Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > O que são relãmpagos?

O que são relãmpagos?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
O que são relãmpagos?

Os relâmpagos ocorrem sempre que parte de uma nuvem atinge uma carga elétrica excessiva, positiva ou negativa, que é suficientemente forte para quebrar a resistência do ar circundante.

Normalmente,este processo que leva aos relâmpagos é uma rutura preliminar no interior da nuvem entre a área superior da carga positiva e a inferior, de carga negativa.

As diferentes cargas são geradas pelo arrefecimento até temperaturas negativas, que colidem com cristais de gelo.

A polarização das cargas forma um canal de ar ionizado, em que as moléculas e átomos neutros adquirem carga elétrica, através do qual um primeiro raio se propaga até ao solo.

Quando este raio inicial atinge a terra, verifica-se uma descarga de conexão ascendente de polaridade oposta, que se cruza com ele gerando uma descarga de retorno que por sua vez volta para a nuvem através do canal , criando um clarão bem visível e assustador.

Esta sequência de descargas ocorrem três ou quatro vezes por raio, muito rápidamente.

O mais espetacular deste processo é que o raio de retorno pode conter correntes até ceca de trinta mil amperes e atingir os 30 mil graus centígrades.

O primeiro raio que aparece pode atingir o solo em apenas dez milissegundos e o raio de resposta atinge a nuvem em cem microsegundos.
Porêm, os raios, não ocorrem só entre núvens mas também no interior de uma só nuvem. Na verdade a maior parte dos raios a nível mundial são entrenuvens, com canais de descarga de carga positiva e negativa no seu interior.

A maior parte dos raios ocorre a muitos quilómetros acima da Terra, na chamada atmosfera superior.

Os raios contêm uma grande quantidade de energia em curto espaço de tempo, com as respetivas descargas a ocorrerem em escassos milissegundos.
No entanto, eles surgem esporádicamente no mesmo local e raramente este é atingido duas vezes. Isto significa que eles percorrem diferentes espaços do mundo e nem sempre aparecem nos mesmos.

Uma das particularidades dos raios é que apenas são vistos por satélites e são gerados na atmosfera superior da Terra.

Muito longe de serem uniformes, os raios são também um fenómeno imprevisível e divididos em vérios tipos.

Os mais frequentes são os raios em fita que ocorrem apenas em grandes tempestades e fortes ventos, os raios staccato, incrívelmente luminoso, os raios difusos, provocando iluminação difusa, os megarraios e os raios em bola, que se deslocam como o vento.

As hipóteses de alguém ser atingido por um raio são maiores do que se possa imaginar, sendo de uma em 3 milhões.

Os locais mais perigosos e mais atingidos por trovoadas fortes são os trópicos, em que ocorrem mais de 70% deles.

Por exemplo na Venezuela, acima do rio Catatumbo, há relâmpagos várias vezes por minuto em 160 noites do ano. Mas a povoação de Kifuka, é com efeito a mais atingida na Terra, com uma estimativa de 158 raios por quilómetro quadrado, por ano.


Pedro gil Ferreira

Título: O que são relãmpagos?

Autor: Pedro gil Ferreira (todos os textos)

Visitas: 0

608 

Comentários - O que são relãmpagos?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Seguros
Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet\"Rua
Os seguros pela Internet estão a ter cada vez mais procura por parte dos consumidores, especialmente devido ao factor preço, mas também porque as pessoas começam a dominar melhor as ferramentas da Internet e a ter mais confiança nos serviços disponibilizados online.

A grande vantagem de contratar um seguro pela Internet é a possibilidade de conseguir valores muito inferiores aos que conseguiria num mediador de seguros local. Poderá conseguir reduzir o prémio do seu seguro em 50% ou ainda mais. As operadoras de seguros que actuam pela Internet não têm que pagar comissões aos correctores (intermediários) e por isso podem fazer preços mais competitivos. Além disso, poderá também fazer simulações online usando os aplicativos para esse efeito que essas empresas de seguros disponibilizam nos seus sites.

Ao trabalhar com estas empresas não terá que perder tempo em filas de espera nas agências físicas. Todas as operações podem ser efectuadas através da Internet: adesão, alteração de dados, alteração do modelo de seguro, etc., e toda a informação relativa aos seus seguros estará disponível 24 horas por dia na sua conta de cliente.

Para as pessoas que dão grande importância ao contacto pessoal na altura de contratar um serviço, as empresas de seguros pela Internet não são obviamente uma solução, e essa é uma das suas principais desvantagens.

Outra desvantagem é que no caso de haver algum problema terá que ser o próprio cliente a contactar a seguradora e a tratar de tudo que for necessário para a resolução do problema, enquanto se contratar o seus seguros através de um mediador, no caso de haver problemas apenas tem que contactar o seu mediador e será ele a tratar de tudo.

Na minha opinião, para quem percebe o mínimo de Internet e quer poupar dinheiro nos prémios dos seus seguros, obviamente que as seguradoras que actuam pela Internet e telefone (as chamadas low-cost) são sem dúvida a melhor opção.

Se por outro lado, você não domina a Internet e não gosta de se preocupar nem de tratar de papeladas, no caso de ter algum acidente, então o melhor é manter-se em contacto com as agências físicas.

Pesquisar mais textos:

Carlos Vieira

Título:Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Autor:Carlos Vieira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Francisco Moreira da Silva 04-10-2014 às 11:37:30

    Passados estes anos o canal de vendas de seguros pela internet tem muito pouca representatividade no nosso mercado. Tudo não passa de muita, mas muita, publicidade. É impossível reduzir o prémio de um seguro automóvel(é neste produto que estas seguradoras mais se tentam afirmar) em 50% ou ainda mais. O consumidor de seguros prefere e procura um profissional que EXPLIQUE OS SEUS SEGUROS. No pós venda são os MEDIADORES PROFISSIONAIS DE SEGUROS que melhor desempenham este importantíssimo serviço ao cliente de seguros, oferecendo níveis de serviço muito superiores ao de qualquer seguradora que venda pela internet! … e sem pagar mais por isso! … Sobre este tema haveria muito mais para falar, termino dizendo: O QUE RENDE É IR FAZER O SEGURO NUM MEDIADOR PROFISSIONAL DE SEGUROS.

    ¬ Responder
  • gil 17-06-2014 às 23:03:37

    tontarias , nao vale de nada , treta...

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    29-05-2014 às 16:28:35

    Os seguros pela internet precisam ser bem pesquisados, pois há muitas fraldes. O melhor é receber indicação de alguém que já use o serviço.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios