Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Maquiagem Simples

Maquiagem Simples

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Beleza
Visitas: 6
Comentários: 1
Maquiagem Simples

Particularmente,gosto muito de maquiagem.Acho que é algo capaz de melhorar a aparência de qualquer pessoa,seja homem ou mulher.Algo capaz de rejuvenescer,esconder manchas,abusos de bebida e cigarro.Uma espécie de apagador de memórias de abusos.

Não existe nada no mundo mais gostoso do que se embelezar,cuidar de si,se amar,se enfeitar... Enfim,cultivar a beleza que Deus deu.

Pode ser um pequeno processo,como colocar rodelinhas de pepinos nos olhos ou até mesmo passar uma semana num spa.Com uma pessoa participando ou envolvendo toda uma equipe.Até mesmo quando a própria pessoa que é a responsável pelo processo de embelezamento.

Cuidando da aparência,demonstramos carinho por nós mesmos.E mostramos uma imagem ao mundo,que pode ser negativa ou positiva.Mas de qualquer forma vai ser o seu cartão de visita.

Existe mulheres que evitam usar batom vermelho,por associar essa cor a mulheres de vida "teoricamente fácil".Outras que usam e abusam de qualquer cor.Existe uma coisa que talvez só aconteça na indústria de esmaltes.Geralmente o público é fiel a uma cor pelo resto da vida.Mesmo que seja um vermelho berrante ou um esmalte bem branquinho e fosco.

Quando o assunto é shampoo,as pessoas se permitem em ir adiante.Conhecer novas marcas,testar novas fórmulas.Tudo em busca do sonho do cabelo perfeito ou semi perfeito que as mulheres tanto buscam.

Por falar em shampoo,até pouco tempo não existia shampoo para homem.Os homens eram obrigados a usar qualquer shampoo,geralmente o da mãe,namorada,esposa ou noiva.Hoje,eles podem contar com uma ampla variedade de shampoos e cosméticos em geral,voltados exclusivamente para esse tipo de público.

Inclusive foi nesse tempo,que se inventou o shampoo que lava e hidrata ao mesmo tempo.Ou seja é uma espécie de condicionador também.Claro que eles inventaram isso pensando num consumidor mais prático e com menos interesse nessa área de cosmetologia.Esse perfil ao qual estou me referindo,são justamente os homens.Que costumam ter dificuldades em usar vários produtos,terminando por optar em usar produtos com duplas ou triplas funções.Coisa que a maioria das mulheres odeia.

Quer saber se maquiar?Nada como passar um bom batom nude ou cor de boca,um pouco de máscara de cílios e blush e pronto,estará linda para qualquer coisa.


Gabriela Torres

Título: Maquiagem Simples

Autor: Gabriela Torres (todos os textos)

Visitas: 6

642 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    09-09-2014 às 06:33:46

    Adoro maquiagens simples! Uma forma de deixar o visual mais natural e suave, sem exageros e aquele aspecto pesado. Amei! Vamos adotar este estilo, meninas!

    ¬ Responder

Comentários - Maquiagem Simples

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios