Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Celulite: o que é e como eliminá-la?

Celulite: o que é e como eliminá-la?

Categoria: Beleza
Celulite: o que é e como eliminá-la?

O que é?
A celulite é uma afecção benigna que afecta o tecido adiposo sob a pele. Trata-se de uma inflamação gerada pelo excesso de gordura no organismo, que causa inchaço no tecido conjuntivo e, consequentemente, as tais “ondinhas” que são a celulite. Esta é mais comum em mulheres que em homens.

Quais as causas?
A celulite pode ter como base a predisposição genética, alterações hormonais, alimentação pouco saudável ou má circulação sanguínea.

Como eliminar?
Como devem imaginar, não existem milagres. No entanto existem várias técnicas e tratamentos, umas mais simples que outras, que podem ser usadas.

-Exercício regular
O exercício é conhecido por ajudar a eliminar a celulite. Deve incluir meia hora de exercício no seu dia-a-dia. Os exercícios abdutores são bons para eliminar estas gordurinhas acumuladas. Caso não tenha tempo para exercício físico, opte por pequenas mudanças na rotina, como usar as escadas em vez do elevador, andar de transportes e parar uma paragem antes para poder andar um pouco a pé, não usar o carro dentro da cidade, entre outras.

-Alimentação correcta
A alimentação é muito importante na eliminação da celulite, especialmente para quem não tem tempo para se exercitar muito. O mais importante são os vegetais e a água. Inclua em todas as refeições vegetais, de preferência crus (saladas, por exemplo). Ingira dois litros de água por dia e use menos sal, pois este causa retenção de líquidos, que prejudica a celulite. Alguns chás, como a cavalinha, têm propriedades que combatem eficazmente a celulite.

-Tratamentos cosméticos
Alguns tratamentos mais conhecidos para eliminação da celulite são dispendiosos, feitos em clínicas estéticas ou massagistas. No entanto, existem tratamentos caseiros que podem ajudar a combater este problema mais depressa.

-Exfoliação
A exfoliação ajuda à activação da circulação sanguínea e à renovação das células da epiderme. Deve aplicar em cada duche um exfoliante.

-Massagens
As massagens anti-celulíticas têm como princípio “partir” a celulite para que esta seja mais facilmente expulsa pelo corpo. Para tal, proceda como neste vídeo:



-Hidratação e tonificação
É importante aplicar todos os dias um creme hidratante/refirmante que ajude a tonificar a pele.
-Drenagem linfática
Este tipo de tratamento é importante para expelir as toxinas através do sistema linfático. Pode fazer-se drenagem linfática em casa. Neste vídeo pode ver como fazer auto-drenagem:





-Roupa
Há algumas considerações a ter relativamente à roupa, para evitar prejudicar, principalmente, a circulação sanguínea. Estas são:
-Evitar roupa apertada;
- Evitar meias com canhão apertado ou collants demasiado justos;
-Evitar qualquer tipo de roupa que não deixe a pele respirar convenientemente ou que prejudique a circulação sanguínea (por exemplo: latex muito justo);
-Evitar saltos altos;

Se seguir estes passos com algum rigor, em breve a sua celulite não se notará. No entanto, é importante que continue a tomar cuidados específicos, pois a celulite é crónica e voltará se não tiver cuidado.


Patrícia Carvalho

Título: Celulite: o que é e como eliminá-la?

Autor: Patrícia Carvalho (todos os textos)

Visitas: 0

763 

Comentários - Celulite: o que é e como eliminá-la?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios