Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Antiguidades > Antiguidades sempre na moda

Antiguidades sempre na moda

Categoria: Antiguidades
Visitas: 8
Antiguidades sempre na moda

Desde sempre que o homem se interessou em preservar lindas peças antigas. Isto deve-se não só ao valor afectivo que elas representam bem como ao valor monetário que por vezes é muito alto. Ou seja, as peças deixadas pelos nossos avós representam lembranças que devem ser acarinhadas e tratadas com gosto. Deste modo é conveniente restaurá-las se elas já não estiverem muito novas.

Há casas próprias para o efeito assim como tintas, vernizes apropriados para fazer delas lindas peças valiosas.O que parece velho e em mau estado pode ser aproveitado para decorar e embelezar estantes, salas, quartos ou um bonito escritório. Tudo é possível de restaurar e por como novo desde um livro, candeeiro, mesa, relógio, medalhas, cadeiras, caixas, arcas etc.

Algumas são muito adequadas para coleccionar tais como os relógios de bolso, medalhas antigas, moedas, selos, jóias, tapeçarias etc. Estas antiguidades ficam sempre bem nalguma divisão para o efeito, numa estante ou prateleira ou num armário, louceiro ou vitrina. Há quem goste mesmo de as colocar e iluminar num móvel próprio conservando-as com carinho.

É sempre bom verem-se num escritório por exemplo um quadro antigo com fotografia dos entes queridos, uma moldura ou um quadro pintado. O mesmo se pode dizer relativamente a mobiliário quer seja de madeira ou outro material. Ficam bem as mesas, cadeiras, armários e estantes. Para embelezar estas convêm recheá-las com livros, especialmente encadernados com uma capa bonita.

As enciclopédias e outros ficam perfeitos numa sala ou escritório e podem misturar-se com as mobílias modernas. Desde que combinadas ficam sempre bem. As cadeiras podem ser estofadas tal como os maples antigos. Pode complementar-se este arranjo com almofadas da época ou não. Há também utensílios que se podem colocar como talheres, objectos em madeira, cerâmica ou vidro. Coleccionar as moedas e relógios é uma óptima solução para preservá-las.

Ficam sempre bem em casa ou num escritório desde que envoltas num estojo próprio com plástico e visíveis. Elas evidenciam determinadas épocas e possuem um valor de estima e histórico. Cada época tem suas moedas e selos diferenciados de modo que guardá-los pode ser valioso. Há pessoas que inclusive se dedicam unicamente a restaurar e vender objectos antigos o que se torna útil para preservar objectos de estimação. Tudo é possível de restaurar e colocar à venda em caso de necessidade. Desde azulejos, vidros, cerâmicas, tapetes, a mobiliário de todos os tipos. E, há sempre um canto onde colocá-los para quem não quer desfazer-se deles.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Antiguidades sempre na moda

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 8

763 

Imagem por: pedrosimoes7

Comentários - Antiguidades sempre na moda

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: pedrosimoes7

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios