Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Esfoliação com óleos naturais

Esfoliação com óleos naturais

Categoria: Beleza
Comentários: 1
Esfoliação com óleos naturais

Estamos cada vez mais interessados no bem-estar físico e mental. Já os Gregos se interessavam pelo equilíbrio e se verificarmos bem, desde os Gregos pouco se inventou e muito se desenvolveu. Se o desporto, as massagens e as saunas têm vindo a ser substancialmente faladas pelo que produz no corpo e na mente, as esfoliações corporais têm vindo a ser cada vez mais conhecidas e praticadas. Mas se muitos tipos de esfoliações corporais podem ser feitas, as que mais se aderem e utilizam, são as feitas com óleo. Além do efeito bastante positivo corporais que produzem, os odores inconfundíveis oferece um bem-estar extraordinário.

Aqui ficam algumas ideias do que os óleos para esfoliação podem produzir.

Os benefícios da camomila são bastante conhecidos. Este óleo é considerado um anti-stress e irritação. Se o seu objectivo é relaxar, este óleo é capaz de ser uma boa opção. Problemas de acne, feridas, pele seca e até dores de cabeça, são resolvidos com camomila.

Os óleos à base de eucalipto curam infecções cutâneas, constipações e gripes. O sistema imunitário e respiratório fica em forma com eucalipto, pelo que uma esfoliação com este aroma ou óleo pode ser uma solução se padece destes problemas. A concentração, a produtividade e a imaginação também ficam a ganhar com o eucalipto.

Para ajudar a combater a obesidade, use o alecrim. Além de ajudar á regularização do sistema nervoso, o alecrim também ajuda na fadiga, enxaquecas e ajuda o crescimento capilar. Dores musculares e reumáticas também são ajudadas pelo alecrim.

Problemas digestivos? Faça uma esfoliação com hortelã-pimenta. Vai ver que ajuda, visto este óleo ajudar à digestão. Problemas de flatulência, cólicas e diarreias são muitas vezes o pânico, pelo que é bom saber que tem aqui um amigo. Dermatites, sarna e acne também acabam ou pelo menos atenuam.

Pele oleosa? No limão encontra um amigo. Óleos de limão para esfoliações são o melhor amigo para estas peles. Herpes labial e aftas também acabam com isto, mas aí não aconselhamos que seja com esfoliação.

Mas com tantos óleos à escolha e com tanta conversa sobre a esfoliação, quais são afinal os seus benefícios? A esfoliação é um dos melhores remédios contra a celulite e a circulação sanguínea. Melhora a tonalidade e a suavidade da pele e acima de tudo elimina toxinas. Retira peles mortas que estão espalhadas pelo corpo e faz com que no verão até consiga um melhor bronzeado. Por fim, resta dizer que se fizer uma, vai ver o resultado. A melhor resposta será a sua.


Carla Horta

Título: Esfoliação com óleos naturais

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

621 

Imagem por: matsuyuki

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    12-09-2012 às 17:52:46

    fiquei surpreendida com o seu texto. não fazia ideia que o alecrim ajudava combater a obesidade. eu vivo mesmo para aprender sempre mais e melhor. os meus parabéns pelo texto. e já agora vou seguir a sua dica e vou usar o limão para a pele oleosa. não sabia que limão também tinha efeitos positivos no rosto. sabia dos seus benefícios nos dentes, mas no rosto não. até já experimentei nos dentes.

    ¬ Responder

Comentários - Esfoliação com óleos naturais

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um caminho para curar o transtorno alimentar

Ler próximo texto...

Tema: Saúde
Um caminho para curar o transtorno alimentar\"Rua
De acordo com um relatório divulgado em novembro de 2014 pelo Comitê Permanente sobre o Status da Mulher, entre 600 mil a um milhão de canadenses cumprem os critérios diagnósticos para um transtorno alimentar em um dado momento. Problemas de saúde mental com ramificações físicas graves, anorexia e bulimia são difíceis de tratar.

Os programas públicos de internação frequentemente não admitem pacientes até que estejam em condição de risco de vida, e muitos respondem mal à abordagem em grupo. As clínicas privadas costumam ter listas de espera épicas e custos altos: um quarto custa de US$ 305 a US$ 360 por dia.


Corinne lutou juntamente com seus pais contra a bulimia e anorexia por mais de cinco anos. Duffy e Terry, pais de Corinne, encontraram uma clínica na Virgínia. Hoje, aos 24 anos, ela é saudável e está cursando mestrado em Colorado. Ela e seus pais acreditam que a abordagem holística, o foco individualizado e a estrutura imersiva de seu tratamento foram fundamentais para sua recuperação.

Eles sabem que tinham acesso a recursos exclusivos. "Tivemos sorte", diz Duffy. "Podíamos pagar por tudo." Mas muitos não podem.
A luta desta família levou-os a refletir sobre o problema nos Estados Unidos. Em 2013, eles fundaram a Water Stone Clinic, um centro privado de transtornos alimentares em Toronto. Eles fazem yoga, terapia de arte e participam na preparação de refeições, construindo habilidades na vida real com uma equipe de apoio empática. Os programas funcionam nos dias da semana das 8h às 14h, e até agora, não tem lista de espera. Porém essa abordagem é onerosa: aproximadamente US$ 650 por dia.

A família criou a Fundação Water Stone - uma instituição de caridade que fornece ajuda a pacientes que não podem pagar o tratamento. Os candidatos são avaliados por dois comitês que tomam uma decisão baseada na necessidade clínica e financeira. David Choo Chong foi o primeiro a se beneficiar da fundação. Ele havia tentado muitos programas, mas nenhum foi bem sucedido. A fundação pagou metade do tratamento. Dois anos depois, Choo Chong, feliz e estável diz "Water Stone me ajudou a encontrar quem eu sou".

Pesquisar mais textos:

Roberta Darc

Título:Um caminho para curar o transtorno alimentar

Autor:Roberta Darc(todos os textos)

Imagem por: matsuyuki

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios