozinha e a Capuchinho Vermelho, quando estas já estavam na barriga do lobo mau. Não assuste as crianças, mas o melhor é mostrar bem a moral que esta história nos ensina.


Carla Horta

Título: Capuchinho Vermelho

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 4

795 

Imagem por: mydearDelilah

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 13 )    recentes

  • SophiaSophia

    09-05-2014 às 17:45:59

    As crianças aprendem de maneira diferente dos adultos. Alcançar seu coração, com certeza, é um grande desafio e muito enriquecedor.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Ruben GonçalvesRuben Gonçalves

    07-10-2012 às 03:25:49

    O mais importante em histórias deste género é efetivamente que as crianças percebam a moral e foi isso que as tornou tão conhecidas em todo o mundo. Contar uma história a uma criança é sem dúvida uma forma eficaz de a fazer perceber determinada situação.

    ¬ Responder
  • Ruben GonçalvesRuben Gonçalves

    07-10-2012 às 03:25:38

    Algumas histórias da nossa infância e até mesmo músicas, foram adaptadas aos dias de hoje. Os ajustes estão maioritariamente nos momentos considerados menos adequados a crianças, seja pelo seu carácter violento ou pouco didático. No caso do Capuchinho Vermelho o lobo já não come as personagens, tal como o monstro das bolachas deixou de comer bolachas da forma que conhecemos.

    ¬ Responder
  • Ruben GonçalvesRuben Gonçalves

    07-10-2012 às 03:25:25

    Uma história intemporal, todos nós já ouvimos a história do Capuchinho Vermelho, os nossos pais já tinham ouvido, os nossos avós também e por ai fora até uma grande série de gerações anteriores. O mais interessante é que os nossos filhos continuam a ouvi-la e embora todas as mudanças que tenham ocorrido no mundo das histórias e animação continuam a existir novas versões dessa história.

    ¬ Responder
  • Anne TeixeiraAnne Teixeira

    05-10-2012 às 17:09:39

    Adorava histórias quando criança. Todo tipo de livro me encantava. Até hoje me sinto assim, mas com diferentes estilos de livros.Lembro que uma vez li Chapeuzinho Amarelo... uma espécie de releitura do Vermelho, mas confesso que não lembro absolutamente nada da história, pois a da Chapeuzinho Vermelho ocupou um espaço maior na minha cabeça. Hoje em dia leio para meu sobrinho sempre que posso. No futuro para meus filhos, quem sabe.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    04-10-2012 às 09:17:12

    Está é uma história que todos conhecem, novos e velhos.A história do Capuchinho vermelho é contada de pais para filhos, avós para netos desde há muito tempo, ficando na memória de todos os que a ouvem e contam, posteriormente.Ela é, sem dúvida uma história de encantar, que passa de geração em geração.

    ¬ Responder
  • Cristina SousaCristina Sousa

    02-10-2012 às 19:09:49

    É uma história infantil muito bonita e de encantar que ainda hoje é lembrada, pois faz parte do imaginário de todas as pessoas. História ainda hoje escolhida para peças de teatro infantil, tornando-se por isso, intemporal. É uma história que fala da bondade das crianças.

    ¬ Responder
  • Daiany Nascimento

    01-10-2012 às 19:24:27

    As histórias infantis não encantam somente as crianças, mas também os adultos que sabem enxergar a beleza por de trás de tais histórias. Chapeuzinho Vermelho, nome mais conhecido aqui no Brasil, é sem dúvidas um dos mais famosos e criativos contos infantis. História que já ganhou diversas adaptações, em desenhos animados, filmes e no teatro. Toda criança adora ouvir a história da pequena chapeuzinho vermelho, que envolve medo, aventura e muitas descobertas para os pequenos.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    30-09-2012 às 21:39:32

    Aqui no Brasil mais conhecido como Chapéuzinho Vermelho,essa história é realmente um grande clássico da literatura infantil, recebendo várias versões para o cinema e desenhos animados.Impossível quem quando criança não tenha ouvido alguém contar ou visto na tv ou lido em livros a história da doce garota de chapéu vermelho que leva doces para a vovózinha e no caminho encontra o lobo mau é clássica e faz parte da infancia de todas as crianças.

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    26-09-2012 às 02:52:09

    Essa é uma das histórias infantis mais conhecidas no mundo inteiro.Não existe pessoa que tenha passado pela infância sem saber dessa história.Muito menos existiu criança que nunca tenha tido medo do lobo mau.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    25-09-2012 às 14:05:51

    O Capuchinho vermelho é uma história de encantar!. Todos ouviram a história e gostaram de certeza.A hoistória da avózinha, da neta e do labo mau ainda hoje perdura nas mentes não só das crianças como dos adultos.de fato, os que hoje contam a história aos filhos, já a ouviram outrora aos seus pais e vice versa.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSofia Nunes

    11-09-2012 às 12:26:15

    Aquilo que me fascina em Capuchinho Vermelho em particular e nos contos maravilhosos em geral, é a sua pluralidade de significados. Afinal, os contos de Capuchinho Vermelho, da Bela Adormecida e de Hansel e Gretel, entre dezenas de outros, não eram originalmente história para crianças. Eram, pelo contrário, histórias pejadas de sangue, violência e canibalismo, que foram transformadas para crianças sem, no entanto, perderem os seus verdadeiros significados para bom entendedor.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    10-09-2012 às 14:21:35

    O seu texto conta a história do Capuchinho Vermelho de forma deliciosa. Faz-me recordar a infância e os livros cheios de cor com ilustrações de belíssimas do lobo na cama da avozinha com a toca desta na cabeça, e o Capuchinho Vermelho assustado a olhar para o lobo mau. Eu adorei recordar esta história, se assim não fosse provavelmente ficaria uns bons tempos sem a ouvir. Parabéns pelo texto e pelo tema, mesmo.

    ¬ Responder

Comentários - Capuchinho Vermelho

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: mydearDelilah

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios