Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Como serão os automóveis do futuro

Como serão os automóveis do futuro

Categoria: Automóveis
Visitas: 2
Comentários: 2
Como serão os automóveis do futuro

O mundo automóvel tem vindo a evoluir cada vez mais desde a criação do sistema de standardização e produção em serie introduzido por Henry Ford, até aos dias de hoje em que temos automóveis para todos os gostos e feitios, que atingem velocidades alucinantes e ao mesmo tempo aliam a essa velocidade uma segurança e comodidade nunca antes alcançada. Assim continuará a evolução ao longo do tempo, no sentido de conferir ao utilizador uma cada vez maior utilidade (hoje os carros já possuem DVD, GPS entre outros utilitários, que tendem a ser cada vez mais, para conferir uma maior comodidade a quem utiliza).

Contudo penso que a maior questão hoje em dia em relação ao futuro dos automóveis é a questão do combustível a utilizar. Já temos no mercado os chamados automóveis híbridos que poupam bastante em relação aos carros comuns, contudo será que têm penetração no mercado? Será que são a solução para no futuro alcançarmos além de veículos mais económicos, conseguirmos poupar o ambiente?.

O mundo move-se por interesses e na minha opinião este é o núcleo da questão da evolução automóvel, pois caso contrário poderíamos já estar alguns passos à frente na evolução e talvez teríamos já um modelo automóvel viável que conferisse a mesma utilidade que as máquinas poluidoras que temos, mas que fossem mais económicos e sobretudo amigos do ambiente.

Contudo, que seria dos senhores que vivem do petróleo caso este fosse completamente substituído por outro tipo de energia sem qualquer desvantagem? Este tem sido um grande travão à evolução.

É verdade que já existem híbridos, mas estes não são a solução “milagrosa” que o mundo espera, em primeiro lugar o preço está ainda muito elevado para as qualidades que possuem e para a utilidade que conferem relativamente aos carros comuns, os consumos são relativamente mais baixos em conduções ligeiras, contudo em conduções mais agressivas eles disparam e aqui se perde a grande vantagem dos híbridos, por outro lado e outro grande problema que estes automóveis arrastam é a aceleração que não tem nada a ver com a dos carros a gasóleo, muito menos com a dos carros a gasolina e isto é uma detalhe que à primeira vista pode parecer banal mas se pensarmos numa ultrapassagem, este detalhe é muito importante e confere grande segurança na dita manobra.

Soluções? Só quando os demais interesses forem postos de parte.


Vitor Costa

Título: Como serão os automóveis do futuro

Autor: Vitor Costa (todos os textos)

Visitas: 2

794 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    17-06-2014 às 04:07:57

    Um dos maiores desafios é a questão, sem dúvida, do combustível! Principalmente, para a preservação do meio ambiente.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • a tua maea tua mae

    24-05-2011 às 10:54:38

    obrigado, isto ajudou-me bastante no meu trabalho de geografia!

    ¬ Responder

Comentários - Como serão os automóveis do futuro

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Ler próximo texto...

Tema: Segurança
Raio Mata Três Pessoas No Brasil\"Rua
No dia 07 de novembro de 2014, três pessoas acabaram morrendo em decorrência de raios após as vítimas serem socorridas, mesmo depois de bastante tempo tentando reanimá-las.

Os três homens deram entrada no hospital com parada cardiorrespiratória e com muitas queimaduras. Esse incidente aconteceu na zona leste de São Paulo, as vitimas trabalhavam com ferro velho.

O Brasil é o país onde os raios estão mais presentes no mundo. São mais de 50 milhões de raios por ano. Esses raios atingem mais pessoas na zona rural, porém nas áreas urbanas ocorrem também só que com menos frequência.

Há pessoas que falam que raios não ocorrem duas vezes no mesmo lugar, mas isso é improvável, eles ocorrem sim! Tanto que nos últimos séculos, as tempestades aumentaram 90% por causa do aquecimento do planeta devido ao asfalto, que é uma das formas de poluição.

Alguns cuidados, nesses momentos, são importantes como: não ficar em área aberta, não usar o telefone e se vir uma tempestade, então permaneça no carro.

Os raios ocorrem no Brasil porque é um país tropical e de muito calor, por isso está em primeiro lugar em queda de raios. Nesse mesmo ano de 2014, um rapaz morreu usando o computador. Ele recebeu a eletricidade no momento em que o raio caiu na antena.

O estado de São Paulo lidera em quedas de raios. Um raio dura em média 1 segundo, e a queda de raios acontece por uma descarga elétrica que produz nuvens de chuva. Os relâmpagos ocorrem entre as nuvens e os raios pelo solo.

Algumas regiões tem tendência de cair mais raios, a descarga é visível a olho nu e é um fenômeno que produz um clarão. As mortes mais frequente são nas áreas urbanas, por isso não é seguro se proteger em baixo de árvores.

Pesquisar mais textos:

Gislene Santos Sousa

Título:Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Autor:Gislene Santos Sousa(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios