Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > DVD Filmes > Our Idiot Brother - O nosso Irmão Idiota

Our Idiot Brother - O nosso Irmão Idiota

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: DVD Filmes
Our Idiot Brother - O nosso Irmão Idiota

O filme do qual vos vou falar chama-se “Our idiot brother”. Este filme é uma comédia fascinante.

SINOPSE
Ned é um homem de coração bom… tão bom que chega a ser um idiota! Este agricultor biodinâmico de coração aberto confia a 100% nas pessoas, ao ponto de ter arranjado droga a um agente fardado, facto que o levou a ser preso.
Ao sair da prisão mais cedo por bom comportamento e, inclusivamente, por ter ganho uma distinção na prisão (um tipo de prémio), Ned volta para a sua quinta, para os braços da sua namorada. No entanto, ao chegar, descobre que tinha sido já substituído por outro, ficando assim sem casa, sem namorada e sem o seu adorado cão, Willie Nelson.

Restava-lhe apenas uma hipótese: pedir apoio à mãe e às três irmãs. Mas como sobreviverá um ex-condenado, cheio de boa-vontade e confiança nas pessoas, na atual selva a que chamamos mundo?

HISTÓRIA (Atenção!!! Contém spoilers)
Após ser libertado da prisão e rejeitado pela namorada, Ned procura a família. A mãe, super protetora e adorável, que o vê ainda como uma criança é a primeira a dar-lhe abrigo. No entanto, Ned não se sente confortável e pede auxílio à irmã mais velha.

Esta oferece-se para o deixar ficar na sua casa e pede ao marido, um realizador que se encontrava a fazer um documentário acerca de uma bailarina, que dê emprego ao seu irmão. O marido, apesar de contrariado, aceita. Entretanto, Ned compromete-se também a tomar conta do seu pequeno sobrinho, River.
River é um menino apaixonado por artes marciais, que toca shinai por imposição dos pais, que são contra a violência. No entanto, o tio Ned ensina-o a lutar, o que estreita a relação entre ambos.

No entanto, a irmã não gosta do tipo de ensinamentos que Ned dá a River, e acaba por o expulsar.

Ned vai viver então para casa da irmã Miranda, uma jornalista de uma revista, desesperada para fazer uma reportagem acerca de uma pessoa real “e não de um hidratante”, segundo a mesma. Miranda consegue finalmente uma reportagem acerca de uma rapariga, a qual gere uma fundação, mas oculta um acontecimento passado negro. Miranda não tem autorização para perguntar acerca do passado à sua entrevistada, no entanto é isso que o editor deseja saber. Ned, que entretanto deu boleia a ambas, acaba por se tornar amigo da rapariga e de ter todas as informações que Miranda necessitava. Ao descobrir, Miranda obriga-o a contar o que sabe e Ned, inadvertidamente, conta sem ter conhecimento que essas informações seriam divulgadas. Para complicar a situação, Ned conta a Miranda algo que lhe tinha feito muita confusão: tinha apanhado o cunhado (realizador) nu com a bailarina do documentário. Miranda entende então o que se passa: o cunhado anda a trair a irmã!

Miranda conta às irmãs o que Ned lhes tinha dito acerca do cunhado e a irmã, desesperada, culpa o irmão em vez do marido.

Miranda, mais tarde, pede a Ned que vá à sede da revista, confirmar as informações que constavam na reportagem. No entanto ele não dá autorização para que sejam divulgadas, arruinando todo o trabalho que a irmã tinha obtido por meios “duvidosos”.

Também Natalie, a irmã mais nova, uma rapariga lésbica apaixonada pela namorada, tem um grande segredo que partilha com Ned: Natalie traíu a namorada com um amigo e está GRÁVIDA! Ned, por sua vez, pensou que a namorada de Natalie sabia e acaba por abordar o assunto com ela.

Com todas as suas irmãs zangadas consigo, Ned acaba por fumar droga de novo e, de boa fé, conta ao agente de condicional, que o envia de novo para a prisão.
As irmãs entendem então: a culpa da ruína das suas vidas nunca fora de Ned, ele apenas lhes abriu os olhos.

Com isto em mente, pagam-lhe a fiança. No entanto, Ned recusa-se a sair da prisão, e é aí que River tem uma ideia: o único modo de tirar Ned da cadeia é levar-lhe o seu cão, Willie Nelson, o qual ele tinha passado todo o tempo a tentar recuperar.

Ao ver o seu adorado cão, Ned sai da cadeia.

Ned recompõe a sua vida. Miranda fica com o colega de apartamento! A mãe de River refaz a sua vida e aceita que o filho pratique karaté. Natalie aceita ter o bebé e acaba por receber uma chamada da ex-namorada, que deseja tentar recompor as coisas.


Patrícia Carvalho

Título: Our Idiot Brother - O nosso Irmão Idiota

Autor: Patrícia Carvalho (todos os textos)

Visitas: 0

617 

Comentários - Our Idiot Brother - O nosso Irmão Idiota

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios