Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > O egito, um dom do Nilo?

O egito, um dom do Nilo?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 58
Comentários: 4
O egito, um dom do Nilo?

Os egípcios tiveram uma grande civilização, que se estendeu por três mil anos e onde reinaram muitos faraõs. A sua localização é no nordeste de àfrica, e está confinada a leste com o deserto da Arábia e a oeste a Líbia.

O seu clima é quente e seco, e é atravessado pelo rio Nilo, que se estende para o norte e desagua no Mediterrânio. Segundo o o historiador grego, Heródoto, o Egito é o dom do Nilo. Isto porque toda a civilização floreceu graças ao rio, adorada como um deus, o Hapi, pelos antigos egípcios.

Todos os anos este rio tinha cheias, cujas chuvas tropicais, junto da necente do rio, faziam subir o caudal, provocando inundações das margens, entre julho e setembro, e a sua fertilização era feita pelo lodo, depositado nos campos.

Foi por isso, que os egípcios chamaram aos seu país Terra Negra de Kamet. Para levar água a outros terras, os camponeses construíram canais, para travar o seu avanço e também levantaram diques.

Desenvolveram uma agricultura bastante produtiva, que era a base da economia egípcia. A partir de outubro, o caudal do rio voltava sempre ao seu curso normal, as águas recuavam e os solos eram preparados para as sementeiras.

Os camponeses cultivavam cereais, favas, lentilhas, ervilhas, alho, cebolas e linho, entre outros produtos. Além destes, produziam ainda figos, azeitonas, tâmaras e româs.

A pecuária já estava desenvolvida e era uma atividade vital. Criavam cabras, carneiros, porcos, bois e aves, sendo alguns exclusivamente para a alimentação. Outros serviam para transporte de carga e para ajudar nos trabalhos agrícolas.

A caça e a pesca complementavam a alimentação e os pobres comiam mais peixe do que carne.
Os artesãos dedicavam-se a fabricar os objetos como vestuário, calçado, loiça e móveis.
Na verdade, o rio Nilo era um excelente eio para se fazer comércio.

Os egípcios importavam madeira, marfim e metais e exportavam papiro, linho, tecidos e peixe seco, para o Líbano e Mesopotâmia. O linho e o papiro eram cultivados nas margens do rio Nilo e eram objeto de riqueza na sua economia.

No que diz respeito ao artesanato e comércio, as mulheres faziam os tecidos em teares horizontais. Os oleiros já usavam a roda no seu trabalho.

Nos mercados fazia-se a troca direta e os vendedores eram os próprios produtores.

O Egito era quase autossuficiente e o comércio externo teve um papel relevante. Era o faraó que controlava o comércio.


Teresa Maria Batista Gil

Título: O egito, um dom do Nilo?

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 58

768 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Vicente SilvaVicente

    31-07-2014 às 05:54:13

    Fantástico texto!

    ¬ Responder
  • Pei mendis

    14-08-2013 às 09:00:32

    Gostaria de saber porque que ejipto é dom do nilo?

    ¬ Responder
  • Reginado

    06-06-2013 às 11:58:07

    obrigado pela resposta, graças a si, ja tenho noçoes sobre o egito é um dom do nilo.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    18-09-2012 às 10:10:38

    O Egito é famoso pela cheias periódicas do rio Nilo duas vezes no ano.Se não fossem estas cheias o Egito não podia produzir os produtos agrícolas e o papiro típico das margens do rio que o atravessa.È por isso que se conhece a expressão "o egito é um dom do Nilo" porque sem ele o Egito seria um imenso deserto.

    ¬ Responder

Comentários - O egito, um dom do Nilo?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios