Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Problemas de sono nas crianças - medos e pesadelos

Problemas de sono nas crianças - medos e pesadelos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 2
Problemas de sono nas crianças - medos e pesadelos

Existem muitos tipos diferentes de distúrbios do sono nas crianças. Os medos noturnos e os pesadelos são os dois distúrbios do sono mais frequentes. Eles têm diferentes sintomas e existe um tratamento para cada condição.

Os terrores noturnos são um despertar repentino da fase de sono chamado sono de ondas lentas com um grito ou sentimentos de terror. Eles ocorrem em cerca de 5 por cento das crianças e pode começar aos 9 meses de idade. Eles ocorrem durante o sono profundo, ainda sem sonhos. Uma criança neste estado pode saltar para fora da cama, gritar e ter os olhos bem abertos, mas não estar realmente acordado. As crianças não estão cientes da presença de alguém na sala. Os pesadelos são sonhos que ocorrem durante a fase de movimento rápido dos olhos durante o sono. Uma criança pode despertar com a seu coração a bater cheio de medo, mas lembra-se do sonho e esta realmente acordada. Isso muitas vezes começa quando uma criança tem 9 meses de idade.

Os sintomas de terrores noturnos acontecem no primeiro terço da noite. A criança não se lembra ou responde quando lhe tocam ou sacodem. Muitas vezes tem memória total ou parcial de que o incidente ocorreu. O incidente pode durar de alguns minutos a meia hora em que a criança se agita, rebola e grita antes do episódio terminar.

Os sintomas de um pesadelo são: a criança acorda de um pesadelo de medo intenso e coração a bater rapidamente. A criança pode gritar, mas lembra-se do sonho, ou parte dele. A criança está em alerta e em perfeita consciência, sem sinais de amnésia. Às vezes, as crianças têm dificuldade de voltar a adormecer e respiram rapidamente.

Que tipo de coisas se pode fazer para as crianças com medos noturnos ou pesadelos? Quando uma criança tem medos noturnos, sugere-se que não tente despertá-la ou contê-la. Isto pode levar a um comportamento mais violento. Ela está realmente a dormir, então não vai reconhecer a sua tentativa de ajuda. Não fale com ela nem tente assustá-la quando acordada, o que só piora as coisas. Muitas vezes, a criança acalma-se e, entre 15 a 20 minutos, cai num sono normal. Quando a criança tem um pesadelo, ela vai acordar e pode sim dar-lhe um grande abraço ou confortá-la, lendo-lhe uma história. Talvez uma chávena de chocolate quente ou leite e biscoitos possa ajudar. Fale com o seu filho e explique-lhe que se trata apenas de um sonho. Deve procurar o espaço para os monstros escondidos para mostrar à criança que não tem nada a temer.

Há ações concretas para prevenir a possibilidade de ocorrência de medos noturnos. Tente certificar-se de que a criança tem bastante sono; está provado que o excesso de cansaço causa distúrbios noturnos nas crianças.

Você pode alargar o tempo da sesta ou deixar a criança dormir mais tarde de manhã. O 'stress' é outro fator. Tente diminuir o 'stress' na vida da criança, deixe-a dormir com uma luz de noite e não conte histórias de fantasmas à noite. Evite que ela veja TV uma hora antes de dormir. É bom ter algum tempo antes de dormir para relaxar, ler uma história, jogar e haver momentos de carinho com a família.

Um pesadelo ocasional é normal, mas deverá consultar um especialista se eles forem frequentes e se vê mudanças na personalidade da criança e na sua saúde. Ele pode precisar de algum tipo de tratamento para esses problemas. No caso de medos noturnos extremos, por vezes, o médico prescreve calmantes para ajudar ou encaminha-o para um centro de tratamento de distúrbios do sono ou para um médico especializado. Há episódios normais nas crianças e não são um sinal de problemas psicológicos. A física pode ajudar a descartar qualquer problema físico, assim que consultar um médico quando os sintomas estiverem fora de controlo.


Ruben Duarte

Título: Problemas de sono nas crianças - medos e pesadelos

Autor: Ruben Duarte (todos os textos)

Visitas: 2

661 

Comentários - Problemas de sono nas crianças - medos e pesadelos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios