Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Materiais Construção > A piscina certa!

A piscina certa!

Comentários: 2
A piscina certa!

A melhor altura para escolher a piscina para a sua casa é na época baixa (outono e inverno), uma vez que neste período irá conseguir melhores ofertas e melhores preços.

Se você achar que investir numa piscina é uma boa decisão, então deve desde logo começar a pensar numa série de pormenores. Irá querer uma piscina acima do solo ou “enterrada” chão? Qual é o propósito ou função da piscina? Há considerações de espaço? Que forma deve ter a piscina? E talvez o aspeto mais importante – quanto é que você está a pensar gastar?

Existe obviamente uma grande diferença entre uma piscina acima do solo e uma piscina “enterrada” no solo. As piscinas abaixo do solo levam mais tempo para construir, requerem mais trabalho e exigem um empreiteiro qualificado para a construir. Geralmente, este tipo de piscinas também custa muito mais do que as outras e são definitivamente um elemento permanente da sua paisagem. Por outro lado, as piscinas acima do solo podem ser postas em funcionamento num espaço de tempo relativamente curto, e podem ser implementadas pelo próprio dono, caso este tenha o mínimo de conhecimentos necessários.

A finalidade e a função da piscina também são fatores importantes a ter em conta. As famílias tendem a comprá-las para brincarem e para se divertirem – funcionando estas como um espaço para se refrescarem e passarem momentos divertidos com as crianças. No entanto, outros podem querer usá-las para efeitos de saúde e para melhorar a sua forma física. Para quem gosta de mandar uns bons mergulhos é essencial escolher uma piscina suficientemente profunda.

Se você está à procura de uma piscina para acentuar a beleza e o valor do seu belo quintal, então talvez você prefira uma piscina de formas e estilo livre. Estas tendem a enquadrar-se melhor e a definir o ambiente com a criação de recursos hídricos, incluindo “praias”, quedas de água, lagoas e ilhas.

Para os mais astutos em termos de arquitetónica, talvez a preferência vá para uma piscina geométrica. Estas utilizam a simetria com linhas retas e raios perfeitos para criar uma sensação mais luxuosa.

Naturalmente, a sua decisão também será afetada pelo espaço de que dispõe e pelo dinheiro que poderá gastar. Muitos proprietários criativos têm sido bem sucedidos na criação de belas piscinas de diversão num espaço muito limitado, mantendo a linha de fundo.

Além disso, existem muitas opções por onde escolher quando se trata de tomar uma decisão de investimento deste tipo.


Carlos Vieira

Título: A piscina certa!

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 0

764 

Imagem por: tropictraveler

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    12-05-2014 às 14:19:36

    A piscina é um dos atrativos mais divertidos de uma casa. Se a pessoa deseja receber amigos e familiares para desfrutarem de um bom banho, então, ela será muito útil. Até porque, a manutenção requer um investimento financeiro e precisa ser cuidada sempre!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • joao gabriel da silva siqueirajoao gabriel da silva siqueira

    29-01-2011 às 00:10:17

    eu amei akela piscina la da foto

    ¬ Responder

Comentários - A piscina certa!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: tropictraveler

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios