Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Como fazer frango grelhado com patê de picles

Como fazer frango grelhado com patê de picles

Categoria: Alimentação
Visitas: 2
Comentários: 1
Como fazer frango grelhado com patê de picles

Como fazer frango grelhado com patê de picles

Frango grelhado é um prato muito gostoso, e com picles então, fica ainda melhor. Às vezes você está retornando do trabalho e se lembra que logo mais à noite receberá convidados para o jantar, mas o tempo está curto. E agora? O mais correto seria, antes de chegar em casa, passar num supermercado para comprar filés de peito de frango, picles em conserva e os ingredientes da receita ensinada aqui. Pronto! O prato será um grelhado com patê de picles. Leve para se comer à noite. O acompanhamento pode se aquele arroz branquinho com uma salada “esperta”, ou seja, bastante variada.

Mas, agora, imagine outra situação: você está apaixonado (a) por alguém muito especial, porém, não tem aquela experiência na cozinha. Não se preocupe, pois com esta receita a conquista estará garantida. Afinal, o estômago de muita gente é o calcanhar de Aquiles, entendeu? Cozinhar é como tocar um instrumento, quanto mais se pratica, mais harmonioso e agradável é o som.

No entanto, uma nota errada aqui outra ali é comparável ao ingrediente que não combinará com determinado prato. E, certamente, o resultado final não será satisfatório. Música é arte, e culinária também. Você é o anfitrião e o artista, os convidados, a platéia para aplaudi-lo após saborear uma deliciosa refeição preparada por ti. Metáforas à parte, vamos ao que interessa.

Ingredientes
2 xícaras: picles (sem a água da conserva)
4 colheres de sopa: maionese
4 colheres de sopa: requeijão cremoso
4 colheres de sopa: creme de leite sem soro
2 dentes de alho (ou mais, se preferir)
1 cebola de cabeça
1 colher de chá: pimenta do reino branco
Sal a gosto (não esquecer que os picles já possui sal)
2 colheres: cheiro verde (salsa, coentro, cebolinha)
1 colher de gergelim (decoração do patê de picles)
1 colher de nozes ou amêndoas (picadinha)
Passo a Passo
1) Coloque no liquidificador os ingredientes, mas deixe separados alguns picles para fazer a decoração do prato. Bata tudo junto, coloque numa travessa com tampa. Guarde na geladeira.
Ingredientes do peito de frango
400 g: filé de frango
2 dentes de alho (amassados)
1 porção: pimenta do reino
3 colheres de azeite de oliva
1 colher de molho inglês
Sal a gosto

Modo de fazer
1) tempere o filé de frango com alho, a pimenta e o sal
2) mergulhe o filé no molho inglês misturado com o azeite. Deixe-os marinar por 10 minutos. Mexa-os para pegar o gosto do tempero.
3) Passados os 10 minutos, aqueça a frigideira antiaderente (ou grelha) A frigideira deverá estar bem quente.
4) coloque o filé de frango pra grelhar (aproximadamente por 5 minutos)

Dicas
Arranje uma travessa aberta. Coloque os filés já grelhados. Esparrame o patê generosamente sobre eles. Salpique o gergelim, amêndoas e nozes. Com os picles que foram reservados, decore-os a seu gosto.

Levando-se em conta tudo que foi apresentado, a receita está bem explicada. Mas é de suma importância prestar atenção no passo a passo. O uso adequado dos temperos poderá fazer a diferença no sabor. Algumas pessoas apreciam determinados pratos mais picantes, outras nem tanto. O importante é buscar a harmonia e a combinação perfeita para agradar o paladar mais exigente.
Abraço

Obs: Vendo artigos no meu blog. Preço: 10 reais


Elcias Monteiro do Nascimento

Título: Como fazer frango grelhado com patê de picles

Autor: Elcias Monteiro Nascimento (todos os textos)

Visitas: 2

602 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoto

    09-09-2013 às 21:14:40

    me ajudou muito....obrigado

    ¬ Responder

Comentários - Como fazer frango grelhado com patê de picles

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios