Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Um Manuscrito antigo que hoje revelo-”Fenómenos da Natureza”

Um Manuscrito antigo que hoje revelo-”Fenómenos da Natureza”

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Literatura
Um Manuscrito antigo que hoje revelo-”Fenómenos da Natureza”

É perante uma noite de luar que eu hoje escrevo, tal foi a impressão que esta me deixou durante anos. Neste momento observo uma fascinante lua cheia muito redondinha, num céu preto muito escuro, sendo que a única luz provém desta circunferência.

Na imensidão negra, de repente, pequenas pontinhas brilhantes aparecem sorridentes acenando para baixo como que nos lembrando que também existem. Em seguida, mais e mais estrelas aperecem sabe-se lá de onde, para num belo ritual se juntarem à lua para conferenciar sobre a noite seguinte.

Mais tarde, pela noite dentro, surge uma sombra ocultando metade da nossa velha amiga.
Depois outra nuvem se junta á primeira e, por momentos, o famoso luar desaparece. É noite cerrada. Não se vê um palmo diante do nariz.

Permanesse assim uma boa meia hora. Depois, a nossa amiga espreita de novo. Redonda que nem uma bolacha apetitosa, disfarça e recolhece-se novamente. Sendo que volta a formar-se uma imensa cortina escura.

É quase manhã. Apesar da noite cerrada já se ouve o cocoricó do galo. Lentamente começa a clarear, embora a nossa velha amiga continue muito serena no seu lugar mostrando que enquanto o sol não nascer, permanecerá ali.

Então a escuridão desaparece, dando lugar a uma claridade tão imensa que nos encadeia. Da lua já não há sinal.

Agora é a vez do sol. De mansinho espreita o céu, mostrando a sua capacidade de encher o mundo de cores e aquecendo alguns de nós. E digo alguns de nós, visto nem todos se levantarem cedo para observar com gosto este fenómeno belo e espetacular que a natureza nos oferece dia após dia.

O tempo não para. E já passou mais um dia. O sol como que sentindo uma certa mágoa, prepara-se para dizer adeus. Mais uma vez é possível notar um incrível cenário. O céu enche-se de tons tão quentes que parece que vai pegar fogo a qualquer momento. O vermelho, o amarelo e o laranja juntam-se num só tom fascinando-nos com a sua beleza.

Até que, por fim, a nossa velha, bela e luminosa amiga, a lua, volta a lembrar que existe e impõe-se para ficar mais uma noite.

Este é o ciclo da vida. Todos os dias vemos o dia nascer. Todas as noites vemos viltar o luar. É um hábito imutável. E ainda bem. Já pensaram como seria triste o rompimento desta belíssima rotina? E se fosse o contrário? Se não existissem seres vivos, valeria a pena o esforço do sol e da lua em se evidenciar em cada dia e em cada noite? Pensem nisso!

Manuscrito criado dia 26/10/2007 e revelado agora.
Por Jovita Capitão


Jovita Capitão

Título: Um Manuscrito antigo que hoje revelo-”Fenómenos da Natureza”

Autor: Jovita Capitão (todos os textos)

Visitas: 0

605 

Comentários - Um Manuscrito antigo que hoje revelo-”Fenómenos da Natureza”

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios