Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Restaurantes > A moda das casas de chá

A moda das casas de chá

Categoria: Restaurantes
Comentários: 3
A moda das casas de chá

Já todos nós sabemos que, com sabores para todos os gostos e com muitos benefícios ao nível da saúde e do bem-estar geral de quem bebe, o chá cada vez mais continua a deliciar gerações de pessoas espalhadas por todo o mundo, sendo ainda mais popular do que o café já nós sabemos.

Além de ser gostoso e agradável, o chá pode ter efeitos benéficos para o corpo. 'O chá deixa a pessoa aquecida, não tem calorias, e pode ser bebido várias vezes durante o dia.

Talvez seja por isso que as casas de chá estão definitivamente na moda, e que comecem a ser muito mais fáceis de encontrar nas ruas das nossas cidades e vilas.

Na minha opinião acho que as casas de chá foram feitas para nos dias de chuva e de frio, quando a nossa vontade é ficarmos aconchegados num espaço agradável de recolhimento e intimidade. A meu ver o chá, o seu fumegar, uma decoração acolhedora, são os ingredientes chave para esses dias mais cinzentos.

O chá não é apenas uma bebida. Constitui uma arte espiritual repleta de rituais. Um chá deve ser tomado devagar, sem pressas, enquanto se saboreiam uns biscoitos caseiros, bolachas de manteiga, scones com manteiga fresca e compota de fruta. Se acompanhados de boa companhia, melhor ainda. De jasmim, menta, maçã-canela, pêssego, manga, hortelã, gengibre, cidreira, verde, limão, jasmim, branco, vermelho, verde, existe.

Beber chá merece um ambiente cuidado, com conforto, pois é um ritual de bem-estar em todos os níveis para a saúde mental e física. Há já muitas casas de chá que sabem como isso é importante e que se preocupam em ter um espaço para a cultura. Em algumas casas de chá é já possível folhear uma revista ou ler um livro, e que promovem espectáculos de música ao vivo e de poesia, ou até mesmo exposições de fotografias, de quadros ou de outras artes, que nos fazem esquecer o tempo e nos permitem desfrutar e pensar na vida. Muitas têm ainda lojas com artigos e acessórios relacionados com o chá, com o seu ritual e com as suas origens orientais.



Catarina Bandeira

Título: A moda das casas de chá

Autor: Catarina Bandeira (todos os textos)

Visitas: 0

672 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    14-09-2014 às 19:15:42

    Muito bom os chás que tomamos com nossas amigas. Ainda quando acompanhadas de um bom aperitivo. Em dias de frio é excelente!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoritinha

    17-05-2009 às 23:47:17

    Eu sou a super fãn dos chás, O de camomila é o meu preferido. Quando vou aos restaurantes por vezes fico idgnada de não terem uma boa selecção de chá.

    Muito saboroso o teu texto... e bom chá.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoFernando Ribeiro O.

    16-05-2009 às 02:03:24

    Estive esta tarde numa pizaria e fiquei chocado com o volume de mesas livres. Penso que anda para ai uma crise forte....os restaurantes estão fracos. Era bom vir uma rajada de Ar puro e Fresco para animar os donos dos restaurantes.

    Oi pessoal vamos colaborar e inverter a crise, na próxima semana vá pelo menos 1 vez comer fora.

    Força e ir comer ao restaurante têm de voltar a ser um Must...

    ¬ Responder

Comentários - A moda das casas de chá

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios