Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Marketing Multinível vs Esquemas de Pirâmide

Marketing Multinível vs Esquemas de Pirâmide

Categoria: Empresariais
Visitas: 2
Comentários: 2
Marketing Multinível vs Esquemas de Pirâmide

Um grande nº de pessoas quando ouvem falar em Marketing Multinível (MMN, Marketing de Rede) muitas vezes ainda o confundem com Esquemas de Pirâmide. Ora isso é completamente errado e prejudica a imagem e o negócio de todos os profissionais (e já agora dos não profissionais) que fazem do Marketing Multinível o seu modo de vida e a sua fonte de rendimentos.

Antes de mais convém esclarecer que o Multinível é um modelo de negócio LEGAL (previsto na lei), enquanto que os Esquemas de Pirâmide são negócios ILEGAIS.

Como se pode verificar, logo à partida, maior diferença não poderia haver.

São já muitas as empresas/companhias que trabalham em sistema Multinível e se o fazem é porque os seus responsáveis decidiram que a melhor forma de terem sucesso na distribuição dos seus produtos seria fazerem-no através de Distribuidores Independentes (num sistema Multinível). Neste sistema cada Distribuidor ganha pelas vendas que faz e também ganha comissões (variáveis de acordo com o plano de marketing de cada empresa) sobre as vendas de todas as pessoas que apresenta à companhia. Ou seja, para haverem ganhos tem que haver transacção de produtos uma vez que as comissões são pagas em função do volume de facturação da rede do Distribuidor. Se não houver transacção de produtos, a facturação é zero e não há ganhos, porque o Distribuidor não ganha nada apenas pela inscrição de novas pessoas.

Ora, num Esquema em Pirâmide a lógica é outra. Desde logo não há transacção de produtos. O fluxo de dinheiro acontece pela entrada de novos elementos no Esquema, uma vez que cada pessoa que entra tem que pagar uma espécie de jóia (valor de entrada). Normalmente, esse dinheiro “sobe a pirâmide” e cai no bolso da pessoa que está no topo da pirâmide. Dependo dos esquemas, o topo da pirâmide pode ser fixo ou móvel, ou seja pode existir uma pessoa que está sempre no topo dessa pirâmide e está sempre a receber alguma coisa sempre que um novo elemento entra, ou a pessoa que está no topo pode mudar sempre que se fecha um ciclo.

Neste tipo de esquemas há transacção de dinheiro mas não há transacção de produtos ou serviços – e aqui está a fonte da Ilegalidade!

Existem muitas outras diferenças, no entanto estas são as mais importantes e mais relevantes.

O Marketing Multinível é um modelo de negócio em que para se ganhar dinheiro é preciso trabalhar arduamente (como em qualquer negócio), enquanto que os Esquemas de Pirâmide como o próprio nome indica são “ESQUEMAS” – artifícios ilegais usados para se ganhar (e se perder) dinheiro.



Carlos Vieira

Título: Marketing Multinível vs Esquemas de Pirâmide

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 2

791 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Vicente SilvaVicente

    02-07-2014 às 18:08:39

    Também não confio em negócios que se dizem pirâmides. São inconfiáveis. Já o marketing multinível é sério e honroso, mas é preciso muito trabalho.

    ¬ Responder
  • fabiofabio

    08-10-2009 às 22:29:14

    carlos trabalho na area de calçados ja tive loja hoje quero distribuir meus produtos atraves de um sistema de rede pode me ajudar tem algum investi obrigado ..

    ¬ Responder

Comentários - Marketing Multinível vs Esquemas de Pirâmide

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios