Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > O Homem Certo para Gerir uma Empresa é uma Mulher

O Homem Certo para Gerir uma Empresa é uma Mulher

Categoria: Literatura
Visitas: 2
O Homem Certo para Gerir uma Empresa é uma Mulher

Costuma dizer-se, a propósito e a despropósito, que «a tradição já não é o que era». Pois bem, no mundo empresarial isto é particularmente verdade e o que constituíam ambientes quase exclusivamente masculinos começaram a ser, pouco a pouco, “invadidos” por mulheres. O domínio da gestão foi sendo, cada vez mais, dominado (valha a redundância) por profissionais de saias.

O livro «O Homem Certo para Gerir uma Empresa é uma Mulher», de Rosália Amorim, reimpresso em 2009 pela Prime Books, compendia lições de 25 executivas que, basicamente, se encontram à frente dos destinos das grandes companhias portuguesas. São 168 páginas elaboradas a partir de entrevistas e diálogos com estas gestoras lusas, com algumas conclusões, dicas e regras de ouro para atingir o topo e conseguir harmonizar a carreira com a família e a vida pessoal, bem como contornar as crises.

Na verdade, as mulheres têm, em relação aos homens, uma vantagem intrínseca: o seu chamado sexto sentido, que lhes confere um “faro” mais apurado, para além de atributos psicológicos igualmente benéficos, nomeadamente no que se refere à capacidade de ouvir e de se empenhar em diferentes tarefas em simultâneo. Ainda assim, é comum elas terem de trabalhar muito mais para provar as suas aptidões. Este livro inclui precisamente uma reflexão acerca da figura da mulher trabalhadora numa sociedade que, apesar de se dizer moderna, continua a discriminar com base em tudo menos no mérito.

A gestão das emoções, a garra para a luta, a liderança, a visibilidade nas empresas, a conciliação da gravidez e da educação da prole com cargos de grande responsabilidade, os falsos proteccionismos e a ascensão na carreira profissional são apenas exemplos de questões abordadas em «O Homem Certo para Gerir uma Empresa é uma Mulher».
A autora é, ela própria, editora de uma revista e pretende, através deste livro, defender não só mulheres de topo, mas também mães que, por essa condição, se deparam com dificuldades várias. Nesta perspectiva, Rosália Amorim decidiu doar uma fracção dos direitos de autor da sua obra a uma instituição que vele pelo bem-estar destas mulheres. A escolha, sujeita à votação das suas entrevistadas, recaiu sobre a Ajuda de Mãe.

Sendo que este livro não é um tratado feminista, os homens (pelo menos os mais favorecidos em termos de humildade) podem também colher daqui ensinamentos e estratagemas de gestão. Efectivamente, das ideias de mulheres que não se armam em vítimas, que não se irritam com todos os obstáculos que lhes colocam, que não entram em competições desenfreadas e, acima de tudo, que não desistem, há muito a aproveitar. Estamos na era em que a mulher é mais do que mãe e dona de casa e o homem mais do que o ser incumbido de providenciar o sustento da família. Mais do que ideologias, trata-se de fenómenos sociológicos e demográficos incontornáveis.


Maria Bijóias

Título: O Homem Certo para Gerir uma Empresa é uma Mulher

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

638 

Imagem por: Search Engine People Blog

Comentários - O Homem Certo para Gerir uma Empresa é uma Mulher

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios