Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Telemóveis > Poupe a bateria do telemóvel

Poupe a bateria do telemóvel

Categoria: Telemóveis
Visitas: 2
Comentários: 2
Poupe a bateria do telemóvel

O telefone celular que é também conhecido como telemóvel e usado em todo o planeta, no mundo moderno e globalizado, está planamente inserido em nossas vidas. Tanto que se saírmos sem ele, parce que estamos incomunicáveis, sem nenhum exagero, pois com ele vencemos à barreira da distância telefônica móvel. Às vezes, pela correria que a vida atual nos leva a ter, esquecemos de dar atenção a um pequeno detalhe; para o telemóvel funcionar, depende da bateria de que esteja carregada, sabemos que é o básico mas é possível esquecer ou quando não, a bateria pode estar descarregando mais rápido do que deveria. É sabido que muitos de nós, levamos a bateria para o trabalho para recarregar e deixamos na tomada o dia todo.

Tem alguns cuidados que devemos tomar para poupar a bateria do celular, vamos começar pela primeira carga. Quando um novo telefône celular for comprado, os técnicos orientam para carregar a bateria com o aparelho desligado, deixa-lo receber a carga até que o display informe que está com carga total, essa primeira carga é muito importante para que a bateria tenha mais vida útil.

Para poupar a bateria, o melhor é recarrega-lo sempre que terminar toda a carga ou quando o telemóvel estiver sinalizando que está próximo de ser descarregado. Esse processo se dá pelo seguinte: A bateria de um aparelho de telefône celular, é muito parecida com uma pilha, só que é recarregável por meio da energia elétrica e armazena essa energia para sua utilização. Quando o celular é recarregado todos os dias, sem ficar o tempo determinado, aparece a indicação de que a carga está total, porém ele descarrega rápido, isso acontece porque na verdade não houve uma carga total, o telefône apenas memorizou a informação da carga e aparece um indicativo de mais carga do que realmente há.

Os novos telemóveis são fabricados com novas tecnologias que permitem que a bateria seja mais fina e mais resistente, não havendo necessidade de uma recarga durante toda à noite, pelo contrário, dessa forma, pode até aquecer muito os componentes.

Uma informação interessante é que o celular economiza bateria se estiver em estado comum, ou seja; quando sem uso, ligado, porém, na posição que fica quando cocluimos o uso, mesmo o aparelho dispondo do serviço de descanço de tela, seria melhor não utiliza-lo ele consome energia.

Com medidas simples, podemos poupar o consumo e contribuir para que o celular seja utilizado por mais tempo, substituindo-o quando quiser um novo modelo com mais funções e não por motivo de uma bateria pouco útil.


Sílvia Baptista

Título: Poupe a bateria do telemóvel

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 2

625 

Imagem por: david.nikonvscanon

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    05-11-2014 às 11:03:32

    É um dos maiores problemas e raivas das pessoas que utilizam do telemóvel, a bendita bateria que logo se desgasta e acaba sua carga. É tenso! Daí temos que andar com o carregador pra cima e pra baixo. Chato mesmo!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    03-06-2014 às 22:49:50

    Há muitas formas de pupar a bateria do celular. Uma das coisas que utilizo é evitar a luz acesa, os sons na hora de discar o número ou escrever um SMS, dentre outros.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Poupe a bateria do telemóvel

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Imagem por: david.nikonvscanon

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios