Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Biografias > Álvaro Cunhal

Álvaro Cunhal

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Biografias
Álvaro Cunhal

Considerado um dos maiores homens de sempre em Portugal, Álvaro Cunhal foi muito mais do que um simples homem. Álvaro Cunhal é um pedaço na história de Portugal.

Nasceu em Coimbra a 10 de novembro de 1913, mas foi em Seia que viveu a sua infância.
Muda-se com a família para Lisboa quando tinha 11 anos e frequentou com distinção o Liceu camões. Com apenas 17 anos ingressou na Faculdade de Direito na Universidade de Lisboa e foi aqui o começo de toda a sua história politica. Alista-se no Partido Comunista Português e começa a maior aventura que se conhece na sua vida.

Decorria o ano de 1931 e torna-se representante dos estudantes de Lisboa no senado Universitário. Em 1935 entra na clandestinidade e participa fogosamente no VI Congresso da Internacional Juventude Comunista em Moscovo. Chega então a Secretário-Geral da Federação das Juventudes Comunistas.

Conhece de perto a Guerra Civil Espanhola e em 1937 é preso pela primeira vez. De Aljube é transferido para Peniche onde só é libertado um ano após a detenção. Em dezembro de 1939 é dispensado do serviço militar por razões de saúde. Em 1940 termina os estudos em Direito com uma média de 16 valores.

A sua convicção politica levam-no a 13 anos de cativeiro (1937, 1940 e 1949-1960), entre os quais 8 anos foram passados em completo isolamento. De uma inteligência e capacidade intelectual extraordinárias, nunca perdeu a noção de tempo, de idealismos e de ideais. Dizem os colegas e camaradas de cela que mesmo sobre grande tortura nunca denunciou nem falou sobre os conhecimentos que tinha dentro do Partido Comunista Português.

A 3 de janeiro de 1960 foge da prisão, episódio ainda hoje historicamente relembrado na conhecida história de “Fuga de Peniche”.
Em 1961 ocupa o cargo de secretario de estado do partido sendo substituído somente em 1992.
Após o 25 de abril volta a Portugal e participa naquele que muitos referem como o primeiro grande debate politico em Portugal com Mário Soares aquando a campanha das primeiras eleições me Portugal após o 25 de abril de 74.

30 anos à frente do partido mais histórico do mundo, onde se podem contar histórias de ditaduras difíceis, mas também gloriosas histórias de libertação e de direitos de liberdade do povo.

Escreveu entre tantos, a fantástica obra “Até amanhã Camaradas” com o nome de Manuel Tiago.
Álvaro Barreirinhas Cunhal, faleceu em Lisboa a 13 de junho de 2005. Foi muito mais do que um homem do povo. Foi um resistente do Estado Novo, um ser dedicado de opinião convicta e alma comunista como poucos se conhecem em Portugal. Compareceram à cerimónia fúnebre, mais de 200 mil pessoas o que demonstra que contra ou a favor, todos devemos na história de Portugal uma lembrança a um homem heroico e que muitos conhecem como grandioso.


Carla Horta

Título: Álvaro Cunhal

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

621 

Comentários - Álvaro Cunhal

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Secretária em vidro

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Mobiliário
Secretária em vidro\"Rua
A maior parte das casas tem um escritório para fazer os trabalhos relativos Á profissão ou outros. È uma divisão extremamente necessária para as pessoas se recolherem a trabalhar. Por isso o escritório deve ser um local com conforto e agradável. O ambiente torna-se extremamente importante para o recolhimento necessário e a concentração que certos trabalhos exigem. Se não se tiver no local de trabalho tem de construir-se em casa.

Em todas as profissões é útil ter uma secretária para colocar um computador portátil. Livros e outros acessórios. É uma peça de mobiliário que não se dispensa de forma nenhuma. Desde sempre que foi indispensável na escola, no escritório, na empresa. A sua funcionalidade é como a do computador que praticamente não se dispensa. Para onde se vá leva-se o computador portátil a servir de complemento.

No que diz respeito à secretária ela exige um bom material e design bonito. E de facto há secretárias muito belas desde o seu modelo ao material e design. Por exemplo uma secretária em vidro fica muito bem num escritório amplo de uma vivenda ou numa empresa particular bem decorada. Pode colocar-se também num pequeno escritório de um apartamento ou numa sala especial e decorada a gosto. Há quem prefira ter uma secretária num espaço pequeno especificamente para trabalho. Deste modo concentra-se mais nele e não pensa no que tem para fazer em casa. Ou seja, dá mais prioridade ao que eventualmente tenha que fazer numa secretária. Para além de ajudar a decorar e embelezar o espaço onde se coloca dá um certo ar de charme e gramou num ambiente. Se este for decorado com objectos bonitos de decoração e uma estante para livros dá um ar mais intelectual ao ambiente. Deste modo mais propício para o recolhimento.

Não é por acaso que muita gente prefere o seu escritório para passar as horas que dispõe no seu quotidiano ou fins – de - semana. É um local propício a pensar mais nos projectos, no trabalho e nos encargos da vida. Deste modo cada divisão da casa tem uma funcionalidade diferente e um ar distinto dos restantes.

Não quer dizer que uma secretária em vidro não fique adaptada noutro local que não seja para o trabalho de estudantes ou outros, ela pode ainda adaptar-se para embelezar ou harmonizar espaços que estejam por preencher numa casa maior ou outro local. Sem dúvida que a secretária em vidro não vai deixar mal nenhum espaço onde se coloque.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Secretária em vidro

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    20-04-2014 às 15:52:38

    Fantástico texto! A Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios