Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > O Que É A Sugestão E A Autossugestão

O Que É A Sugestão E A Autossugestão

Categoria: Outros
O Que É A Sugestão E A Autossugestão

Comumente estamos habituados a nos deixar levar pelos que os outros falam, agem ou pensam sobre nós. Geralmente, as coisas que nos acontecem de fora (do exterior do mundo) nos afeta, muito mais para o mal que para o bem. Acredito que você já deve ter notado esse fato tão normal e corriqueiro.

Saímos de casa felizes e contentes, prontos para realizar nossas tarefas com êxito, e inevitavelmente, algo tenta nos atingir negativamente, pode ser em palavras por alguém proferida ou uma situação desagradável, que em poucos minutos ficamos tristes e desanimados.

Esse processo de fora, que ocorre no exterior, no mundo se chama sugestão. Já o processo de dentro, aquilo que permitimos acontecer, chama-se autossugestão.

As impressões sensoriais oriundas do ambiente que cerca o próprio indivíduo ou de declarações ou ações de outras pessoas são chamadas de sugestões, enquanto que as impressões que colocamos em nossa mente são ali instaladas por meio da autossugestão.

Todas as sugestões que nos vêm dos outros ou do ambiente que nos cerca nos influenciam apenas depois que nós as aceitamos e as passamos para o subconsciente, por meio do princípio da autossugestão, de modo que a sugestão se torna, inevitavelmente, uma autossugestão, antes de influenciar a mente de quem a recebe.

Ou, por outras palavras, ninguém pode influenciar outra pessoa sem o consentimento desta última, pois a influência se exerce através do poder da autossugestão da própria pessoa.

Durante o tempo que passamos acordados o consciente se conserva de sentinela, guardando o subconsciente e defendendo-o de todas as sugestões que, vindo de fora, procuram alcançá-lo antes de terem sido examinadas e aceitas.

É dessa maneira que a natureza defende as criaturas humanas contra intrusos que, de outro modo, controlariam à vontade qualquer mente humana.

É por essa razão que devemos ter muito cuidado com as sugestões que recebemos diariamente pelo exterior, pelo mundo. Que através da autossugestão possamos usar um funil estreitando apenas pelo que decidimos pensar ou aceitar na mente.

É certo que podemos não nos deixar influenciar pelas palavras, situações no mundo externo, e sim assumir a responsabilidade por tal pensamento ser formulado e ficar instalado em nossa mente. É possível utilizar-se da autossugestão para que tenhamos controle do que pensamos e assim, agir conforme o bem que quisermos.


Adriana Santos

Título: O Que É A Sugestão E A Autossugestão

Autor: Adriana Santos (todos os textos)

Visitas: 0

10 

Comentários - O Que É A Sugestão E A Autossugestão

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios