Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Evangélicas > A Humildade Ensina

A Humildade Ensina

Categoria: Evangélicas
A Humildade Ensina

“Tinha ela uma irmã, chamada Maria, e esta quedava-se assentada aos pés do Senhor a ouvir-lhe os ensinamentos.” (Lucas 10.39)

Somente quando nos humilhamos aos pés do Senhor Jesus e entregamos nossos caminhos a Ele é que somos capazes de aprender sobre a sua vontade. Depois que encontramos a Deus em nosso viver passamos a andar segundo a sua Palavra. Maria tinha sede de servir ao Senhor Jesus sem atender as outras coisas, ela buscava o reino dos céus em primeiro lugar para depois receber o que tanto necessitava. Muitos estão apenas passando tempo com Jesus, isto é, estão diante de Deus, mas buscando seus próprios interesses. Não buscam se entregar aos pés do Senhor Deus para ouvir a sua voz e sim dependem de seus conhecimentos próprios.

É impossível sermos ensinados pelas palavras de vida proferida pelo Senhor Jesus sem a nossa dependência em seu Espírito. Maria fez a diferença e até hoje é lembrada como um exemplo de humildade. Quando derramamos a nossa vida nas mãos de Deus e nos prostramos aos teus pés prometendo e cumprindo nossa palavra de servi-Lo, o próprio Senhor Jesus transforma a nossa vida. A nossa alma é resgatada pela nossa humildade estando nós dentro ou fora da igreja. Ofereça a sua vida em humilhação sincera aos pés de Jesus e Ele te guiará ao verdadeiro ensinamento da Salvação. Que maravilha! Ele é contigo em todos os momentos.

Nenhuma característica é tão verídica no Senhor Jesus quanto a humildade, sem ela ninguém pode servir a Deus. Quem não é humildade não tem lugar no reino dos céus, pois a sua preocupação está em agradar o mundo e a si mesmo. A humildade é o que nos inspira a obedecer totalmente a palavra que Cristo nos ensinou. Muitos cristãos não crescem nem desenvolvem por conta da falta de aprendizado espiritual, até leem a Bíblia, mas não permitem que Deus fale em sua mente. Somos todos enfermos(pecadores) necessitando do Senhor Jesus que é o Médico Salvador, mas apenas vai até Ele quem está cansado, isto é, não suporta mais a sua vida errada e imunda.

Somente os humildes reconhecem seus erros e a sua fragilidade se entregando a Deus. Os orgulhosos nunca atendem a Palavra de Deus porque é penetrante e realmente machuca e toca na alma, porém é necessário esta penetração para que a transformação aconteça. Quando escolhemos servir a Deus alcançamos todas as coisas boas que Ele tem para nos oferecer. Para chegar aos pés de Jesus Cristo não precisamos de um ambiente favorável, Deus está contigo em todo lugar, a única coisa que é necessária é o seu humilhar diante de seu Altar. Você está pronto para mudar de vida? Então, esteja pronto para se render a Cristo de todo o seu coração!

Portanto, ser exaltado por Deus depende exclusivamente de sua atitude. A sua experiência com o Senhor Jesus pode ser longa ou breve, isso dependerá de seu derramar de vida na presença de Deus. Você pode estar numa ilha sem ninguém, ali Deus desce para te exaltar. Não se sinta sozinho! Nunca se esqueça de que Deus está por perto para ouvir a sua voz e a sua sinceridade. Marta foi vítima do egoísmo desejando satisfazer os seus prazeres e Maria foi privilegiada para servir a Deus através de sua humildade. Seja humilde e agrade a Deus com todas as suas forças. Amém? Jesus te atende agora!


Natanael Genoel

Título: A Humildade Ensina

Autor: Natanael Genoel (todos os textos)

Visitas: 0

567 

Comentários - A Humildade Ensina

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios