Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Càlculos biliares

Càlculos biliares

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Càlculos biliares

Os cáculos biliares, são nada nmais, nada menos, do que depósitos minerais, que estão na vesícula biliar.

Em face, de coisas estranhas ao órgão, este reage com dores ou outros sintomas.

A vesícula biliar, é um pequeno órgão em forma de uma pequena pera, onde está armazenada a bílis, produzida pelo fígado.

A bílis, por sua vez, é composta por água, colestrol, lípidos e substãncias detergentes naturais.

Os cálculos biliares, são minúsculos depósitos de sais, que se podem formar, no caso de haver um desequilíbrio químico, na vesícula biliar, por um excesso de colestrol na bílis.
Estes deósitos podem formar-se muitas vezes, e com frequência, se não houver cuidados especiais, e controlo da alimentação e do colestrol.

Há determinados alimentos, em especial as gorduras, que provocam os aumentos dos níveis do mau colestrol. Assim, uma dieta apropriada é benéfica, para o manter nos níveis adequados.
As pedras, variam em escala, de infímos cristais granulares, que são similares a uma bola de golfe.

Embora tendam a formar-se na vesícula, os pequenos podem não causar quaisquer sintomas de dor. Mas, se o cálculo ficar preso num dos inúmeros dutos, que ligam a vesícula biliar ao duodeno, início do intestino delgado, a pessoa em questão, pode sofrer dores ou desconforto.

Se por exemplo, um cálculo biliar, bloquear o fluxo de enzimas digestivas, que são produzidas no pâncreas, pode dar origem a uma inflamação, chamada pancreatite, que pode causar dor aguda.

Através de uma ultrassonografia, é possível detetar cálculos biliares e, se necessário, pode ser preciso remover a vesícula por cirurgia endoscópica.

Esta é, no entanto, uma cirurgia, que apresenta baixo risco e o seu nome designa-se de colecistectomia laparoscópica.

atualmente, existem outros métodos, mais usuais, em que os cálculos são destruídos por meio de choques elétricos, que destróiem os cálculos in situ, após o que estes podem saír naturalmente.

Há quem prefira tratar este problema , por meio deste método, mais moderno e usual, nos nossos dias.

A formação dos cálculos, é contudo, maior, se houver um desequilíbrio químico na vesícula biliar.

Muita gente sofre deste problema, em virtude de fazer uma alimentação errada, ou com demasiada gordura.

O estilo de vida também tem influ~encia nas doenças, em especial, das de foro digestivo.

O stress, por exemplo, interfere com o processo digestivo, dá problemas de pele e de estõmago. estes, por sua vez, originam outros, entrando-se num clima vicioso.

O ideal, para evitar os problemas , relacionados com o aparelho digestivo, é fazer uma vida calma, beber chás calmantes com frequência e, controlar o colestrol.

Tudo isto, aliado a exercício físico, contribui para minorar os problemas digestivos e excesso de gorduras.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Càlculos biliares

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

627 

Comentários - Càlculos biliares

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios