Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Evangélicas > A Verdade Mata

A Verdade Mata

Categoria: Evangélicas
A Verdade Mata

“então, inquirirás, investigarás e, com diligência, perguntarás; e eis que, se for verdade e certo que tal abominação se cometeu no meio de ti, então, certamente, ferirás a fio de espada os moradores daquela cidade, destruindo-a completamente…” (Deuteronômio 13.14-15)

O Senhor Jesus está atento a cada atitude nossa para que assim venha nos atender por completo, porém também ao nosso redor existem demônios torcendo pela nossa queda e fraqueza espiritual. Se não fosse a graça de Jesus Cristo, nenhum ser humano suportaria os ataques malignos. Deus sabe qual é a intenção de nosso coração, Ele sabe se somos falsos ou verdadeiros, ao mesmo tempo que o diabo está ao nosso redor inquirindo e investigando com diligência sobre cada fraqueza e falha nossa a fim de entrar para acabar com a nossa fé e sobretudo a própria vida.

É necessário vivermos uma vida fiel e justa diante de Deus para que nossa consciência não tenha motivos para se envergonhar. O diabo investiga com diligência e astúcia a vida de cada criatura, mas só pode invadir a vida daqueles que não possuem comunhão com Deus. Por isso, o próprio Senhor Jesus nos adverte para que oremos e vigiemos. É essencial tapar todas as brechas, desprezar os manjares deste século e renunciar a nossa vontade carnal. Só existe libertação em nossa vida quando deixamos de praticar o pecado e andamos segundo a santa vontade de Deus. A Verdade mata a carne e vivifica a alma por toda a eternidade. Você crê nisto?

Todos os dias Satanás pergunta para Deus sobre cada um de nós com o intuito de humilhar a sua soberania, isto é, se vingar. O maior prazer do diabo não é levar milhares de almas para o inferno e sim de ferir a Deus fazendo perecer muitos que outrora buscavam a sua santa presença. O diabo faz perguntas a Deus pela nossa existência com o desejo de destruir a nossa fé. Perguntas astutas como: Este aqui é mesmo teu servo? O que este seu servo tem praticado te agrada? Este seu filho que aqui está te obedece de fato? Ou seja, o inimigo faz de tudo para matar mais e mais pessoas, mas só tem espaço para esta ação na vida dos que se encontram vazios de Deus. Se o que o diabo pergunta para Deus neste caso aqui descrito é verdade estamos perdidos! Cuidado com o que tem praticado.

Analise como está a sua vida com Deus e veja se as suas mãos tem cometido abominações mesmo sendo um filho de Deus. Busque unção em sua vida, pois o pecado só permanece no coração daqueles que não se consagram ao Senhor Jesus. A Glória de Deus está em contemplar os seus filhos bem perto de sua vontade e assim o inferno nada pode fazer para detê-los em sua caminhada. Não basta ser uma pessoa boa e religiosa. É preciso renunciar a carne e viver a Verdade que mata o nosso orgulho. O sucesso de nossa vida depende de nossa total humildade diante de Deus. Somente os humildes são capazes de viver a Verdade do Evangelho.

Portanto, supere a sua vida errada e se separe de toda abominação. Deus não merece ser envergonhado nem muito menos é digno de ser humilhado pelo nosso pecado. Quem somos nós para negar a Deus? Certamente o diabo ferirá todo daquele que for rebelde e não se arrepender de seus pecados. A cidade simboliza este mundo que um dia será destruída e todos os moradores da terra que são aqueles que se aliaram ao pecado serão feridos de tamanho tormento eterno. Faça a sua escolha! Ser ferido pelo maligno ou ser salvo por Cristo?


Natanael Genoel

Título: A Verdade Mata

Autor: Natanael Genoel (todos os textos)

Visitas: 0

577 

Comentários - A Verdade Mata

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios