Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > DVD Filmes > Velozes E Furiosos 7

Velozes E Furiosos 7

Categoria: DVD Filmes
Velozes E Furiosos 7

A contagem regressiva para a franquia mais esperada de velozes e Furiosos já começou. No último sábado, 1 de novembro, a Universal Pictures liberou o primeiro trailer oficial do longa de ação. Em poucas horas o vídeos de quase três minutos já havia rodado o mundo e atingido milhões de fãs. O assunto tornou-se o mais falado das redes sociais, principalmente no Twitter.

Quem diria que a história de um policial infiltrado em Los Angeles poderia desencadear a história da família mais famosa dos últimos treze anos: a família Fast.

Tudo começou em 2001 quando Brian O´Conner tentava desvendar um crime, o que o levou até o suposto criminoso Dominic Toretto e a sua irmã, Mia Toretto.

O que parecia ser um trabalho a mais tornou-se pessoal, tanto pelo relacionamento entre Brian e Mia, como pelo fato de deixar Dom fugir com seu carro.

O longa prosseguiu em Mais Velozes Mais Furiosos, onde Brian buscava limpar a sua ficha e a de um amigo que estava cumprindo condicional, Roman.

O terceiro longa foi rodado em Tóquio e contou com personagens novos, além de Dominic Toretto nos minutos finais. Após o Fast 4, chegou-se a conclusão que a trilogia se tratava de um grande Flash Back, uma vez que o personagem morto no Fast 3, prosseguia no Fast seguinte.

Velozes e Furiosos 5 - Operação Rio teve parte das filmagens gravadas no Rio de Janeiro e a outra parte no México. O filme teve recorde de bilheterias e o elenco fez o lançamento mundial oficial do longa no Brasil, participando de programas de TV e conferindo entrevistas.

Em 2013 foi lançado Velozes e Furiosos 6, agora com Mia e Brian sendo pais de Jack. Antes de seu lançamento, Justin Lin já havia informado que o filme seria dividido em duas partes, confirmando o Velozes e Furiosos 7 no ano seguinte, 2014.

O sucesso de Velozes e Furiosos 6 foi tão grande que um oitavo longa foi confirmado para 2016. Tudo ia muito bem até o trágico acidente que ceifou a vida de um dos protagonistas do filme, Paul Walker.

As cenas gravadas pelo ator foram preservadas, mas foi preciso fazer um adaptação das cenas finais de forma que seu personagem tivesse um fim digno. Em respeito à família, amigos e fãs, a produção deixou claro que o personagem não morreria. Para isso, os irmãos de Paul, Cody e Caleb entraram no longa como dublês do irmão. Como são muito parecidos, a produção investiria pouco em efeitos especiais para que parecesse ser Paul contracenando.

Antes do acidente a maior parte das cenas envolvendo Paul Walker já estavam gravadas. O elenco havia dado uma pausa nas gravações devido o feriado de ação de graças e retornariam aos estúdios na semana seguinte para finalizar o filme. Devido o ocorrido, as filmagens só retornaram em 2014.

O novo filme está previsto para estrear em 3 de abril de 2015. Até lá, nos resta muitas expectativas boas em relação à esse espetacular longa de ação, que particularmente, é o melhor da atualidade.

Mais informações sobre a trilogia de ação é possível encontrar no Fast & Furious Universe no endereço fastfuriousuniverse.tk


Syl Polanski

Título: Velozes E Furiosos 7

Autor: Syl Polanski (todos os textos)

Visitas: 0

367 

Comentários - Velozes E Furiosos 7

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios