Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Maquiagem permanente ou definitiva

Maquiagem permanente ou definitiva

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Beleza
Visitas: 2
Comentários: 15
Maquiagem permanente ou definitiva

Feita a partir do princípio da tatuagem (semi-tatuagem), este tipo de maquiagem vai além da estética embora ajude também nesta área, atuando principalmente na construção da autoestima feminina, realçando os traços, os deixando mais marcantes  ou corrigindo imperfeições.

Apesar do nome, não dura a vida toda, pois é necessário fazer retoques pelo menos de cinco em cinco anos para repor pigmentos, como na tatuagem convencional. O tempo certo vai depender da pele da cliente, pois algumas absorvem mais os pigmentos, enquanto outras não.

Existem dois tipos de maquiagem definitiva:

-MICROPIGMENTAÇÃO, utilizada nos casos em que se queira apenas melhorar a expressão, fazendo contornos de olhos, sobrancelhas e lábios ou ainda disfarçar algumas imperfeições na pele, normalmente em locais visíveis. É o tipo de maquiagem para quem quer acordar praticamente pronta para sair!

Antes do procedimento, o profissional deve fazer um desenho no rosto da cliente com maquiagem removível para garantir um contorno natural e para a pré-aprovação da cliente, pois se ela não gostar do resultado, os pigmentos introduzidos na maquiagem definitiva somente poderão ser retirados através de sessões de laser.

-DERMOPIGMENTAÇÃO, utilizada na correção (camuflagem) de estrias, cicatrizes provenientes de cortes e queimaduras, na reparação de manchas decorrentes de doenças como o vitiligo, na reconstrução do mamilo após cirurgias e onde mais for necessário.

A pigmentação é feita por um aparelho chamado dermógrafo. O profissional vai introduzindo os pigmentos na derme até que se chegue ao resultado esperado. Dependendo da região do corpo, as sessões podem durar de uma a duas horas e meia. A cliente deve retornar em 30 ou 45 dias para fazer, se necessário, um retoque.

É importante, antes da maquiagem definitiva, fazer um teste alérgico: aplicar o pigmento num pontinho em outra área do corpo (não visível) e aguardar pelo menos quarenta e oito horas.

Também existe todo um processo de cuidados pós-aplicação, que podem durar de sete a dez dias: não pegar sol, não molhar o local nos primeiros três dias, além da aplicação de uma pomada cicatrizante.

Mas o que difere a maquiagem definitiva da tatuagem? Enquanto a tatuagem é feita com pigmentos fortes, de outra origem, que penetra profundamente na pele (terceira camada), a maquiagem definitiva é feita com pigmentos suaves aplicados até a segunda camada da pele.

Se está seriamente decidida a fazer a maquiagem definitiva, confira se o local onde a fará é limpo, se a agulha é descartável e se o profissional é habilitado.


Rosana Pegoraro

Título: Maquiagem permanente ou definitiva

Autor: Rosana Pegoraro (todos os textos)

Visitas: 2

784 

Imagem por: jepoycamboy

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 15 )    recentes

  • SophiaSophia

    17-06-2014 às 07:17:51

    Gosto da maquiagem natural. Não sei se teria coragem de fazer uma maquiagem permanente, acho muito artificial.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • lea

    25-04-2013 às 16:18:05

    gostaria de saber se faz aqui em lisboa-portugal ,pois gostaria de fazer sombrancelhas e cilios...

    ¬ Responder
  • Anne TeixeiraAnne Teixeira

    04-10-2012 às 02:09:05

    Gente, alguém já fez isso? A esposa do meu primo é dona de um salão e ela disse que faz muito sucesso a técnica.Mas acho meio artificial...Tá certo que se pudesse fazer cílios eu iria agradecer pro resto da vida, pois amo rímel.Assim como a depilação a laser ainda acho caro.Se alguém já fez e gostou do resultado para cílios poderia me contar como foi?

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    03-10-2012 às 21:37:40

    Uma grande vantagem da maquiagem permanente ou definitiva é que a mulher já acorda bonita e maquiada rs.Economiza um grande tempo que a mulher perderia se tivesse que se maquiar manualmente.Porém e se a mulher fizer a maquiagem permanente e depois descobrir que não gostou do resultado?Creio que não é tão fácil assim retirar pois é uma espécie de tatuagem, por isso deve-se pensar bem antes de fazer.

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    30-09-2012 às 06:06:15

    Você pode observar que as mulheres ficam mais atraentes quando maquiadas. Fazendo o teste você vê como há uma diferença grande quando maquiadas e quando não. Os tipos de maquiagens são variadas, você pode usar de todas as formas e com um especial brilho sem igual. Realmente adoro! As definitivas ou permanentes não me agrada muito, seria algo que eu não utilizaria de forma alguma. Mas, gosto é gosto e não se discute jamais.

    ¬ Responder
  • Cristina SousaCristina Sousa

    29-09-2012 às 14:17:22

    Eu nunca faria uma maquiagem permanente, pois para cada ocasião da nossa vida e tipo de maquiagem varia. No dia a dia para o trabalho devesse optar por um visual discreto, onde a maquiagem deve ser a mais simples possível. No entanto, para uma festa noturna, a par com o vestuário, a maquiagem deve ser mais sofisticada, brincando até com as cores, de modo a realçar os olhos ou os lábios.

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    29-09-2012 às 07:53:27

    Você pode observar que as mulheres ficam mais atraentes quando maquiadas. Fazendo o teste você vê como há uma diferença grande quando maquiadas e quando não. Os tipos de maquiagens são variadas, você pode usar de todas as formas e com um especial brilho sem igual. Realmente adoro! As definitivas ou permanentes não me agrada muito, seria algo que eu não utilizaria de forma alguma. Mas, gosto é gosto e não se discute jamais.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    27-09-2012 às 17:29:20

    Pensei que ao se fazer a maquiagem definitiva o resultado seria para sempre e não precisaria nunca mais refazer,apesar que refazer a maquiagem a cada 5 anos é bem melhor que ter que se maquiar todos os dias.Artigo muito instrutivo e útil para aquelas mulheres que pretendem fazer a maquiagem definitiva eliminando o trabalho cansativo de se maquiarem toda hora,apesar do custo creio que vale a pena

    ¬ Responder
  • Lucas SouzaLucas Souza

    26-09-2012 às 10:48:39

    Bem interessante a opção de maquiagens permanentes. Acho que isso pode ser a salvação para muitas mulheres que não se satisfazem com seu rosto e pensam em cirurgias plásticas (nos casos simples), pois realçar alguns pontos do rosto pode dar uma aparência nova para elas. Mas, o fato de ser permanente pode ser também um fardo a carregar, pois será sempre aquilo. Por isso acredito que é muito legal, mas deve pensar antes de fazer.

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    26-09-2012 às 03:12:57

    Depende do estilo da pessoa.Se a pessoa for mais prática e tiver um dia a dia mais corrido,acho que a maquiagem definitiva é sem dúvidas a melhor das opções.Em caso contrário,não vejo necessidade.

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    24-09-2012 às 15:04:41

    As maquiagens foram feitas para dar uma beleza maior às mulheres. Confesso que não gosto daqueles estilos artificiais, onde de cara você nota que tá estranho o seu rosto. Prefiro as maquiagens normais, em que você as utiliza e depois tira com um removedor. Essas permanentes ou definitivas podem até ficarem legais, bonitas, mas não sei se eu iria gostar não. Tenho que experimentar para ver se me agrado. Graças a Deus que elas existem.

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    23-09-2012 às 21:41:25

    Há quem julgue que a maquilhagem permanente é o mesmo que tatuar, mas as diferenças são substanciais. A tatuagem atinge a pele de forma mais profunda e a maquilhagem permanente de forma mais superficial. Enquanto que uma tatuagem nem sempre precisa de ser retocada, o mesmo não acontece com a maquilhagem permanente.

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    23-09-2012 às 00:46:14

    Sou muito a favor de maquiagem definitiva.Sou prática e gosto de coisas rápidas,prontas e semi-prontas.Eu gostaria de fazer uma maquiagem definitiva em mim.Acho que se economiza tempo na hora de se arrumar para sair.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    14-09-2012 às 14:23:49

    Recentemente vi um programa televisivo sobre tatuagens que abordava também a maquilhagem definitiva. Considero que seja útil para muitas mulheres, especialmente na zona das sobrancelhas. De facto, com as depilações constantes, seja com pinça ou cera, a tendência é para que os pêlos nesta zona fiquem enfraquecidos. Neste sentido, a maquilhagem permanente pode ser uma solução viável e a custo acessível, deixando a mulher de necessitar de colorir esta zona diariamente com lápis de sobrancelhas.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    12-09-2012 às 17:08:07

    eu desconhecia por completo a maquilhagem definitiva. e não posso acreditar que alguma mulher faça isso de ânimo leve. ainda bem que não dura avida toda, pois tenho a certeza que a mulher não sabe lidar com uma maquilhagem permanente. que horror. estou chocada, mesmo. o mundo da beleza está mesmo a enlouquecer. qual é o limite? se antes, agora já não sei. parabéns pelo tema. deve ser desconhecido de muitas mulheres, eu espero.

    ¬ Responder

Comentários - Maquiagem permanente ou definitiva

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Ex-Machina e a máxima: cuidado ao mexer com os robôs.

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: DVD Filmes
Ex-Machina e a máxima: cuidado ao mexer com os robôs.\"Rua
Este texto irá falar sobre o filme Ex_Machina, nele podem e vão ocorrer Spoillers, então se ainda não viram o filme, vejam e voltem depois para lê-lo.

Impressões iniciais:

Ponto para o filme. Já que pela sinopse baixei a expectativa ao imaginar que era apenas mais um filme de robôs com complexo de Pinóquio, mas evidentemente que é muito mais que isso.

Desde as primeiras cenas é possível perceber que o filme tem algo de especial, pois não vemos uma cena de abertura com nenhuma perseguição, explosão ou ação sem propósito, típica em filmes hollywoodianos.
Mais um ponto, pois no geral o filme prende mais nos diálogos cerebrais do que na história em si, e isso é impressionante para o primeiro filme, como diretor, de Alex Garland (também roteirista do filme). O filme se mostrou eficiente em criar um ambiente de suspense, em um enredo, aparentemente sem vilões ou perigos, que prende o espectador.

Entrando um pouco no enredo, não é difícil imaginar que tem alguma coisa errada com Nathan Bateman (Oscar Isaac), que é o criador do android Ava (Alicia Vikander), pois ele vive isolado, está trabalhando num projeto de Inteligência Artificial secreto e quando o personagem orelha, Caleb Smith (Domhnall Gleeson), é introduzido no seu ambiente, o espectador fica esperando que em algum momento ele (Nathan) se mostrará como vilão. No entanto isso ocorre de uma forma bastante interessante no filme, logo chegaremos nela.

Falando um pouco da estética do filme, ponto para ele de novo, pois evita a grande cidade (comum nos filmes de FC) como foco e se concentra mais na casa de Nathan, que fica nas montanhas cercadas de florestas e bastante isolado. Logo de cara já é possível perceber que a estética foi pensada para ser lembrada, e não apenas um detalhe no filme. A pesar do ambiente ser isolado era preciso demonstras que os personagens estão em um mundo modernizado, por isso o cineasta opta por ousar na arquitetura da casa de Nathan.

A casa é nesses moldes novos onde a construção se mistura com o ambiente envolta. Usando artifícios como espelhos, muitas paredes de vidro, estruturas de madeira e rochas, dando a impressão de camuflagem para a mesma, coisa que os ambientalistas julgam favorável à natureza. Por dentro se pode ver de forma realista como podem ser as smart-house, não tenho certeza se o termo existe, mas cabe nesse exemplo. As paredes internas são cobertas com fibra ótica e trocam de cor, um efeito que além de estético ajuda a criar climas de suspense, pois há momentos onde ocorrem quedas de energia, então fica tudo vermelho e trancado.

O papel de Caleb á ajudar Nathan a testar a IA de AVA, mas com o desenrolar da história Nathan revela que o verdadeiro teste está em saber se Ava é capaz de “usar”, ou “se aproveitar” de Caleb, que se demonstra ser uma pessoa boa.

Caleb é o típico nerd introvertido, programador, sem amigos, sem família e sem namorada. Nathan também representa a evolução do nerd. O nerd nos dias de hoje. Por fora o cara é careca, barbudão com uns traços orientais (traços indianos, pois a Índia também fica no Oriente), bebê bastante e ao mesmo tempo malha e mantém uma dieta saudável pra compensar. E por dentro é um gênio da programação que criou, o google, o BlueBook, que é um sistema de busca muito eficiente.

Destaque para um diálogo sobre o BlueBook, onde Nathan fala para Caleb:
“Sabe, meus concorrentes estavam tão obcecados em sugar e ganhar dinheiro por meio de compras e mídia social. Achavam que ferramenta de pesquisa mapeava O QUE as pessoas pensavam. Mas na verdade eles eram um mapa de COMO as pessoas pensavam”.

Impulso. Resposta. Fluido. Imperfeição. Padronização. Caótico.

A questão filosófica vai além disso esbarrando no conceito de “vontade de potência”, de Nietzche, mas sobre isso não irei falar aqui, pois já há textos muito bons por aí.

Tem outra coisa que o filme me lembrou, que eu não sei se é referência ou se foi ocasional, mas o local onde Ava está presa e a forma como ela fica deitada num divã, e questiona se Caleb a observa por detrás das câmeras, lembra o filme “A pele que habito” de Almodóvar, um outro filme excelente que algum dia falarei por aqui.

Talvez seja uma versão “O endoesqueleto de metal e silicone que habito”, ou “O cérebro positrônico azul que habito”, mesmo assim não podia deixar de citar a cena por que é muito interessante.

Pesquisar mais textos:

Jhon Erik Voese

Título:Ex-Machina e a máxima: cuidado ao mexer com os robôs.

Autor:Jhon Erik Voese(todos os textos)

Imagem por: jepoycamboy

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Suassuna 11-09-2015 às 02:03:47

    Gostei do texto, irei conferir o filme.

    ¬ Responder
  • Jhon Erik VoeseJhon Erik Voese

    15-09-2015 às 15:51:02

    Que bom, obrigado! Espero que goste do filme também!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios